Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/26603
ORCID:  http://orcid.org/0000-0001-6740-194X
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Desafios no atendimento à Saúde da Criança por médicos da Estratégia de Saúde da Família
Alternate title (s): Challenges in the child health care by physicians of the Family Health Strategy
Author: Pfeilsticker, Francis Jardim
First Advisor: Hattori, Wallisen Tadashi
First member of the Committee: Rinaldi, Ana Elisa Madalena
Second member of the Committee: Bonito, Rosuíta Fratari
Summary: O atendimento em Saúde da Criança por médicos da Estratégia de Saúde da Família (ESF) fundamenta-se em recomendações do Ministério da Saúde e da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade. Torna-se necessário identificar as dificuldades dos médicos da ESF para ofertarem assistência em Saúde da Criança no município de Patos de Minas - MG, já que a assistência na Atenção Básica é prestada pela ESF em quase todo o território neste município. Foi aplicado questionário estruturado aos 42 médicos que atuam na ESF, com questões específicas relacionadas ao perfil profissional e da equipe da ESF na qual está inserido, e quanto às ações em Saúde da Criança na anamnese, exame físico, exames laboratoriais e orientações. Foram realizadas análises descritivas apresentando frequências absoluta e percentual das variáveis categóricas e médias e desvios padrões das variáveis métricas. Trinta e dois médicos (76,2%) responderam o questionário. O principal motivo para os médicos estarem na ESF foi o interesse pelo trabalho na Atenção Básica (78,0%). As dificuldades mais frequentes relacionadas à equipe foram a falta de realização dos grupos de puericultura (40,6%) e a ausência da puericultura compartilhada com o enfermeiro (40,6%). Os participantes apontaram que as habilidades clínicas e a abordagem familiar são fatores que dificultam a realização da consulta de puericultura. As dificuldades apresentadas pelos médicos foram quanto às habilidades no exame físico do recém-nascido, principalmente exame dos olhos (59,3%), audição (62,5%) e avaliação neurológica (53,1%). Dentre os testes oftalmológicos na infância a dificuldade variou de 68,7% para acuidade visual até 93,7% para o teste de cobertura. Dificuldades relacionadas à estrutura física inadequada e/ou inexistência de equipamento ocorreram para a realização do Teste do Olhinho (34,4%) e para a aferição de pressão arterial (68,6%). Dificuldades devidas ao desconhecimento de recomendações do Ministério da Saúde ocorreram com o rastreamento de anemia (15,6%) e rastreamento do perfil lipídico (40,6%). Quanto às orientações 15,6% dos médicos não abordam as curvas de Índice de Massa Corporal com as famílias, assim como 18,7% não abordam assuntos relacionados às diversas formas de violência na infância. As dificuldades identificadas nos médicos quanto às habilidades clínicas, podem estar relacionadas à qualidade de formação na graduação, que ocorre por não enfatizar todas as competências necessárias para a adequada assistência em Saúde da Criança na Atenção Básica, assim como à ausência ou ineficácia de educação permanente durante o exercício profissional. A assistência à criança em Patos de Minas apresenta falhas, que estão relacionadas a fragilidades dos médicos, à estrutura física e de equipamentos e às equipes da Estratégia de Saúde da Família.
Abstract: Child health care by physicians of the Family Health Strategy (ESF) is based on recommendations of the Ministry of Health and the Brazilian Society of Family and Community Medicine. It is necessary to identify the difficulties of the physicians of the ESF to offer assistance in Child Health in the municipality of Patos de Minas-MG, since the assistance in Primary Care is provided by the ESF in almost all the territory of this municipality. A structured questionnaire was applied to the 42 physicians who work at the ESF, with specific questions related to the professional profile and the ESF team in which it is inserted, and regarding child health care actions in the anamnesis, physical examination, laboratory tests and orientations. A descriptive analysis of the absolute and percent frequencies of the categorical variables was made; and the means and standard deviation of the metric variables. Thirty-two physicians (76.2%) answered the questionnaire. The main reason for the doctors to be in the ESF was interest in the work of Primary Care (78%).The most frequent difficulties related to the team were the lack of fulfillment of childcare groups (40.6%) and the absence of child care shared with the nurse (40.6%). Participants pointed out that clinical skills and family approach are factors that make it difficult to perform childcare appointments. The difficulties presented by the physicians were related to the skills in the physical examination of the newborn, mainly eye examination (59.3%), hearing (62.5%) and neurological evaluation (53.1%). Among ophthalmologic tests in childhood, the difficulty ranged from 68.7% for visual acuity to 93.7% for the coverage test. Difficulties related to inadequate physical structure and / or lack of equipment occurred for the Eye Test (34.4%) and for the blood pressure measurement (68.6%). Difficulties due to ignorance of recommendations of the Ministry of Health occurred with anemia screening (15.6%) and lipid profile screening (40.6%). Regarding the orientations, 15.6% of physicians do not address Body Mass Index (BMI) curves with families, and 18.7% do not approach issues related to various forms of violence in childhood. The difficulties identified in physicians regarding clinical skills, may be related to the quality of undergraduate training, which occurs because it does not emphasize all the necessary competences for adequate assistance in Child Health in Primary Care, as well as the absence or ineffectiveness of permanent education during professional practice. Childcare in Patos de Minas presents flaws, which are related to the frailties of physicians, the physical structure and equipment and the teams of Family Health Strategy.
Keywords: Estratégia saúde da família
Family health strategy
Médicos de família
Family physicians
Pediatria
Pediatrics
Saúde da criança
Child health
Educação médica
Medical education
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::SAUDE MATERNO-INFANTIL
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Saúde da Família
Quote: PFEILSTICKER, Francis Jardim. Desafios no atendimento à Saúde da Criança por médicos da Estratégia de Saúde da Família. 2019. 58 f. Dissertação (Mestrado em Saúde da Família) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di. 2019.2101
Document identifier: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2019.2101
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/26603
Date of defense: 26-Apr-2019
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Saúde da Família

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DesafiosAtendimentoSaúde.pdfDissertação715.47 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons