Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/26485
ORCID:  http://orcid.org/0000-0002-2202-8579
Document type: Trabalho de Conclusão de Curso
Access type: Acesso Aberto
Title: Perfil terapêutico do Canabidiol em epilepsias
Author: Yochimura, Denise
First Advisor: Do Santos, Benvinda Rosalina
Summary: O Canabidiol (CBD), um dos mais dos 60 princípios ativos presentes na planta Cannabis sativa, popularmente conhecida como maconha, foi isolado em 1940 pelo pesquisador Raphael Mechoulam e colaboradores, perfazendo este até 40% do extrato bruto nessa espécie. Este princípio ativo participa de inúmeras ações farmacológicas, como por exemplo no tratamento da dor, imunossupressão, náuseas, ansiedade, sono, sintomas da epilepsia, esquizofrenia, doenças de Parkinson, Alzheimer. Atualmente, embora ainda não totalmente legalizado ou, como no caso do Brasil, não autorizado pela ANVISA, o CBD tem sido referência para tratar crises convulsivas, principalmente nos portadores de epilepsia refratárias, uma doença neurológica caracterizada por ocorrências periódicas e imprevisíveis de crises convulsivas que podem manifestar-se de formas variadas, desde uma crise de ausência, ou até convulsões mioclônicas e/ou tônico-clônicas. Convulsões são causadas por excessivas despolarizações neuronais, sendo essas descargas elétricas súbitas, anormais e desordenadas. As causas da epilepsia compreendem desde abuso de substâncias (lícitas ou ilícitas) e sua abstinência, acidente vascular cerebral, doenças virais ou bacterianas, e até mesmo de origem congênita. Em alguns casos, principalmente em crianças, o tratamento com antiepilépticos tradicionalmente disponíveis é ineficaz, acarretando a esses pacientes desde uma baixa qualidade de vida até ocorrência de morte precoce, devido à necessidade de aumento exacerbado de doses para o controle das convulsões. Neste sentido, se faz necessário explorar a capacidade terapêutica da Cannabis sativa, mais especificamente do seu componente CBD, como produto efetivo para o controle das convulsões nas doenças epileptiformes, Assim, este trabalho buscou através do levantamento bibliográfico atualizar o conhecimento sobre a participação do CBD no tratamento de crises epiléticas de origem diversas, tratáveis e/ou refratárias. O resultado deste levantamento comprova que o CBD pode ser de alto valor terapêutico no tratamento das epilepsias, principalmente as refratárias, com baixa incidência de efeitos adversos severos, bem como a melhora na qualidade de vida dos pacientes submetidos a essa medicação, o que também contribui para embasar a discussão no âmbito da jurisprudência no Brasil.
Keywords: Canabidiol
Cannabidiol
Epilepsia
Epilepsy
Crises convulsivas
Seizures
Antepilépticos
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Quote: YOCHIMURA, Denise. Perfil terapêutico do canabidiol em epilepsiasl. 2019. 49 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2019.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/26485
Date of defense: 17-Jul-2019
Appears in Collections:TCC - Ciências Biomédicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PerfilTerapêuticoCanabidiol.pdf922.52 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.