Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/26193
ORCID:  http://orcid.org/0000-0003-3322-0694
Document type: Trabalho de Conclusão de Curso
Access type: Acesso Embargado
Title: Uso do nursing activities score em uma unidade de terapia intensiva coronariana brasileira: uma experiência de quatro anos
Author: Almeida Júnior, Elias Rodrigues de
First Advisor: Rodrigues, Clesnan Mendes
First coorientator: Felice, Rosângela de Oliveira
First member of the Committee: Antunes, Douglas Eulálio
Second member of the Committee: Pereira, Eliana Borges Silva
Summary: Introdução: A avaliação da carga de trabalho em Enfermagem oferece subsídios para o planejamento do cuidado ao paciente. Em ambientes de Unidade de Terapia Intensiva essa carga é mensurada pelo Nursing Activies Scores (NAS), que têm demonstrado importantes aplicações administrativas e assistenciais. Este instrumento avalia o perfil de cada paciente, com informações como controle de sinais vitais, realização de procedimentos de higiene, suporte respiratório, técnicas dialíticas, etc. O somatório dos pontos obtidos é convertido em número de horas de enfermagem que um paciente necessita em 24 horas. Objetivo: o objetivo do trabalho foi descrever o NAS em uma Unidade de Terapia Intensiva Coronariana, como uma medida de carga de trabalho, além de avaliar sua oscilação temporal desde a abertura da unidade, sua oscilação em função do dia da semana e a prevalência dos subitens do instrumento. Metodologia: Foram avaliados os registros diários do NAS coletados desde 2014 até 2018. Os dados foram tabulados, resumidos com estatística descritiva e analisados com estatísticas paramétricas ou não paramétricas em função do comportamento dos dados. Resultados: O NAS apresentou valor médio de 52,91 e mediana 53,40. Os valores do NAS médio por mês oscilaram de 45,00 até 59,10. A porcentagem de pacientes acima de 50 pontos oscilou de 20,59% até 92,34%, e se mostrou um melhor indicador para avaliação da carga de trabalho mensal na unidade. Quando os dados foram estratificados em função do ano, 2018 foi o que apresentou as menores médias comparado aos demais. Quando comparados aos valores médios em função do dia da semana, foi observado que segunda a sexta-feira mostrou valores maiores que os finais de semana. Os itens avaliados do NAS que apareceram com maior frequência foram: 1ª – sinais vitais horários, cálculos e registro regular do balanço hídrico (97,22%); 2 – investigações laboratoriais (100%); 3 – medicação, exceto drogas vasoativas (99,95%); 4ª – procedimentos de higiene (99,66%); 7ª – suporte e cuidado aos familiares e pacientes por cerca de uma hora (99,93); 8ª – realização de tarefas administrativas e gerenciais de rotina (100%); e 17 – medida quantitativa do débito urinário (94,25%). Conclusão: De modo geral o NAS apresentou valores baixos, variabilidade temporal e os resultados demonstraram sobrecarga de trabalho, o que pode comprometer a assistência ao paciente.
Abstract: Introduction: The evaluation of nursing workload offers support for planning of patient care. In Intensive Care Unit environments this workload is measured by the Nursing Activies Scores (NAS) indicator, which have demonstrated important administrative and care applications. This instrument assesses the profile of each patient, with information such as vital signs control, hygiene procedures, respiratory support, dialysis techniques, etc. The sum of obtained points is converted into the number of nursing hours that a patient needs in 24 hours. Objectives: The objective of the study was to describe NAS in a Coronary Intensive Care Unit as a measure of workload, as well as to evaluate its temporal oscillation from the opening of the unit, its oscillation according to the day of the week, and the prevalence of the subitems of the instrument. Material and methods: The daily NAS data collected from 2014 to 2018 were evaluated. Data were tabulated, summarized with descriptive statistics and analyzed with parametric or non-parametric statistics on account of data behavior. Results: NAS presented a mean value of 52.91 and a median of 53.40. The average NAS values per month ranged from 45.00 to 59.10. The percentage of patients above 50 points ranged from 20.59 to 92.34, and was a better indicator for assessing the monthly workload in the unit. When the data were stratified according to the year, 2018 presented the lowest mean values compared to the other years. When compared to the mean values according to the day of the week, it was observed that Monday to Friday showed values higher than the weekends. The most frequently evaluated NAS items were: 1 - vital signs, calculations and regular registry of fluid balance (97.22%); 2 - laboratory investigations (100%); 3 - medication, except vasoactive drugs (99.95%); 4 - hygiene procedures (99.66%); 7 - support and care for relatives and patients for about one hour (99.93%); 8 - performing routine administrative and management tasks (100%); and 17 - quantitative measure of urine output (94.25%). Conclusion: In general, NAS exhibit low values, temporal variability and the results showed work overload, which can compromise patient care.
Keywords: Enfermagem
Carga de trabalho
Cardiologia
Nursing
Workload
Cardiology
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Quote: ALMEIDA JÚNIOR, Elias Rodrigues de. Uso do nursing activities score em uma unidade de terapia intensiva coronariana brasileira: uma experiência de quatro anos. 2019. 36 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2019.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/26193
Date of defense: 10-Jul-2019
Appears in Collections:TCC - Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
UsoNursingActivities.pdf
  Until 2021-07-10
TCC1.36 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.