Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/25848
Document type: Trabalho de Conclusão de Curso
Access type: Acesso Aberto
Title: Transferibilidade de primers microssatélites de miconia calvescens dc. para miconia albicans (sw.) triana (melastomataceae)
Alternate title (s): Transferability of microssatellite primers of miconia calvescens dc. for miconia albicans (sw.) triana (melastomataceae)
Author: Dickel, Gabriella da Silva Mendonça
First Advisor: Oliveira, Paulo Eugenio Alves Macedo de
First coorientator: Dias, Ana Carolina Cordeiro
First member of the Committee: Marinho, Rafaela Cabral
Second member of the Committee: Santos, Fernanda Motta da Costa
Summary: O gênero Miconia, é o maior nas Melastomataceae, um dos maiores gêneros neotropicais, com mais de 60% de espécies apomíticas. Miconia albicans é uma planta arbustiva, característica do Cerrado, as savanas do Brasil Central, onde é observada em alta densidade em áreas de regeneração. A espécie é apomítica diplospórica obrigatória. A transferibilidade de marcadores microssatélites é conferida a espécies relacionadas, em razão das sequências que antecedem as regiões microssatélites, serem altamente conservadas entre espécies de um mesmo gênero ou de uma mesma família. Embora ainda não existam primers microssatélites desenvolvidos para M. albicans, os primers desenvolvidos para M. calvencens podem ser usados como uma alternativa para o estudo da diversidade genética dessa espécie. Este trabalho teve então como objetivo avaliar o potencial de transferibilidade de marcadores microssatélites de M. calvecens para M. albicans. O DNA total de M. albicans foi extraído a partir do tecido foliar com o kit DNeasy Plant e quantificado com a utilização em NanoDrop (Thermo Fisher). Os primers microssatélites selecionados (loci: B2, B9, B102(a), B109, B117, C103, D101, D114 e D118) desenvolvidos para M. calvences foram previamente testados em 6 indivíduos de M. albicans de uma população da Estação Ecológica do Panga, Uberlândia-MG. Os fragmentos foram amplificados em termociclador PTC-200 (MJ Research) com diferentes temperaturas de anelamento e, posteriormente os testes foram realizadas com 20 indivíduos de uma população. Os produtos de amplificação foram separados por meio de eletroforese em gel de agarose 3% com a tensão de 110 V por 2 horas e 30 minutos, em seguida, foram fotodocumentados. Os géis apresentaram bandas dentro do padrão esperado de peso molecular e ocasionalmente bandas inespecíficas. Obtivemos 88 % de transferabilidade dos primers testados em M. albicans e evidências de heterozigozidade e efeito de poliploidia.
Abstract: The genus Miconia, is the largest in the Melastomataceae, one of the largest neotropical genera, with more than 60% of apomic species. Miconia albicans is a shrub, characteristic of the Cerrado, the savannas of Central Brazil, where it is observed in high density in areas of regeneration. The species is obligatory diplomatic apomítica. The transferability of microsatellite markers is conferred to species related, because of the sequences that precede the microsatellite regions, to be highly conserved among species of the same genus or of the same family. Although there are still no microsatellite primers developed for M. albicans, the primers developed for M. calvencens can be used as an alternative for the study of the genetic diversity of this species. The objective of this work was to evaluate the transferability potential of M. calvecens microsatellite markers for M. albicans. Total M. albicans DNA was extracted from the leaf tissue with the DNeasy Plant kit and quantitated with the use in NanoDrop (Thermo Fisher). The selected microsatellite primers (loci: B2, B9, B102, B109, B117, C103, D101, D114 and D118) developed for M. calvences were previously tested in 6 M. albicans individuals from a population of the Ecological Station of the Panga, Uberlândia-MG. The fragments were amplified in PTC-200 (MJ Research) thermocycler with different annealing temperatures, and subsequently the tests were performed with 20 individuals from a population. The amplification products were separated by electrophoresis on 3% agarose gel with the voltage of 110 V for 2 hours and 30 minutes, then photodocumented. The gels presented bands within the expected molecular weight pattern and occasionally nonspecific bands. We obtained 88% transferability of primers tested in M. albicans and evidences of heterozygosity and polyploidy effect.
Keywords: Melastomataceae
SSR
Marcador Molecular
Transferibilidade
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Quote: DICKEL, Gabriella da Silva Mendonça. Transferibilidade de primers microssatélites de miconia calvescens dc. para miconia albicans (sw.) triana (melastomataceae). 2017. 27 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/25848
Date of defense: 26-Jul-2017
Appears in Collections:TCC - Ciências Biológicas (Uberlândia)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TransferabilityMicrossatellitePrimers.pdfTCC-PDF/A2.04 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons