Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/25036
Document type: Tese
Access type: Acesso Embargado
Title: A política imigratória do Período Vargas (1930-1945) e o projeto de colonizaçâo de Andreas Thaler em Santa Catarina
Alternate title (s): Getúlio Vargas´s immigration policy (1930-1945) and Andreas Thaler´s settlement project in Santa Catarina
Author: Câmara, Fabiana Angélica Pinheiro
First Advisor: Almeida, Paulo Roberto de
First member of the Committee: Mayos Solsona, Gonçal
Second member of the Committee: Muntadas Figueras, Borjas
Third member of the Committee: Bielschowsky, Raoni Macedo
Fourth member of the Committee: Silva, Rosa Maria Ferreira da
Summary: A presente tese apresenta os resultados de nossa pesquisa de doutoramento com o objetivo de analisar o projeto de colonização austríaca empreendido no Oeste catarinense, na região de Barra de São Bento, onde foi estabelecida a colônia de Treze Tílias em 1933. Procurou-se compreender em que medida este projeto de colonização, liderado por um político conservador católico, Andreas Thaler (1833 -1939), ajustava-se com a política migratória do Estado brasileiro, entre 1930 e 45. Nesse sentido, a pesquisa buscou verificar como a colonização austríaca de Treze Tílias se articulava à política migratória do governo de Getúlio Vargas, cumprindo a função de ocupar um território que combinava questões como o vazio ocupacional dos sertões brasileiros, num espaço ao mesmo tempo conturbado por problemas agrários, e também a tentativa de impulsionar a modernização das relações trabalhistas do campo. Ademais, a colônia de imigrantes austríacos se destacou como um estudo de caso que permitiu analisar vários aspectos das normas legais implementadas pelo Estado, bem como os elementos eugênicos e étnico-raciais, presentes na política migratória brasileira a partir do período varguista. A hipótese da tese é a de que o processo de colonização de Treze Tílias é exemplar das visões daquela política migratória, das contradições e dos resultados das propostas de migração daquele período. A respeito, há hipóteses secundárias como a de que este projeto agregava elementos raciais e de construção de uma nova política agrária. Do ponto de vista metodológico, a pesquisa se apoiou em um levantamento sistematizado de informações, buscadas em livros, artigos, periódicos, livros de memória; e, ainda, acerca dos aspectos relativos à imigração, em documentos legislados do período, dentre eles as constituições de 1934 e 1937, alguns decretos-lei e decretos expedidos ao longo das décadas de 1930-40. Paralelamente, foi feita a seleção e análise de documentos oficiais e correspondências, produzidos por autoridades locais, imigrantes e governo federal. Também foi realizada uma ampla investigação de materiais jornalísticos, tais como reportagens, fotografias e depoimentos de imigrantes, publicados nas principais revistas austríacas, alemães e brasileiras, a fim de investigar narrativas e memórias da vida na colônia na época da colonização. Diante da pesquisa empreendida, tanto na Europa como no Brasil, observou-se que a colônia austríaca de Treze Tílias representou um caso peculiar e ilustrativo de colonização, vivenciando diretamente as contradições das políticas imigratórias do período Vargas. Justamente por isso, a colônia esteve à mercê das flutuações de discursos e práticas, que ocorreram naquele período histórico, adequando-se à posição política que o governo brasileiro assumia, inclusive no âmbito das relações internacionais, sobretudo diante da Segunda Guerra Mundial. Quanto às experiências compartilhadas pelos colonos, percebeu-se que o enfrentamento das dificuldades e da reelaboração da vida, agora em solo brasileiro, em muito se associou à experiência religiosa trazida da Áustria, com base no Catolicismo.
Abstract: The purpose of this thesis is to present the results of our doctoral research which aimed at analyzing the project of Austrian settlement undertaken in the West of Santa Catarina State, in the region of Barra de São Bento, where the colony of Dreizehnlinden (Treze Tílias) was established in 1933. In this regard, we sought to comprehend to what extension this settlement project, led by a conservative Catholic politician, Andreas Thaler (1833-1939), was linked to migratory policies of the Brazilian State between 1930 and 1945. Moreover, this research attempted to verify how the settlement of Dreizehnlinden was connected to the immigration policy of Getúlio Vargas´s government, performing the function of occupying a territory which combined issues such as occupational vacuum of Brazilian hinterland, in a space troubled by agrarian problem and the attempt to foster modernization of social relations in the rural areas. Furthermore, this colony of Austrian immigrants stood out as a case study which allowed analyzing various aspects of legal norms implemented by the State, as well as existing eugenic and ethnic-racial elements in the Brazilian migratory policy since Vargas era. The thesis hypothesis is that the settlement process of Dreizehnlinden is a case in point that shows several aspects of that immigration policy formulated in that period, including its contradictions and results. In addition to that, there are secondary hypotheses such as that this project of settlement encompasses racial contents and features of construction of a new agrarian policy. From a methodological standpoint, this research was supported by a systematic survey of information compiled from books, articles, journals, memory books as well as legal documents from that period, among them the 1934 and 1937 Brazilian Constitutions and some decree-laws and decrees published over the decades of 1930-40. In parallel, we selected and analysed official documents and correspondences written at that time by local authorities, immigrants and the federal government. The investigation into journalistic materials included reports, photos and immigrants ´testimonies issued in the most popular Austrian, German and Brazilian magazines in order to examine narratives and memories related to the colony´s way of life in the studied period. After conducting research, it was remarkable that the Austrian colony of Dreizehnlinden represented a peculiar and modular model of settlement, experiencing directly contradictions derived from such policies. That is exactly why the colony was at the mercy of fluctuations in discourse and practices which took place in that historical period, adjusting to the political position adopted by the Brazilian government, including in the context of international relations, especially in the face of World War II. In relation to the experiences shared by the Austrian immigrants, it is noteworthy that the process of facing difficulties and unfolding lives, now on Brazilian soil, was very much associated with the religious experience brought from Austria, which was based on Catholicism.
Keywords: Política migratória
Vargas
Treze Tílias
Migration policy
História
Imigração austríaca - Brasil - História
Treze Tílias (SC) - Colonização
Thaler, Andreas, 1883-1939
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em História
Quote: CÂMARA, Fabiana Angélica Pinheiro. A política imigratória do Período Vargas (1930-1945) e o projeto de colonização de Andreas Thaler em Santa Catarina. 2019. 169 f. Tese (Doutorado em História)- Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia. 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.te.2019.627.
Document identifier: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.te.2019.627
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/25036
Date of defense: 8-Apr-2019
Appears in Collections:TESE - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PoliticaImigratoriaVargas.pdf
  Until 2021-04-08
11.19 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.