Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/24819
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Inacurácia em espécies distílicas de Rubiaceae
Alternate title (s): Inaccuracy in distylous species of Rubiaceae
Author: Souza, Renata Trevizan Telles de
First Advisor: Oliveira, Paulo Eugênio Alves Macedo de
First member of the Committee: Silva, Raphael Matias da
Second member of the Committee: Brito, Vinícius Lourenço Garcia de
Summary: As angiospermas apresentam diferentes estratégias para reduzir a autopolinização e favorecer a polinização cruzada. A heterostilia é um polimorfismo floral que envolve estruturas reprodutivas femininas e masculinas colocadas em posição recíproca em morfos florais distintos, sendo vista como um mecanismo facilitador da polinização cruzada em indivíduos de uma espécie. Entretanto, fatores ambientais podem afetar o sistema de polinização, causando variações e até a quebra do polimorfismo. As variações na posição das estruturas reprodutivas entre os morfos podem afetar os níveis de reciprocidade, a dispersão direcional do pólen legítimo e o sucesso reprodutivo das plantas. As plantas heterostílicas estão representadas em 28 Angiospermas e as Rubiaceae abrigam o maior número de grupos distílicos entre as plantas com flores. O objetivo do estudo foi investigar variações morfológicas em populações de espécies distílicas de Rubiaceae utilizando o índice de inacurácia e ainda, buscar entender padrões e fatores que influenciam na imprecisão a nível populacional e intra-individual. Para entender a variação ao nível populacional foram compiladas informações sobre a inacurácia de espécies de Rubiaceae e testados os fatores que podem afetar esses valores. Além disso, foi observada a variação intra-individual de algumas espécies de Cerrado, entendendo que a variação dentro do individuo é um componente importante da seleção para a variação populacional. No capítulo um encontramos uma correlação positiva da inacurácia nos órgãos reprodutivos de ambos os morfos. Por outro lado, os viéses maladaptativos (desvio do ótimo) de órgãos altos e baixos foram positivamente relacionado entre si. Apontamos o viés maladaptativo dos órgãos baixos e o estigma do morfo brevistilo como sendo os principais contribuintes para a inacurácia total. Além disso, demonstramos que o tamanho da corola é o único fator que influencia nos valores de inacurácia dos órgãos reprodutivos nos morfos. Assim, nosso estudo apontou padrões e tendências em plantas distílicas com base em uma ampla amostragem de populações. No segundo capítulo, observamos que a variação intra-individual ocorre principalmente no tamanho dos órgãos baixos dos morfos e na altura do estigma brevistilo. Assim, sugerimos que a imprecisão pode variar de maneira diferente no nível da flor e isso pode estar relacionado à diferente efetividade de cada órgão sexual em cada morfo e as diferentes pressões seletivas que condicionam essa imprecisão.
Abstract: Angiosperms have largely evolved very specialized reproductive strategies to benefit from efficient cross-pollination and cross-fertilization. The Heterostyly is a floral polymorphism that involves female and male reproductive structures in reciprocal position in distinct floral morphs, been seen as a mechanism that promotes cross-pollination in plant species. However, environmental factors can affect the pollination system causing variations and the breakdown of the polymorphism. Variations in the reproductive structures position affect the reciprocity level between morphs, the dispersion of legitimate pollen, and the reproductive success of the species. The heterostylous plants are represented in 28 Angiosperms and the Rubiaceae have the larger number of distyly groups among the flowering plants. The objective of the study was to investigate morphological variations in populations of distylous species of Rubiaceae using the inaccuracy index and understand patterns and factors that influence imprecision at the population and intra-individual level. To understand the variation at the population level, information of the inaccuracy in species of Rubiaceae were compiled and the factors that affected these values were tested. In addition, it was observed the intra-individual variation in some Rubiaceae species of the Cerrado, to understand the variation within the individual as an important component of for the evolution of population variation. The study pointed out patterns and trends in distylous plants based on a wide sampling of populations. In chapter one, we found that the inaccuracy of organs of both morphs was positively related among then. On the other hand, maladaptive bias (mean departure from optimum) of high and low organs were positively related to each other. We point out the maladaptive bias on low organs and thrum stigma as the main contributors to total inaccuracy. We demonstrate that corolla size is the only factor influencing inaccuracy on reproductive organs of both morphs. In the second chapter, we observed that the intra-individual variation occurs mainly in the low organs size and height of stigma of thrum morphs. Therefore, we suggest that the imprecision may vary differently at the flower level and this may be related to the different effectiveness of each sexual organ in each morph and the different selective pressures conditioning such imprecision.
Keywords: Polinização
Pollination
Polimorfismos florais
Heterostilia
Imprecisão entre morfos
Plantas floríferas
Rubiacea
Polinização
Biologia vegetal
Variação intra-individual
Intra-individual variation
Imprecision between morphs
Heterostyly
Floral polymorphisms
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Biologia Vegetal
Quote: SOUZA, Renata Trevizan Telles de. Inacurácia em espécies distílicas de Rubiaceae. 2019. 69 f. Dissertação (Mestrado em Biologia Vegetal) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2019.1251.
Document identifier: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2019.1251
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/24819
Date of defense: 25-Feb-2019
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Biologia Vegetal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
InacuráciaEspéciesDistílicas.pdf2.5 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.