Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/24791
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Agressividade, caracterização molecular de isolados de Pantoea ananatis e nanoparticulas no controle da bactéria na cultura do milho
Alternate title (s): Aggressiveness, genetic diversity of isolates of Pantoea ananatis and nanoparticles in control of bacteria in corn culture
Author: Mota, Raquel Pinheiro da
First Advisor: Tebaldi, Nilvanira Donizete
First member of the Committee: Lima, Alison Talis Martins
Second member of the Committee: Silva, Anielle Christine Almeida
Third member of the Committee: Pereira, Igor Souza
Summary: A mancha branca do milho, causada pela bactéria Pantoea ananatis destaca-se como uma das principais doenças foliares da cultura. Para o manejo da doença recomenda-se a utilização de genótipos resistentes e produtos químicos que não vem apresentando eficiência, portanto uma inovação tecnológica no controle químico de fitopatógenos deve ser avaliado no controle da doença. Assim, o presente trabalho teve como objetivos: avaliar a agressividade de isolados de P. ananatis; caracterizar molecularmente isolados de P.ananatis e avaliar o efeito de nanopartículas no controle da bactéria em plantas de milho. Para a avaliação da agressividade, foram utilizados nove isolados de P. ananatis inoculados em três genótipos de milho (DKB230, AG9025 e 2B810PW), com quatro repetições. A severidade da mancha branca das folhas foi avaliada aos 2, 4, 6 e 8 dias após a inoculação, usando uma escala de notas. Para caracterização molecular foram estudados 23 isolados de P. ananatis utilizando os primers específicos ANAF/ANAR e primer universal BOX. Para controle com nanopartículas foram utilizados nanocristais de ZnO dopados com quatro elementos: cobre (Cu), ferro (Fe), manganês (Mn), e níquel (Ni) em diferentes concentrações e em duas formas distintas de controle. Os isolados bacterianos UFU A18 e UFU B13 foram mais agressivos nos genótipos de milho suscetíveis (DKB230, AGV9025) e no genótipo resistente (2B810PW) não houve desenvolvimento da doença. Os isolados foram identificados como P. ananatis com o uso do primer específico e permitiu o estudo da diversidade genética dos isolados com o primer BOX. A utilização de nanocristais de óxido de zinco (ZnO) dopados com cobre e manganês reduziu a severidade da doença em plantas de milho em casa de vegetação.
Abstract: The maize white spot, caused by Pantoea ananatis stands out as one of the main foliar diseases of culture. For the management of this disease it is recommended the use of resistant genotypes and chemicals that there has been presenting efficiency, therefore a technological innovation in chemical control of phytopathogens should be evaluated in the control of the disease.Thus, the present work had as objectives: to assess the aggressiveness of isolates of P. ananatis; molecularly characterize isolates of P. ananatis and to evaluate the effect of nanoparticles in control of bacteria in corn plants For the evaluation of aggressiveness were used nine isolates of P. ananatis inoculated in three maize genotypes (DKB230, AG9025, 2B810PW), with four replications. The severity of white spot of leaves was evaluated at 2, 4, 6 and 8 days after inoculation, using a scale of note; for molecular characterization werw studied 23 isolates of P. ananatis using the specific primers ANAF/ANAR and universal BOX. To control with nanoparticles were used nanocrystals of (ZnO) doped with four elements - copper (Cu), iron (Fe), manganese (Mn), and nickel (Ni) - in different concentrations and in two distinct forms of control. The bacterial isolates UFU18 and UFU B13 were more aggressive in maize genotypes susceptible (DKB230, AGV9025), and in the resistant genotype (2B810PW) there was no disease development of the disease. The isolates were identified as P. ananatis using specific primer and allowed the study of genetic diversity of the isolates with primer BOX. The use of nanocrystals of zinc oxide (ZnO) doped with copper (Cu) and manganese (Mn) reduced disease severity in maze plants in greenhouse.
Keywords: Mancha branca
Maize white spot
Nanopartículas
Nanoparticles
PCR
PCR
Zea mays
Agronomia
Milho - Doenças e pragas
Fitopatologia
Nanoparticulas
Milho - Cultura
Bactérias fitopatogênicas
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Agronomia
Quote: MOTA, Raquel Pinheiro da. Agressividade, caracterização molecular de isolados de Pantoea ananatis e nanopartículas no controle da bactéria na cultura do milho. 2019. 56 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2019.4
Document identifier: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2019.4
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/24791
Date of defense: 5-Feb-2019
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AgressividadeCaracterizaçãoMolecular.pdfAgressividade, caracterização molecular de isolados de Pantoea ananatis e nanoparticulas no controle da bactéria na cultura do milho373.42 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.