Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/24787
Document type: Trabalho de Conclusão de Residência
Access type: Acesso Aberto
Title: O uso das metodologias ativas na formação do profissional de saúde: uma crítica à luz do materialismo histórico-dialético
Alternate title (s): The use of active methodologies in the formation of the health professional: a critique in the light of historical-dialectical materialism
Author: Santiago, Nathânia Vaz
First Advisor: Netto, Nilson Berenchtein
First member of the Committee: Schuhli, Vitor Marcel
Second member of the Committee: Elias, Marisa Aparecida
Summary: As metodologias ativas estão se expandindo e se consolidando como teoria e técnica pedagógicas na formação superior do profissional de saúde, produzindo uma necessidade de análise deste fenômeno com o intuito de avaliá-lo criticamente, buscando compreender suas origens, seu desenvolvimento e suas consequências para a formação, a atuação e o desenvolvimento da consciência social da parcela da classe trabalhadora empregada no setor da saúde. O objetivo deste trabalho é, portanto, investigar as determinações materiais e suas expressões filosóficas, políticas e ideológicas do processo de adesão às metodologias ativas na formação do profissional de saúde, a partir da análise da produção científica sobre o tema, à luz do materialismo histórico-dialético. Foram analisados os artigos científicos disponibilizados na base de dados BVSalud que continham no título a expressão "metodologias ativas" e seus derivados. Os resultados apontam para a utilização das metodologias ativas como resposta à exigência de um novo perfil profissional, produto do processo de reestruturação produtiva e do regime de acumulação flexível na fase tardia do capitalismo. Além disso, a institucionalização do movimento sanitário e a absolutização da democracia, do pluralismo e da participação social como táticas, produziram um terreno ideológico propício à adoção das metodologias ativas pelos educadores por um processo de sedução e alienação. Por fim, foi abordada a influência da educação popular e do método de "ação-reflexão-ação", bem como esclarecida a suposta identificação entre o método da Problematização e o Materialismo Histórico-Dialético. Conclui-se que as metodologias ativas são obstáculos metodológicos e ideológicos à apropriação, pelos futuros profissionais de saúde, do conhecimento científico produzido e acumulado pela humanidade, e estão, de fato, a serviço da manutenção da ordem burguesa e da perpetuação da exploração e dominação de classe.
Abstract: The active learning methodologies are expanding and consolidating as pedagogical theory and technique in the education of the health professional, producing a need to analyze this phenomenon with the purpose of evaluating it critically, seeking to understand its origins, its development and its consequences for the education, practice and social consciousness of the working class employed in the health sector. The aim of this study is to investigate the material determinations and their philosophical, political and ideological expressions in the process of affiliation to the active learning methodologies in the education of the health professional. Were analyzed, on the dialectical materialism method, the scientific articles available in the BVSalud database that contained the term "active learning methodologies" and their derivatives. The results indicate the use of active learning methodologies as a response to the demand of a new professional profile, a product of the process of production restructured and of flexible accumulation in the late phase of capitalism. In addition, the institutionalization of the sanitarist movement and the absolutization of democracy, pluralism and social participation as tactics, produced a propitious ideological basis to the adoption of active learning methodologies by educators through a process of seduction and alienation. Finally, the influence of popular education and the "action-reflection-action" method was discussed, as well as the false identification between the Problematization method and the dialectical materialism method. In conclusion, the active learning methodologies are methodological and ideological obstacles to the appropriation by future health workers of the scientific knowledge produced by humanity, and are, in fact, at service of the maintenance of bourgeois order and the perpetuation of class exploitation and domination.
Keywords: Aprendizagem ativa
Formação profissional em saúde
Reforma sanitária
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Quote: SANTIAGO, Nathânia Vaz. O uso das metodologias ativas na formação do profissional de saúde: uma crítica á luz do materialismo histórico-dialético. 2019. 95 f. Trabalho de Conclusão de Residência (Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2019.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/24787
Date of defense: 25-Feb-2019
Appears in Collections:TCR - Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
UsoMetodologiasAtivas.pdfTCR665.45 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.