Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/24291
Document type: Tese
Access type: Acesso Embargado
Title: Cimentação de pinos de fibra de vidro: efeito do método de verificação do preparo do conduto e da mistura e inserção de cimento resinoso
Alternate title (s): Fiberglass post cementation: effect of verification method for post space preparation and resin cement mixing and insertion
Author: Silva, Natércia Rezende
First Advisor: Soares, Carlos José
First member of the Committee: Carlo, Hugo Lemes
Second member of the Committee: Fonseca, Rodrigo Borges
Third member of the Committee: Menezes, Murilo de Sousa
Fourth member of the Committee: Santos Filho, Paulo César de Freitas
Summary: A restauração de dentes tratados endodonticamente frequentemente requer o uso de retentores intraradiculares para viabilizar a reconstituição coronária, promovendo retenção à restauração. No entanto, o sucesso desse tratamento pode ser influenciado por diversos fatores biológicos, mecânicos e estéticos. Este estudo tem como objetivo geral avaliar diversas etapas que interferem no desempenho da cimentação de pinos de fibra de vidro em dentes tratados endodonticamente. O mesmo foi dividido em quatro objetivos específicos; objetivo específico 1: avaliar o efeito da porosidade de cimentos resinosos autoadesivos na distribuição de tensões, retenção do pino e padrão de falha de pinos de fibra de vidro cimentados em dentina radicular humana. Objetivo específico 2: avaliar o efeito do método de visualização durante o preparo do espaço do pino sobre o remanescente de material obturador endodôntico e sobre a resistência adesiva do pino de fibra de vidro. Análise por microCT e micropushout. Objetivo específico 3: avaliar o efeito do método de mistura e inserção de cimentos resinosos no canal radicular sobre a porosidade do cimento e resistência adesiva do pino de fibra de vidro. Análise por microCT e micropushout. Objetivo específico 4: apresentar aos clínicos protocolo de cimentação de pinos de fibra de vidro, estabelecendo guia prático de técnicas de mistura e inserção de cimentos resinosos auto-adesivos. A análise dos resultados dos diferentes objetivos conclui se que: a presença de bolhas afetou negativamente a distribuição de tensão e a resistência de união de pinos de fibra de vidro à dentina radicular. Recomenda-se o uso de microscopia confocal para análise de padrão de falha. O uso de dispositivo de aumento da visão como a lupa e o microscópio no momento do preparo do espaço do pino não melhorou a resistência adesiva e não interferiu na quantidade de material obturador endodôntico remanescente no preparo de dentes anteriores. O uso de dispositivo de ampliação da visão como lupa e microscópio não são primordiais no processo de preparo do conduto para cimentação de pino de fibra de vidro. A resistência adesiva e a porosidade são negativamente influenciados pela manipulação manual e inserção do cimento com lima endodôntica na cimentação de pinos de fibra de vidro, pois resulta em maior geração de bolhas. O método de auto-manipulação e inserção dos cimentos resinosos auto-adesivos com pontas que geram acesso à porção mais apical do conduto radicular (endo tips) produzem melhor resultado na cimentação de pino de fibra de vidro. A adequada seleção do sistema de pino somente deve ser indicada na ausência de retenção para reconstrução coronária e o mínimo desgaste da estrutura dental deve ser preconizado; o diâmetro do pino deve ser limitado ao diâmetro do canal radicular. Cimentos resinosos auto-adesivos reduzem os passos clínicos e possíveis erros técnicos na cimentação de pinos de fibra de vidro e devem ser misturados e inseridos usando pontas com acesso ao terço mais apical do canal radicular (centrix para cimentos misturados manualmente e endo tips para cimentos automix).
Abstract: Restoration of endodontically treated teeth frequently requires the use of fiberglass post to enable coronary reconstitution, promoting retention to the restoration. The success of the treatment may be influenced by several biological, mechanical and aesthetic factors. This study aimed to evaluate several steps that interfere in the performance of fiberglass post cementation in endodontically treated teeth. This study was divided into four specific objectives; specific objective 1: to evaluate the effect of porosity of self-adhesive resin on the stress distribution, post retention and failure mode of fiber post cemented to human root dentin; specific objective 2: to evaluate the effect of visualization method for post space preparation on root cleanness and on fibre post bond strength. MicroCT and micopushout analysis. Specific objective 3: to evaluate the effect of the resin cement mixing and insertion method into the root canal on resin cement porosity and fiber post push-out bond strength. MicroCT and micopushout analysis. Specific objective 4: to present the clinical protocol of fiberglass post cementation, establishing clinical guidelines for mixing and insertion of self-adhesive resin cements. After analysing the results, it can be concluded that the bubbles generated during resin cement insertion into the root canal negatively affect the stress distribution and the bond strength. The use of confocal microscopy is recommended for failure analysis. The use of magnification devices as loupes and microscopes while performing post space preparation did not improve the bond strength and did not affect in the sealer remain of anterior teeth. Bond strength and porosities is influenced by the mixing process and insertion with endodontic file for luting glass fiber posts. The automix associated to delivery system (endo tip) produced better results for cementing fibreglass posts. The adequate selection of the post system which should only be indicated in the absence of retention for coronary reconstruction and the minimum wear of the tooth structure should be prioritized; the post diameter should be limited to the root canal diameter. Self-adhesive resin cements reduce clinical steps and possible technical errors in glass fiber post cementation and should be mixed and inserted using tips with access to the most apical third of the root canal (centrix for manual mixing cements and endo tips for automix cements). The use of vision magnifying devices such as lupes and surgical microscope are not primordial in the process of clearing the root canal for fiberglass post cementation.
Keywords: Pino de fibra de vidro
Técnica de inserção
Odontologia
Restauração (Odontologia)
Cimentos dentários
Dentina
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Odontologia
Quote: SILVA, Natércia Rezende da. Cimentação de pinos de fibra de vidro: efeito do método de verificação do preparo do conduto e da mistura e inserção de cimento resinoso. 2017. 139 f. Tese (Doutorado em Odontologia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.te.2018.460
Document identifier: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.te.2018.460
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/24291
Date of defense: 18-Aug-2017
Appears in Collections:TESE - Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CimentaçãoPinoFibra.pdf
  Until 2021-02-13
Cimentaçãopinofibra6.97 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.