Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/23806
Document type: Trabalho de Conclusão de Curso
Access type: Acesso Aberto
Title: Uso do método bobath em pacientes com paralisia cerbral.
Alternate title (s): Use of the bobath method in patients with cerebral paralysis.
Author: Nascimento, Taynah Lopes
Nogueira, Mariana Luisa
First Advisor: Dionísio, Jadiane
First member of the Committee: Kishi, Marcos Seizo
Second member of the Committee: Lange, Cristiane
Summary: A Paralisia Cerebral (PC) é caracterizada por uma lesão no Sistema Nervoso Central (SNC) que cursa em alteração no comportamento motor. Um tipo de classificação do PC é em relação à topográfica da lesão, como a diplegia, por exemplo, usando como tratamento fisioterapêutico o método Bobath, para minimizar as consequências desses distúrbios. O objetivo do presente estudo foi observar a melhora e aumento da capacidade motora de crianças com PC através do Conceito Neuroevolutivo - Método Bobath. Caracteriza-se por um estudo prospectivo, longitudinal de caráter avaliativo através da aplicação do método Bobath em pacientes com paralisia cerebral. Foi preenchida uma ficha de avaliação em forma de questionário, logo após foi iniciado a avaliação segundo a escala GMFM, o que levou um tempo de 15 a 20 minutos, e então começamos a sessão de Bobath que teve a duração de 50 minutos, totalizando 8 sessões de tratamento. De acordo com a avaliação, nossa amostra foi composta por 3 meninas (75%) e 1 menino (25%), destes, 2 (50%) eram caucasianos e 2 (50%) pardos. A média de idade dessas crianças era de 8,5 (±1,5) anos e a média de peso era de 29 (±5,65)Kg. Foi utilizado teste t de Student, priorizando o nível de significância de p menor que 0,05. Foi observado melhora estatisticamente significativa na análise interindividuo das dimensões B, D e E quando comparado a primeira e última avaliação [T: -4.7617 (p:0.0020)]; em decorrência a este, foi realizado uma analise intradimensão, sendo observado melhora estatisticamente significativa na análise intragrupal da dimensão E [T: -5.2766 (p:0.0341)], não havendo uma diferença significativa na dimensão D [T: -3.4641 (p:0.0741)]. A intervenção fisioterapêutica, com base no conceito neuroevolutivo Bobath contribuiu para a evolução qualitativa do desempenho funcional dos participantes com paralisia cerebral, na habilidade motora grossa, porém são necessárias mais de oito sessões da terapia e uma quantidade maior de crianças, para um melhor resultado.
Abstract: Cerebral Palsy (CP) is characterized by a lesion in the Central Nervous System (CNS) that leads to changes in motor behavior. One type of PC classification is in relation to the topography of the lesion, such as diplegia, for example, using as a physiotherapeutic treatment the Bobath method, to minimize the consequences of these disorders. The objective of the present study was to observe the improvement and increase of the motor capacity of children with CP through the Neuroevolutionary Concept - Bobath Method. It is characterized by a prospective, longitudinal study of evaluative character through the application of the Bobath method in patients with cerebral palsy. An evaluation form was completed in the form of a questionnaire, shortly after the GMFM evaluation began, which took 15 to 20 minutes, and then we started the 50-minute Bobath session, totaling 8 Treatment sessions. According to the evaluation, our sample consisted of 3 girls (75%) and 1 boy (25%), of these, 2 (50%) were Caucasian and 2 (50%) brown. The mean age of these children was 8.5 (± 1.5) years and the mean weight was 29 (± 5.65) kg. Student's t-test was used, prioritizing the significance level of p less than 0.05. Statistically significant improvement was observed in the interindividual analysis of B, D and E dimensions when compared to the first and last evaluation [T: -4.7617 (p: 0.0020)]; (P: 0.0341)], there was no significant difference in the D dimension [T: -3.4641 (p: 0.0741)]. Physiotherapeutic intervention based on the neuroevolutionary concept Bobath contributed to the qualitative evolution of the functional performance of the participants with cerebral palsy in the gross motor skill, but more than eight therapy sessions and a larger number of children are necessary for a better result.
Keywords: Paralisia cerebral
Paralysis cerebral
Bobath
GMFM
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Quote: NOGUEIRA, Mariana Luisa; NASCIMENTO, Taynah Lopes. Uso do método BOBATH em pacientes com paralisia cerbral. 2017. 12 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fisioterapia) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/23806
Date of defense: 30-Jun-2017
Appears in Collections:TCC - Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
UsoMétodoBobath.pdf261.78 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.