Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/22679
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Parâmetros hemato-bioquímicos e estresse oxidativo em trabalhadores noturnos: Influência do período do dia destinado à alimentação
Alternate title (s): Hemato-Biochemical and Oxidative Stress Parameters in Night Workers: Influence of Daily Feeding Period
Author: Medeiros, Luciana Alves de
First Advisor: Penha-Silva, Nilson
First member of the Committee: Maia, Yara Cristina de Paiva
Second member of the Committee: Bortolini, Miguel Junior Sordi
Summary: O trabalho noturno submete o indivíduo a diversas mudanças no estilo de vida, dentre as quais se destaca o aumento do consumo de alimentos durante a noite, fator que estende o período do dia destinado à alimentação (eating duration) e pode desalinhar os ritmos circadianos. Essa modalidade de trabalho vem sendo associada a alterações metabólicas e desenvolvimento de doenças crônicas, como obesidade, diabetes tipo 2 e doenças cardiovasculares, nas quais o envolvimento de alterações hemato-bioquímicas e estresse oxidativo já é bem conhecido. A redução do período do dia destinado à alimentação tem mostrado benefícios metabólicos e de perda de peso, principalmente em modelo animal. Porém, sua influência em parâmetros hemato-bioquímicos e estresse oxidativo não são bem esclarecidos em trabalhadores noturnos. Neste sentido, o objetivo do presente estudo foi avaliar parâmetros hemato-bioquímicos e estresse oxidativo em trabalhadores noturnos com maior e menor eating duration, e verificar a associação dos mesmos com variáveis antropométricas. A hipótese é que indivíduos com menor eating duration apresentem menor estresse oxidativo e melhor perfil hemato-bioquímico. Foi realizado um estudo transversal com 36 trabalhadores do período noturno, os quais foram divididos em 2 grupos com base na mediana do eating duration (≤ 13h30m e > 13h30m). Parâmetros antropométricos (Índice de Massa Corporal, IMC; e Circunferência da Cintura, CC), hemato-bioquímicos e marcadores de agressão oxidativa e de defesa antioxidante foram avaliados. Exceto para o hematócrito, que foi maior no grupo com maior eating duration, não foram encontradas diferenças entre os parâmetros analisados, o que refutou nossa hipótese inicial. Contudo, o IMC e, principalmente, a CC foram associados a um maior número de alterações em parâmetros hemato-bioquímicos e de estresse oxidativo que podem ter implicações negativas, principalmente relacionadas a doenças cardiovasculares. Correlações positivas foram encontradas com eritrócitos (ρ=0,59, p=0,012), hemoglobina (ρ=0,49, p=0,044), hematócrito (ρ=0,50, p=0,039), plaquetas (ρ=0,54, p=0,024), triglicérides (ρ=0,50, p=0,041), ácido úrico (ρ=0,62, p=0,007), carbonilas (ρ=0,48, p=0,053), H2O2 (ρ=0,48, p=0,068) e nitrito (ρ=0,60, p=0,014), e uma correlação negativa foi observada com a superóxido dismutase (ρ= -0,55, p=0,021). A ocorrência dessas correlações apenas no grupo com eating duration > 13h30m sugere que os trabalhadores com eating duration ≤ 13h30m tenham algum mecanismo protetor para fatores de risco cardiovascular frente ao ganho de gordura (principalmente abdominal). Embora o período de jejum em 24 horas não tenha sido avaliado neste trabalho, como ele aumenta à medida que o período destinado a alimentação diminui, é possível que esse mecanismo protetor seja o maior período de jejum.
Abstract: Night work subjects the individual to a variety of lifestyle changes, among which the increase in food consumption at night is a factor that extends the eating period and can disrupt circadian rhythms. This modality of work has been associated with metabolic alterations and the development of chronic diseases, such as obesity, type 2 diabetes and cardiovascular diseases, in which the involvement of hemato-biochemical changes and oxidative stress is already well known. The reduction of the feeding period has shown metabolic and weight loss benefits, especially in animal models. However, its influence on hemato-biochemical parameters and oxidative stress are not well understood in night workers. In this sense, the objective of the present study was to evaluate hemato-biochemical and oxidative stress parameters in nocturnal workers with higher and lower eating duration, and to verify their association with anthropometric variables. The hypothesis is that individuals with lower eating duration present lower oxidative stress and better hemato-biochemical profile. A cross-sectional study was performed with 36 night-time workers, who were divided into 2 groups based on median eating duration (≤ 13h30m and> 13h30m). Anthropometric (Body Mass Index, BMI, and Waist Circumference, CC) and hemato-biochemical parameters and markers of oxidative stress and antioxidant defense were evaluated. Except for the hematocrit, which was higher in the group with higher eating duration, no differences were found between the analyzed parameters, which refuted our initial hypothesis. However, BMI and, mainly, CC, were associated with a greater number of alterations in hemato-biochemical and oxidative stress parameters, and this may have negative implications, mainly related to cardiovascular diseases. Positive correlations were found with erythrocytes (ρ=0,59, p=0,012), hemoglobin (ρ=0,49, p=0,044), hematocrit (ρ=0,50, p=0,039), platelets (ρ=0,54, p=0,024), triglycerides (ρ=0,50, p=0,041), uric acid (ρ=0,62, p=0,007), carbonils (ρ=0,48, p=0,053), H2O2 (ρ=0,48, p=0,068) and nitrite (ρ=0,60, p=0,014), and a negative correlation was observed with superoxide dismutase (ρ= -0,55, p=0,021). The occurrence of these correlations only in the group with eating duration >13h30m suggests that workers with eating duration ≤ 13h30m have some protective mechanism for cardiovascular risk factors related to fat gain (mainly abdominal). Although the 24-hour fasting period has not been evaluated in this study, as it increases with the decrease in the feeding period, it is possible that this protective mechanism is the longest fasting period.
Keywords: Trabalhador noturno
Circunferência da cintura
Padrão alimentar
Eating duration
Waist circumference
Eating pattern
Night worker
Genética
Trabalho noturno
Trabalhadores - Saúde
Saúde do Trabalhador
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOQUIMICA
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Genética e Bioquímica
Quote: MEDEIROS, Luciana Alves de. Parâmetros hemato-bioquímicos e estresse oxidativo em trabalhadores noturnos: Influência do período do dia destinado à alimentação. 2018. 72 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Bioquímica) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2018.590
Document identifier: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2018.590
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/22679
Date of defense: 26-Jul-2018
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Genética e Bioquímica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ParametrosHemato-bioquímicosEstresse.pdfDissertação7.26 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.