Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/22340
Document type: Tese
Access type: Acesso Aberto
Title: Efeitos da seleção sexual sobre o pareamento dependente de tamanho: padrões gerais, variações espaço-temporais e mecanismos subjacentes
Alternate title (s): Effects of sexual selection on size-dependent matching: general patterns, spatio-temporal variations, and underlying mechanisms
Author: Moura, Rafael Rios
First Advisor: Gonzaga, Marcelo de Oliveira
First member of the Committee: Santos, Adalberto José dos
Second member of the Committee: Vasconcellos Neto, João
Third member of the Committee: Vieira, Camila
Fourth member of the Committee: Vasconcelos, Heraldo Luis de
Summary: Pareamento dependente de tamanho (PDT) é um dos padrões mais estudados na ecologia comportamental porque afeta as variações de tamanho das populações e pode levar à especiação simpátrica. Alguns mecanismos foram propostos para explicar por que esse padrão é tão comum em animais e em que cenários ele deve ocorrer. Dentre eles, a hipótese de escolha de parceiros tem sido a mais estudada. Ela pressupõe que o pareamento deve ocorrer quando: (1) indivíduos grandes têm vantagens na competição intrassexual; (2) um ou ambos os sexos preferem parceiros grandes e (3) a variação na qualidade dos parceiros está associada ao seu tamanho. Apesar de ter suporte empírico, a escolha de parceiros pode ocorrer sem que isso resulte em PDT, provavelmente, porque outros fatores associados à competição por parceiros podem influenciar escolha de parceiros e mudar seus efeitos sobre o PDT, como a intensidade de competição intrassexual e a disponibilidade de parceiros. Por exemplo, altos custos de competição e a dificuldade de encontrar e avaliar parceiros podem enfraquecer a seleção de parceiros e o PDT. Além disso, essa hipótese permite explicar potenciais variações espaço-temporais. Nessa tese, analiso a influência desses fatores sobre os pareamentos em animais, usando duas espécies de artrópodes, como modelos experimentais, e uma metanálise. Com isso, descrevi os primeiros casos de PDT em formigas e percevejos e avaliei os padrões gerais e as variações espaciais e temporais do PDT em animais. Encontrei suporte empírico para a hipótese de intensidade de competição por parceiros, inaugurando uma nova linha de pesquisa com estudos prolíficos para avaliar os efeitos da seleção sexual sobre o PDT.
Abstract: Size-assortative mating (SAM) is one of the patterns more studied in behavioral ecology, because it affects size variation of populations and can promote sympatric speciation. Some mechanisms were proposed to explain why this pattern is common in animals and in which scenarios it may occur. Mate choice has been the most studied mechanism. This hypothesis proposes that SAM should occur when: (1) large individuals have advantages in intrasexual competition; (2) one or both sexes prefer large partners; and (3) there is variation in the mate quality related to body size. This hypothesis has clarified several cases in which SAM occurred. However, in some cases, SAM did not occur even when predictions of mate choice hypothesis were corroborated, probably, because factors related to mating competition may influence mate choice changing its effects on SAM, such as the intensity of intrasexual competition and mate availability. Excessive costs of intrasexual competition and the difficulty of finding a partner can weak mate choice, leading to random mating. Variations in mating competition and mate availability can be estimated using population parameters, such as sex ratio and population density. Furthermore, mating competition hypothesis may explain and predict spatio-temporal variation. In this thesis, I investigate effects of mating competition on SAM, using two arthropod species, as experimental models, and a meta-analytic approach. Thus, I describe the first cases of SAM in ants and stink bugs and evaluate general patterns and spatio-temporal variation of SAM in animals. I found empirical support to mating competition hypothesis, inaugurating a new line of research with prolific studies about effects of sexual selection on assortative mating.
Notes: Essa tese foi apoiada e financiada pelo Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais, Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Duratex S.A., Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CNPq), Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia dos Hymenoptera Parasitoides da Região Sudeste (HYMPAR/Sudeste - CNPq/CAPES/FAPESP), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Proc. APQ-02104-14, CRA-30058/12, APQ-03202-13; APQ-02474-15), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Proc. 306157/2014-4; 403733/2012-0; 445832/2014-2; 465562/2014-0; 441225/2016-0), and Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP: 465562/2014-0; 14196-5/2017).
Keywords: Mating competition
Size-assortative mating
Ecologia
Animal - Comportamento
Ecologia populacional
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais
Quote: MOURA, Rafael Rios.Efeitos da seleção sexual sobre o pareamento dependente de tamanho: padrões gerais, variações espaço-temporais e mecanismos subjacentes. 2018. 107 f. Tese (Doutorado em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.te.2018.475
Document identifier: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.te.2018.475
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/22340
Date of defense: 23-Feb-2018
Appears in Collections:TESE - Ecologia e Conservação de Recursos Naturais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EfeitosSelecaoSexual.pdf1.81 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.