Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/21576
Document type: Trabalho de Conclusão de Curso
Access type: Acesso Aberto
Title: Estudo comparativo da administração de tramadol por via oral e intramuscular no controle da dor em cadelas após Ovariosalpingohisterectomia.
Author: Chiovato, Renata Carrijo
First Advisor: Alves, Aracelle Elisane
First member of the Committee: Mota, Francisco Cláudio Dantas
Second member of the Committee: Santos, Felipe Sales dos
Summary: O aumento significativo do número de animais abandonados nos centros urbanos tem gerado grande preocupação com a saúde pública por estarem diretamente envolvidos na transmissão de zoonoses. A esterilização cirúrgica é um dos principais métodos utilizados para o controle populacional, sendo a ovariosalpingohisterectomia (OSH) a técnica mais realizada em fêmeas. Em busca de promover melhor bem estar aos animais, é de extrema importância a utilização de protocolos que visem o controle da dor durante e após os procedimentos cirúrgicos, pois a presença da dor pode prolongar o tempo de recuperação do paciente, dentre outras desvantagens. Este estudo teve como objetivo comparar a eficácia da administração de tramadol por via oral e intramuscular no controle da dor em cadelas após a OSH. Foram realizadas a esterilizações em 10 cadelas, divididas em 2 grupos, contendo cinco animais cada, sendo o Grupo 1: com a administração de tramadol por via oral e Grupo 2 administração de tramadol por via intramuscular. Durante o pós operatório, os animais receberam as administrações, iniciadas em ambos os grupos, após 3h contadas do início do procedimento cirúrgico e depois à cada 6 horas após primeira aplicação; durante 48h. As análises da presença de dor foram realizadas em 3h, 6h, 12h, 24h, 36h e 48h após a OSH, por meio da utilização da escala de dor da Universidade de Melbourne, que avalia os parâmetros fisiológicos e comportamentais. Os animais de G1 obtiveram melhor analgesia nas seguintes avaliações: dilatação das pupilas, temperatura retal, estado mental, postura e vocalização, enquanto os de G2 obtiveram uma melhor analgesia nas avaliações da FC, FR, salivação e atividade. Os dois grupos demonstraram analgesia semelhante na resposta à palpação. Concluiu-se que tanto a administração de tramadol pela via oral, quanto pela via injetável foram eficazes no controle da dor pós operatória, entretanto ressalta-se a vantagem, praticidade e promoção de melhor bem estar do animal com a administração pela via oral.
Keywords: Canino
Canine
Esterilização
Sterilization
Dor
Pain
Opióide
Opioid
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA::CLINICA E CIRURGIA ANIMAL::CLINICA CIRURGICA ANIMAL
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Quote: CHIOVATO, Renata Carrijo. Estudo comparativo da administração de tramadol por via oral e intramuscular no controle da dor em cadelas após Ovariosalpingohisterectomia. 2017. 32 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/21576
Date of defense: 18-Dec-2017
Appears in Collections:TCC - Medicina Veterinária

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EstudoComparativoAdministração.pdf1.89 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.