Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/20964
Document type: Tese
Access type: Acesso Aberto
Title: Análise evolutiva da morfologia e irrigação do timo de Javali (Sus scrofa Linnaeus, 1758)
Alternate title (s): Evolutive analysis of morphology and irrigation of timo of Javalis (Sus scrofa Linnaeus, 1758)
Author: Ribeiro, Lucas de Assis
First Advisor: Silva, Frederico Ozanam Carneiro e
First member of the Committee: Lima, Eduardo Maurício Mendes de
Second member of the Committee: Severino, Renato Souto
Third member of the Committee: Carvalho-Barros, Roseâmely Angélica de
Fourth member of the Committee: Santos, Lázaro Antônio dos
Summary: O Javali (Sus scrofa Linnaeus, 1758) é um suídeo originário do norte da África e sudoeste da Ásia. Por ser um ancestral do porco doméstico, objetivou-se descrever comparativamente as artérias responsáveis pelas irrigações dos lobos cervicais, torácicos e médio do timo de Javalis determinando-se também as características morfológicas do referido órgão nesta espécie a ponto de correlacioná-las evolutivamente com os demais representantes da família Suidae. Foram utilizados 12 fetos de Javalis, pertencentes ao Laboratório de Anatomia Animal da Universidade Federal de Uberlândia, Minas Gerais. Os lobos tímicos cervicais direito e esquerdo longilíneos receberam ramos distribuídos pelas artérias carótidas comuns direita e esquerda e cervicais superficiais direita e esquerda, e por vezes pelas artérias torácicas externa esquerda e subclávia esquerda. Já a irrigação dos lobos tímicos torácicos direito e esquerdo trapezoidais foi realizada predominantemente por ramos diretos e indiretos ipsilaterais e contralaterais das artérias torácicas internas direita e esquerda e também por ramos da artéria subclávia esquerda e direita. Esta distribuição se manteve ao longo da evolução estando presente em linhagens e raças mais recentes de Suídeos caracterizando assim uma condição sinapomorfica. Ramos diretos e indiretos das artérias cervicais superficiais direita e esquerda e ramos diretos da artéria torácica interna direita foram encontrados para o lobo tímico médio, sendo esta uma descrição única nesta espécie, demonstrando uma característica evolutiva primitiva neste ancestral. Os fetos de Javalis com 83 dias apresentaram um comprimento da nuca à base da cauda de 20,66 cm, o que permitiu correlacioná-lo com o tamanho dos lobos tímicos cervicais direito e esquerdo que foram em média equivalentes à 2,75 cm A média de comprimento do lobo tímico médio foi de 0,4 cm em dez animais (100,00%). Já o lobo tímico torácico direito e esquerdo de dez espécimes (100,00%) apresentou uma média de 1,68 cm. As características histológicas de um feto com idade média de 85 dias asseguram a caracterização e subdivisão topográfica dos lobos tímicos em cervical, médio e torácico, uma vez que tornou-se possível a identificação dos tipos de células e suas localizações nas regiões corticais, medulares, capsulares e septos interlobulares. Agregados concêntricos denominados de corpúsculos tímicos foram nitidamente visualizados na região medular dos lobos tímicos cervicais, médio e torácicos.
Abstract: The boar (Sus scrofa Linnaeus, 1758) is a suid native from North Africa and southwest Asia. As an ancestor of the domestic pig, the objective was to describe comparatively the arteries responsible for the irrigation of the cervical, thoracic and middle lobes of the boar thymus, determining also the morphological characteristics of this organ in this species to correlate them evolutionarily with the representatives of the Suidae family. Twelve boar fetuses belonging to the Animal Anatomy Laboratory of the Universidade Federal de Uberlândia, Minas Gerais, were used. The long right and left cervical thymic lobes received branches distributed through the right and left common carotid arteries and right and left superficial cervical arteries and sometimes through the left external thoracic arteries, and left subclavian artery. The irrigation of right and left trapezoidal thoracic thymic lobes was performed predominantly by direct and indirect ipsilateral and contralateral branches of the right and left internal thoracic arteries and also by branches of the left and right subclavian arteries. This distribution was maintained along the evolution being present in more recent lines and races of suids characterizing thus a synapomorphic condition. Direct and indirect branches of the right and left superficial cervical arteries and direct branches of the right internal thoracic artery were found for the middle thymic lobe, which is a unique description in this species, demonstrating a primitive evolutionary characteristic in this ancestor. The 83-day-old boar fetuses had a length of 20.66 cm from the base of neck to base of tail, which allowed us to correlate it with the size of the right and left cervical thymic lobes, which were on average equivalent to 2.75 cm. The average length of the middle thymic lobe was 0.4 cm in ten animals (100.00%). The right and left thoracic thymic lobe of ten specimens (100.00%) presented an average of 1.68 cm. The histological characteristics of a fetus with an average age of 85 days ensure the topographic characterization and subdivision of the thymic lobes in cervical, middle and thoracic, since the identification of the cell types and location in the cortical, medullar, capsular regions, and interlobular septa. Concentric aggregates called thymic corpuscles were clearly visualized in the medullary region of the cervical, middle, and thoracic thymic lobes.
Keywords: Irrigação
Irrigation
Evolução
Evolution
Artérias
Arteries
Artiodactyla
Artiodactyla
Suideo
Suideo
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Ciências Veterinárias
Quote: RIBEIRO, Lucas de Assis. Análise evolutiva da morfologia e irrigação do timo de Javalis (Sus scrofa Linnaeus, 1758). 2017. 77 f. Tese (Doutorado em Ciências Veterinárias) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017. Programa de Pós-graduação em Ciências Veterinárias.
Document identifier: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2018.164
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/20964
Date of defense: 14-Mar-2018
Appears in Collections:TESE - Ciências Veterinárias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AnáliseEvolutivaMorfologia.pdfAnáliseEvolutivaMorfologia4.29 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.