Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/20784
Document type: Tese
Access type: Acesso Aberto
Title: A (docência)lescência: pressupostos para um ensino Desenvolvimental
Alternate title (s): A (teaching) learner: assumptions for a teaching Developmental
Author: Souza, Cláudia Silva de
First Advisor: Puentes, Roberto Valdés
First coorientator: Silva, Silvia Maria Cintra da
First member of the Committee: León, Gloria Anisia Fariñas
Second member of the Committee: Facci, Marilda Gonçalves Dias
Third member of the Committee: Cunha, Myrtes Dias da
Summary: A adolescência tem sido focalizada, sob o ponto de vista da Psicologia tradicional, como uma etapa natural e universal do desenvolvimento humano, que considera o sujeito em uma perspectiva individualizante. Tal compreensão traz repercussões não apenas para o entendimento acerca da adolescência como para as práticas realizadas com este público, notadamente a pedagógica. Neste sentido, apoiamo-nos no Enfoque Histórico-Cultural, fundamentação teóricometodológica que busca entender dialeticamente as relações entre indivíduo e sociedade, destacando a dimensão histórica de sua constituição, para a realização da presente tese. Assim, o objetivo geral desta pesquisa é investigar a compreensão do professor de adolescentes sobre as características psicológicas dos seus alunos e como esta influencia sua prática pedagógica. Tivemos como objetivos específicos a realização de uma caracterização psicológica da adolescência; a identificação e análise das compreensões dos professores sobre as características psicológicas na adolescência e as práticas pedagógicas desenvolvidas a partir destas compreensões. Por meio de uma abordagem qualitativa de pesquisa, os procedimentos metodológicos utilizados para a apreensão da realidade investigada foram questionários seguidos da realização de entrevistas semidirigidas com nove professores de adolescentes de uma escola pública federal de Minas Gerais. As análises destacam a compreensão docente como aspecto significativo no desenvolvimento da personalidade do adolescente. Identificamos que esta compreensão não requer do professor apenas conhecimentos gerais sobre a adolescência como etapa evolutiva, mas também a observação da singularidade de cada aluno. Outro aspecto importante é o posicionamento docente mediante tal compreensão, ou seja, a sua prática pedagógica que, por sua vez, está inserida num contexto escolar de uma dada sociedade. Identificamos que a adolescência é uma etapa do desenvolvimento humano que, como qualquer outra, possui características, peculiaridades, tendências psicológicas e regularidades, constituídas a partir das condições concretas em que vivem os sujeitos. Contudo, a situação social do desenvolvimento é uma categoria central para entendermos todas as transformações que ocorrem nesta fase, pois diz respeito à grande reestruturação que se opera nas relações do sujeito com o seu meio, por meio de mudanças que apresentam, sobretudo, um caráter qualitativo, resultando em novas formações na personalidade. Dentre as várias dimensões que constituem a situação social do desenvolvimento, as relações entre professor e aluno tiveram destaque neste estudo, uma vez que as compreensões dos professores sobre as características dos adolescentes foram, preponderantemente, relacionadas a este aspecto. O professor se depara, no cotidiano escolar, com estudantes que demandam formas de atuação muito peculiares à etapa em que vivem, exigindo-lhe determinados conhecimentos e habilidades que ultrapassam o domínio dos conteúdos e apontam para a importância de saber conduzir as relações interpessoais, considerando as características psicológicas desse público. Nesse sentido, torna-se fundamental a organização do coletivo da sala de aula, tendo em vista os impactos deste na formação da personalidade do aluno, cujo processo intensivo de formação da identidade pessoal o torna extremamente sensível às opiniões sociais. Esperamos que as sistematizações realizadas no presente estudo contribuam para a produção de subsídios teóricos sobre as relações entre ensino e desenvolvimento de adolescentes, no Enfoque Histórico-Cultural. Este trabalho apresenta-se como um conjunto de informações que podem configurar-se em pressupostos para a constituição de um Ensino Desenvolvimental, voltado para a adolescência. Tais pressupostos podem, ainda tornar-se fonte de estudos e de outras pesquisas, além de constituir-se em conteúdos para cursos de formação inicial e continuada de professores da educação básica.
Abstract: Adolescence has been focused, under the point of view of traditional Psychology, as a natural and universal phase of human development, which considers the subject on na individualizing perspective. Such understanding brings out repercussions not only to the understanding about adolescence but to the practices driven to this public, notedly the pedagogical one. In this sense, one has searched support on the Historical-Cultural Approach, a theoreticalmethodological foundation which tries to understand dialetically the relationships between the individual and the society, highlighting the historical dimension of its constitution, to do this thesis. Thus, the general objective of such research is to investigate the teacher´s understanding of adolescents on the psychological characteristics of his students and how it influences his pedagogical practice. One has had as specific objectives the building of a psychological characterization of adolescence; the identification and analysis of teacher´s understanding about the psychological characteristics of adolescence and the pedagogical practices developed from such understanding. Through a qualitative approach of research, the methodological procedures used to apprehend the reality investigated were questionnaires followed semi addressed interviews with nine teachers of adolescents from a federal state school of Minas Gerais. The analysis pinpoint the teacher´s understanding as a significant aspect in the development of the adolescent´s personality. One has identified that such understanding does not require from the teacher only general knowledge about adolescence as an evolutionary phase, but also the observation of singularity of each student. Another important aspect is the teacher´s positioning before such understanding, that is, his pedagogical practice which, by its turn, is inserted on the school context of a certain society. One has identified that adolescence is a phase of human development which, as any other, has characteristics, peculiarities, psychological tendencies and regularities, constituted from concrete conditions under which subjects live. However, the social situation of the development is a central category to understand all the transformations which take place at this phase, for it is related to the great restructuration which takes place in the relationships between the subject and his environment, through changes that present, above all, a qualitative character, resulting in new formations of personality. Among the several dimensions which constitute the social situation of the development, the relationships between student and teacher have had a highlight in this study, once the understanding of teachers about adolescent´s characteristics was, predominantly, related to such aspect. The teacher faces, in the school daily routine, students which demand ways of acting too much peculiar to the phase they live, demanding form him such knowledge and abilities which surpass the domain of contents and point to the importance to know how to conduct the personal relationships, considering the psychological characteristics of such public. In this sense, it is fundamental the organization fo the colective of the classroom, having in mind the impacts of such on the sutdent´s personality, whose intensive formation process of personal identity makes him extremely sensitive to social opinions. One hope that such systematizations done in the present study contribute to the production of theoretical subsidies about the relationships between teaching and adolescent´s development, in the Historical-Cultural approach. This work presents as a group of information which may configure into assumptions to the constitution of a Developmental Teaching, turned to adolescence. Such assumptions may even become source of studies and of other researches, as well as constitute of contents for pre service teaching and post graduation for teachers of elementar school.
Keywords: Educação
Adolescência
Ensino - Aspectos psicológicos
Ensino e aprendizagem
Docência
Enfoque Histórico-Cultural
Ensino desenvolvimental
Personalidade
Adolescence
Teaching
Historical-Cultural Approach
Developmental Teaching
Personality
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Educação
Quote: SOUZA, Cláudia Silva de. A (docência)lescência: pressupostos para um ensino Desenvolvimental. 2016. 249 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
Document identifier: .
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/20784
Date of defense: 30-Jun-2016
Appears in Collections:TESE - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DocenciaLescenciaPressupostos.pdfTese1.53 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.