Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/20634
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Modalidades de avaliação propostas para o processo de ensino-aprendizagem nos cursos de Ciências Contábeis: uma análise à luz da Teoria da Avaliação
Alternate title (s): Evaluation methodologies proposed for the teaching-learning process in Accounting programs: an analysis in the light of the Evaluation Theory
Author: Barbosa, Rayanne Silva
First Advisor: Leal, Edvalda Araújo
First member of the Committee: Miranda, Gilberto José
Second member of the Committee: Biavatti, Vania Tanira
Summary: A presente pesquisa teve como objetivo identificar e analisar as modalidades de avaliação adotadas para o processo de ensino-aprendizagem nos cursos de Ciências Contábeis à luz da Teoria da Avaliação. A Teoria da avaliação proposta por Scriven (1966), categoriza as avaliações em três modalidades (diagnóstica, formativa e somativa) conforme o objetivo que se deseja alcançar. As avaliações são utilizadas também para avaliar se o discente apresenta as competências profissionais (conhecimentos, habilidades e atitudes) necessárias para a futura profissão. As diretrizes necessárias para nortear toda a prática educacional, incluindo as práticas avaliativas do processo de ensino-aprendizagem e as competências profissionais a serem adquiridas pelos discentes são definidas nos Projetos Pedagógicos de Curso. Visando a padronização do conhecimento, com foco nas competências educacionais que possam refletir no âmbito profissional, as Normas Internacionais de Educação Contábil (IES), estabelecidas pelo International Accounting Education Standards Board, almejam a internacionalização do ensino em Ciências Contábeis, sendo que a IES 6 sugere princípios a serem seguidos para a Avaliação da Competência Profissional. Dessa forma, analisou-se também os princípios propostos pela Norma Internacional de Educação Contábil IES 6 no processo de avaliação adotado pelos docentes dos cursos de graduação em Ciências Contábeis e nos Projetos Pedagógicos de Curso. Para alcance dos objetivos foi realizado uma pesquisa do tipo mista, de caráter descritivo. A coleta de dados ocorreu em duas fases: a fase qualitativa, que analisou o conteúdo de 20 Projetos Pedagógicos de Curso de Ciências Contábeis das Instituições de Ensino Superior públicas federais e estaduais da região Sudeste do Brasil; e a fase quantitativa, que aplicou um questionário online aos 141 docentes atuantes nesses cursos de graduação das 25 instituições que compuseram a amostra. O questionário foi elaborado com base na literatura apresentada no referencial teórico. Para análise dos dados fez-se uso dos testes estatísticos de correlação linear, comparação múltipla de proporções e Kruskal-Wallis, de acordo com o formato de resposta das assertivas do questionário e, como balizadora, utilizou-se duas questões da caracterização do perfil do respondente, a saber: tempo de atuação na docência no ensino superior e a área da(s) disciplina(s) ministrada(s) no curso de graduação em Ciências Contábeis. Os resultados mostram que, mesmo não sendo indicado de forma direta em todos os Projetos Pedagógicos de Cursos, os docentes fazem uso dos princípios propostos pela IES 6 e que eles adotam as modalidades de avaliação somativa e formativa da Teoria da Avaliação que estão presentes nos Projetos Pedagógicos de Curso. A modalidade de avaliação diagnóstica, quando contemplada nos Projetos Pedagógicos de Cursos, não condizia com a teoria, o que pode ter refletido no uso por parte dos docentes, uma vez que apenas 27,66% da amostra afirmou utilizar esta modalidade. Os testes estatísticos não paramétricos de Kruskal-Wallis mostram que os docentes com mais tempo de atuação no ensino superior fornecem mais feedback individualizado aos discentes (modalidade formativa) e são mais transparentes quanto a divulgação de um cronograma de avaliações. A correlação linear tanto das assertivas da Teoria da Avaliação, quanto as dos princípios da IES 6 são fracas, sendo que, ao nível de significação de 5%, quanto maior o tempo de atuação na docência no ensino superior, menos os docentes julgam necessário aplicar avaliações com questões práticas da contabilidade direcionadas para a atuação profissional. O teste de comparação múltipla de proporções não indicou diferença entre as proporções dos docentes das áreas de Auditoria, Finanças e Tributária para as modalidades da Teoria da Avaliação e entre as modalidades da Teoria da Avaliação em relação à todas as áreas das disciplinas ministradas pelos docentes.
Abstract: This work aimed at identifying and analyzing the evaluation methodologies used in the teaching-learning process in Accounting programs in the light of the Evaluation Theory. The Evaluation Theory, a theory proposed by Scriven (1966), classified evaluation in three methodologies (diagnostic, formative and summative), according to the intended goal. The evaluations are also used to ascertain if the student possesses the professional competencies (knowledge, abilities and attitude) necessary to future professional work. The guidelines that rule all educational practice, including the evaluative practices of the teaching-learning process and the professional competences to be learned by the students, are presented on Program Pedagogical Projects. With the standardization of knowledge in mind, focusing on educational competencies that reverberate on a professional setting, the International Education Standards (IES) implemented by the International Accounting Education Standards Board aim to internationalize the education in Accounting Sciences, and IES 6 proposes principles to be followed for the Assessment of Professional Competence. Hence, we also analyzed the principles proposed by the IES 6 in the evaluation process used by teachers in undergraduate Accounting programs and in Program Pedagogical Projects. In order to accomplish our goals, a mixed researched of descriptive nature was carried out. The data was collected in two phases: the qualitative phase, during which we analyzed the contents of 20 Pedagogical Projects of Accounting Programs offered by federal and state public Higher Education Institutions in the Southeast Region of Brazil; and the quantitative phase, during which 141 teachers answered an online questionnaire, all of them currently working in the undergraduate programs of the 25 institutions that made up the sample researched. The questionnaire was formulated according to the literature presented in the references. For data analysis, statistical correlation tests were used, besides tests for multiple comparisons between proportions and Kruskal-Wallis, according to the format of the questionnaire’s assertive answers, and, as a beacon, two questions on the profiling of the respondent were used, those being: how long the respondent had been teaching in higher education, and what field the subject(s) taught on the Accounting undergraduate program belong to. The results show that, even when not explicitly indicated in all Program Pedagogical Projects, all teachers employ the principles proposed by IES 6, and the Evaluation Theory’s summative and formative evaluation methodologies that are found in the Pedagogical Projects. The diagnostic methodology, when present in said Projects, was not in accordance with the Theory, and that may have had an influence in its employment by teachers, seeing that only 27,66% of the respondents reported employing this methodology. The Kruskal-Wallis tests show that the teachers that have been working on higher education for longer provide more feedback to each student (formative methodology) and are more transparent in divulging a schedule of tests. Little correlation was found both in assertive of the Evaluation Theory and in the principles of IES 6, considering that, in a 5% significance level, the longer the time teaching in higher education, the less do teachers judge it necessary to employ tests with practical questions related to professional accounting settings. The test for multiple comparisons between proportions indicated no difference between the proportions of teachers in the fields of Auditing, Finances, and Taxing to the methodologies of the Evaluative Theory and between the methodologies of the Evaluative Theory and all the fields of the subjects taught by these teachers.
Keywords: Teoria da Avaliação
Modalidades de avaliação
Norma Internacional de Educação Contábil
Avaliação da competência profissional
Evaluation Theory
Evaluation modes
International Accounting Education Standards
Assessment of Professional Competence
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::CIENCIAS CONTABEIS
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Ciências Contábeis
Quote: BARBOSA, Rayanne Silva. Modalidades de avaliação propostas para o processo de ensino-aprendizagem nos cursos de Ciências Contábeis: uma análise à luz da Teoria da Avaliação. 2017. 128 f. Dissertação (Mestrado em Contabilidade e Controladoria) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
Document identifier: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2018.23
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/20634
Date of defense: 8-Dec-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ciências Contábeis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ModalidadesAvaliaçãoPropostas.pdfDissertação1.2 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.