Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/20610
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: A adoção de crianças maiores e a contrução do vínculo familiar
Alternate title (s): The adoption of older children and the construction of the family link
Author: Dias, Fabiana Carolina de Souza Carvalho
First Advisor: Neves, Anamaria Silva
First member of the Committee: Clemens, Juçara
Second member of the Committee: Hueb, Martha Franco Diniz
Summary: Este trabalho buscou compreender a construção dos vínculos familiares na adoção de crianças maiores segundo a perspectiva das famílias adotantes. Os vínculos familiares fundam a base da constituição psíquica do sujeito e compõem o processo de subjetivação. O desenvolvimento da relação pais e filhos não se restringe à concepção biológica do vínculo, a filiação percorre uma via simbólica que torna possível inscrever uma criança no desejo dos pais e permite que uma família não constituída biologicamente possa desenvolver relações de parentalidade e filiação. Apesar de ser permeada por mitos e preconceitos, a adoção é um dispositivo importantíssimo para que crianças de mais idade e adolescentes possam desfrutar do direito de se desenvolverem em uma família. Possíveis dificuldades são identificadas no estabelecimento do vínculo por adoção. As experiências de ruptura familiar e vivências traumáticas deixam marcas na constituição psíquica da criança. Além disso, ocorrem percalços na constituição da parentalidade relativos às fantasias dos pais adotantes, aos sentimentos decorrentes da condição de infertilidade e à dificuldade em conviver com diferenças. A pesquisa esteve ancorada nos preceitos teóricos e metodológicos da Psicanálise. Foi utilizada a construção de caso como estratégia de estudo. As análises partiram da escuta de entrevistas e atendimentos clínicos realizados junto a duas famílias que adotaram crianças maiores. A família que compõe o caso 1 inclui um casal com impossibilidade de gerar filhos consanguíneos e que adotou quatro irmãos, todos com idade superior a 2 anos. Destacam-se a fragilidade dos vínculos em construção, a inserção impactante de quatro filhos na dinâmica familiar, as mudanças nas relações entre irmãos, as questões relativas à família de origem e a inter-relação de aspectos inconscientes imbricados no desejo de adotar, que estão além do que pode ser pensado e compreendido pela família. O caso 2 apresenta a análise de uma família constituída por um casal, dois filhos consanguíneos adultos e duas irmãs que foram acolhidas pela família em uma adoção irregular. A construção do segundo caso inclui questões como a insegurança vivenciada pela família ante a especificidade da adoção, a relação com a família de origem, o lugar simbólico das irmãs nas famílias, as relações fraternas e a repetição de padrões no funcionamento familiar. Por fim, com as análises realizadas, emerge a importância de que sejam explorados os aspectos inconscientes imbricados nos vínculos da adoção de crianças maiores, e ainda, que discussão ampla desta temática favoreça transformações progressivas no imaginário social permitindo arejar os campos do preconceito.
Abstract: This work sought to understand the constitution of familial bonds in the adoption of older children by taking into account foster families’ perspective. Family bonds lay the foundations of the individual’s psychic constitution and comprise the subjective process. However, as the development of the relationship between parents and children is not restricted to the biological conception of the family bond, filiation follows a symbolic dimension that makes it possible to parents to desire a child as well as to allow a non-biological family to develop parenting and filiation relationships. Though myths and prejudices permeate adoption, still it is a very important device for older children and teenagers to enjoy the right of being part of a family. There are difficulties in establishing familial bonds by adoption. Not only experiences of family rupture and traumatic experience leave traces in child psychic making up but also mishaps in parenthood making, which relates to fantasies of foster parents and to feelings arising from the condition of infertility and difficulty in living with differences. The research followed psychoanalysis theoretical and methodological procedures. The study strategy adopted was the case building. The analysis of data followed methodological procedures related to psychoanalysis. One family gave an interview, answering questions related to the research subject; the other family participated in five familial psychological care sessions and gave an interview answering questions related to the research interests. It stands out the fragility of bonds construction, the impacting insertion of four children in the family dynamics, changes in relationships between siblings, issues relating to the family of origin and the interrelationship of unconscious aspects interwoven in the desire to adopt, which are beyond of what the family is able to think of and understand. Case 2 brings the analysis of a family consisting of a couple with two adult-blooded children and two sisters who were welcomed by the family in an irregular adoption process. The making up of the second case includes issues such as the insecurity experienced by the family before the specificity of the adoption, the relationship with the family of origin, the symbolic place of the sisters in families, fraternal relationships, and the repetition of patterns in the familial functioning. Our analysis point out the importance of exploring unconscious aspects interwoven in the adoption bonds of older children process and discussing it largely, so that to favor gradual changes in the social imaginary and in prejudice matters.
Keywords: Adoção De Crianças Maiores
Família
Vínculo
Psicanálise
Older Children Adoption
Bonds
Family
Psychoanalysis
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Psicologia
Quote: DIAS, Fabiana Carolina de Souza Carvalho. A adoção de crianças maiores e a construção do vínculo familiar. 2017. 140 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
Document identifier: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2018.7
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/20610
Date of defense: 30-Aug-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AdocaoCriancasMaiores.pdfDissertação753.72 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.