Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/20428
Document type: Trabalho de Conclusão de Curso
Access type: Acesso Aberto
Title: Associação dos Nordestinos em Uberlândia: uma análise das manifestações populares nordestinas inseridas no contexto progressista uberlandense (1989/2001)
Author: Barros, Klebston Ferreira
First Advisor: Machado, Maria Clara Tomaz
First member of the Committee: Dângelo, Newton
Second member of the Committee: Alem, João Marcos
Summary: Este trabalho objetiva compreender como se dá a presença nordestina no cenário uberlandense, evidenciando a construção de um espaço social onde suas práticas e representações culturais são recriadas como forma de preservar sua identidade social. Nesta perspectiva, a Associação dos Nordestinos em Uberlândia é o ponto de partida dessa investigação. O autor busca entender o papel de sua criação, seus objetivos e suas realizações concretas. Portanto, sua proposta é dissertar sobre a Associação dos Nordestinos e suas ações concretas para manter viva sua cultura na cidade de Uberlândia, focalizando o período compreendido entre 1989-1999, na tentativa de viabilizar uma temática que possa enriquecer e contribuir para a reconstrução de mais uma faceta desta cidade. Para concretizar esta pesquisa foram analisadas fontes documentais existentes na Associação dos Nordestinos em Uberlândia tais como fichas cadastrais de associados, filmes sobre eventos e festas realizadas na sede da associação, jornais e atas de reuniões da diretoria, cartazes de anúncios de forró, livro de registro de doações, fotografias, entre outros, no intuito de conhecer suas práticas e objetivos. Foram examinados, também, jornais impressos da cidade entre 1989 e 1999 que mencionam os migrantes nordestinos, suas participações e contribuições, ou não, para o modelo desenvolvimentista local. Não se esquecendo de entrevistas realizadas com famílias de nordestinos que vieram em busca de melhores condições de vida e trabalho. Faz-se necessário focalizar as famílias que aqui deram certo economicamente, bem como as que não obtiveram êxito e aqui continuam, mesmo que excluídas do “desenvolvimento” gerado pela cidade. Dessa forma é possível resgatar, através do imaginário coletivo do povo nordestino, suas manifestações e práticas cotidianas que reconstroem a cultura popular. Portanto, estão presentes nessa monografia conceitos como cultura popular, imaginário, migrantes, identidade, erradicação cultural, representações, persistência, conformismos, resistências, recriações, entre outros. O texto monográfico é composto de três capítulos. O primeiro apresenta um panorama geral sobre as políticas nacionais ideologicamente calcadas em plataformas nacionais de governo, visando construir um país moderno e produtivo representando o desenvolvimento necessário para dar a nova cara ao Brasil, uma sociedade trabalhadora e progressista. Essas políticas alcançam um respaldo em várias partes do território nacional. Consequentemente, Uberlândia é uma das cidades que se apoiou nesse discurso buscando seu beneficio na intenção de ver sua elite despontar em âmbito nacional. Da imagem de cidade progressista que assume, a partir dos anos 60 passa a ser alvo de grandes fluxos migratórios. Fazendo parte do público migrante que aqui se instalou encontramos os nordestinos. O segundo capítulo desnuda o motivo da criação de uma associação que representasse o migrante nordestino presente em Uberlândia. Exibe as formas pelas quais surgiu essa instituição, suas práticas, se estão voltadas para o estabelecimento de uma identidade nordestina. O último capítulo discute, a partir de histórias de vida, qual a representatividade estabelecida pela associação na vida cotidiana do nordestino. O que esse migrante espera da associação? Qual sua importância? O que ela representa em sua vida? A associação fomenta as manifestações populares inserindo-as no contexto progressista uberlandense?
Notes: Palavras-chave e resumo criados pelo pesquisador dos Projetos “(Per)cursos da graduação em História: entre a iniciação científica e a conclusão de curso.” (PROGRAD/DIREN/UFU 2017/2018) e “Entre a iniciação científica e a conclusão de curso: a produção monográfica dos Cursos de Graduação em História da UFU” (PIBIC EM CNPq/UFU 2017-2018).
Keywords: Uberlândia
Associação dos Nordestinos em Uberlândia
1989-2001. Manifestações populares
Manifestações populares
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Quote: BARROS, Klebston Ferreira. Associação dos Nordestinos em Uberlândia: uma análise das manifestações populares nordestinas inseridas no contexto progressista uberlandense (1989-2001). 2001. 109 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2001.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/20428
Date of defense: 2001
Appears in Collections:TCC - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AssociacaoNordestinosUberlandia.pdf18.58 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.