Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/20132
Document type: Trabalho de Conclusão de Curso
Access type: Acesso Aberto
Title: Análise de adaptabilidade e estabilidade produtiva em híbridos de milho: um enfoque no cerrado brasileiro
Author: Florentino, Mateus Aguiar
First Advisor: Araújo, Lúcio Borges de
First member of the Committee: Tavares, Marcelo
Second member of the Committee: Maes, Maria Luiza
Summary: Globalmente, o milho (Zea mays L.) ocupa lugar de destaque pelo grande progresso no acúmulo de conhecimentos técnico-científicos. Durante o processo de melhoramento, na seleção de genótipos superiores, um dos maiores desafios dos melhoristas é a avaliação da interação genótipos por ambientes (G×A). Estudou-se ensaios de produtividade delineados em blocos casualizados com duas repetições do último estágio de melhoramento da “safrinha” de 2015 a 2017, englobando 6 cultivares e 6 municípios dos estados de Mato Grosso e Goiás. Devido ao milho ter herança quantitativa, o conhecimento da adaptabilidade e estabilidade dos genótipos se torna necessário para atenuar os efeitos dessa interação e facilitar a recomendação dos mesmos. O método additive main effects and multiplicative interaction (AMMI) possui essa característica, contemplando um modelo equivalente à uma análise de variância (ANAVA) de dois fatores para os efeitos principais e aplicando decomposição de valor singular para a matriz de interação. Assume, também, que todos os efeitos do modelo (com exceção do erro) são fixos. Objetiva-se com esse trabalho, portanto, a identificação de genótipos estáveis e adaptáveis aos mais diversos ambientes, bem como a possível estratificação ambiental da região testada, reduzindo gastos e maximizando resultados.
Abstract: Globally, corn (Zea mays L.) features a really great collection of technical-scientific knowledge. During breeding, in the selection of superior genotypes, one of the toughest breeders challenges is the evaluation of genotype x environment interaction (G×E). Yield trials from the last breeding stage in years 2015 to 2017 for “safrinha” were analyzed, including 6 genotypes and 6 cities from Mato Grosso and Goiás states in Brazil. The experiments were conducted in a randomized block design with two replications. Since corn has quantitative herdability, stability and adaptability knowledge of genotypes becomes necessary for minimize interaction effects and ease its recommendations. Additive main effects and multiplicative interaction (AMMI) method has this aspect, reflecting a model that is equivalent to fitting a two-way analysis of variance (ANOVA) for the main effects and applying a singular value decomposition to the interaction matrix. Also assumes that all model effects (except error) are fixed. In this way, this paper objective is to identify stable and adaptable genotypes to a wide variety of environments, as well a possible environmental stratification in the tested region, minimizing expenses and maximizing results.
Keywords: Zea mays L.
AMMI
Adaptabilidade
Estabilidade
Cerrado
Adaptability
Stability
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::PROBABILIDADE E ESTATISTICA::ESTATISTICA::ANALISE MULTIVARIADA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Quote: FLORENTINO, M. A. Análise de adaptabilidade e estabilidade produtiva em híbridos de milho: um enfoque no cerrado brasileiro. 2017. 47 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Estatística) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/20132
Date of defense: 11-Dec-2017
Appears in Collections:TCC - Estatística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AnaliseAdaptabilidadeEstabilidade.pdfTCC476.55 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.