Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19835
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Interação parasita-hospedeiro em pequenos mamíferos da fazenda experimental do Glória: padrões interespecíficos e impactos da interação sobre os indivíduos parasitados
Other Titles: Host-parasite interaction in small mammals of Fazenda Experimental do Glória: interspecific patterns and impacts of interaction on infected individuals
metadata.dc.creator: Mota, Thomás Duarte
metadata.dc.contributor.advisor1: Leiner, Natália Oliveira
metadata.dc.contributor.referee1: Szabó, Matias Pablo Juan
metadata.dc.contributor.referee2: D'Andrea, Paulo Sérgio
metadata.dc.description.resumo: A variação existente na riqueza e abundância de parasitas entre as espécies hospedeiras se tornou alvo de inúmeras pesquisas ecológicas. Entre os principais fatores tidos como responsáveis pela variação em parâmetros relacionados a população e comunidade de parasitas estão as características ecológicas dos hospedeiros, como densidade, tamanho e massa corporal, longevidade e reprodução. O entendimento dos fatores responsáveis pela abundância e riqueza de parasitas é importante, pois o número de parasitas em um hospedeiro pode influenciar o impacto que os primeiros causam aos últimos. Nesse sentido, o presente trabalho possui dois objetivos principais. O primeiro é analisar a variação da abundância e riqueza de endoparasitas entre diferentes espécies de roedores e marsupiais, e testar a hipótese de que espécies hospedeiras de maior massa corporal devem apresentar valores mais altos de parasitismo. O segundo objetivo é avaliar o impacto do endoparasitismo sobre os hospedeiros, através de testes das hipóteses de que hospedeiros que apresentam maior riqueza e abundância de endoparasitas devem apresentar redução da condição corporal e do investimento em caracteres sexuais secundários. Os animais foram capturados em um fragmento florestal no município de Uberlândia (MG), através de 12 campanhas de capturas no período de junho de 2011 a maio de 2012, com armadilhas abertas por quatro noites consecutivas por campanha. Foi possível obter um esforço amostral de 3840 armadilhas/noite, nas quais foram capturados 709 animais. Os roedores foram representados por indivíduos de Rhipidomys sp. (54), Oligoryzomys sp. (24) e Hylaeamys megacephalus (16) e os marsupiais por Didelphis albiventris (10) e Gracilinanus agilis (27). Os resultados indicam que as espécies hospedeiras diferem significativamente em sua massa corporal e, análises de co-variância mostram que a abundância de endoparasitas varia entre as espécies de roedores e não entre os marsupiais, porém esta variação é independente do peso do corpo dos hospedeiros. Por outro lado, a riqueza de endoparasitas é significativamente diferente apenas entre marsupiais. Esses resultados sugerem que outros fatores devem ser responsáveis pela variação da abundância de endoparasitas entre os roedores, como a densidade populacional dos hospedeiros. Já a riqueza parece ser influenciada pelo peso corporal, apenas quando essa variação apresenta grande magnitude, como é o caso dos marsupiais. Além disso, pesquisas futuras deveriam enfocar outros fatores capazes de explicar a variação na riqueza entre os membros desse grupo, como longevidade. Com relação aos impactos, os resultados sugerem compensação dos impactos sofridos por roedores através da ingestão de alimentos ou ausência de efeitos deste parasitismo nestas espécies, uma vez que resultados significativos não foram observados. Entre os marsupiais, os indivíduos de G. agilis apresentaram correlação positiva entre a abundância de ovos de endoparasitas e a condição corporal, indicando escolha dos parasitas por hospedeiros com maior reserva energética, porém testes futuros devem avaliar esta hipótese. Com relação à reprodução, os resultados encontrados para G. agilis e D. albiventris foram conflitantes. É possível que diferenças na resposta dos hospedeiros a diferentes parasitas, ligadas a patogenicidade e ciclo de vida dos últimos, podem ser responsáveis pelos padrões de investimento reprodutivo observados.
Abstract: The existing variation in parasites species richness and abundance among host species has become the aim of several ecological researches. Among the main factors considered responsible for the variation in parameters related to the parasites population and community are the host’s ecological characteristics, such as population density, body size and mass, longevity and reproduction. It’s of summary importance the comprehension of factors responsible for parasite abundance and species richness, because the impacts promoted by parasites might be influenced by the number of parasites occurring in a host species. In this way, the present study has two main objectives. The first one is to analyze the variation in endoparasite abundance and species richness among different rodents and marsupials species, and test the hypotheses that the host species with higher values of body weight should have the highest parasitism rates. The second objective of this research is to evaluate the impacts promoted by endoparasites on hosts, through the test of the hypotheses that the hosts with richer parasites communities and with high abundance must have decreased body condition and reduced investment in secondary sexual characters. All animals were captured in a forest fragment located at Uberlândia municipality (MG), through 12 monthly captures events of four consecutive nights between June 2011 to May 2012. 709 animals were captured through an effort of 3840 traps/night. The rodents species were represented by Rhipidomys sp. (54), Oligoryzomys sp. (24) and Hylaeamys megacephalus (16) and the marsupials species by Didelphis albiventris (10) and Gracilinanus agilis (27). The results indicates that host body mass differ between species and, co-variance tests show that abundance of endoparasites varies among rodents hosts, independent of body weight, but not among marsupials hosts. On the other hand, the richness of endoparasites is significantly different only between marsupials. These results suggest that other factors might be responsible for the variation in endoparasite abundance in rodents, such as hosts’ population density. Parasites species richness appears to be influenced by body weight, only when this variation has a large magnitude, as in the case of marsupials. Furthermore, future research must focus in others factors that could explain the variation in parasite species richness between the hosts, such as longevity. The absence of significant results on the impacts of parasitism on rodents hosts suggest some kind of overcompensation of the potential damage caused by parasites through increased food ingestion or maybe because of the lack of effects of this parasitism on these hosts species. Among marsupials, the members of G. agilis species presented positive correlation between abundance of endoparasite eggs and body condition. These results indicate that parasites might choose for hosts with greater energetic reserves, yet future tests must evaluate these hypotheses. The results observed in the impacts on reproductive investment on G. agilis and D. albiventris were conflicting. It’s possible that differences on the response of hosts to different parasites are related to pathogenicity and the latter life span.
Keywords: Ecologia
Energia
Helminto
Imunidade
Alocação de energia
Teoria da imunocompetência
Status nutricional
Reprodução
Energy allocation
Immunocompetence handicap
Nutritional status
Reproduction
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais
Citation: MOTA, Thomás Duarte. Interação parasita-hospedeiro em pequenos mamíferos da fazenda experimental do Glória: padrões interespecíficos e impactos da interação sobre os indivíduos parasitados. 2013. 52 f. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
metadata.dc.identifier.doi: .
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19835
Issue Date: 27-Feb-2013
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ecologia e Conservação de Recursos Naturais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
InteracaoParasitaHospedeiro.pdfDissertação2.47 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.