Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19789
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Representações sociais de professoras da educação infantil sobre alunos(as) das classes populares
Author: Ribeiro, Andrea Porto
First Advisor: Campos, Vanessa Therezinha Bueno
First member of the Committee: Streck, Danilo Romeu
Second member of the Committee: Novais, Gercina Santana
Summary: Esta pesquisa objetivou apreender os sentidos e significados relativos aos(as) alunos(as) das classes populares matriculados na pré-escola, mediante a identificação e análise das representações sociais de professores(as) da Educação Infantil do município de Uberlândia. Os dados coletados — por meio de aplicação de questionários e realização de entrevistas — foram organizados e categorizados de acordo com a análise de conteúdo (BARDIN, 2009) e com auxílio do software Iramuteq. As análises empreendidas fundamentaram-se no referencial teórico-metodológico das Representações Sociais e das teorias e práticas em Educação Popular. A investigação envolveu cinco unidades escolares de Educação Infantil - uma de cada polo setorial, com vistas a descentralizar a captação dos dados para obtenção de uma amostra heterogênea, que expressasse o ideário pedagógico dos vários espaços e sujeitos. O referencial teórico e metodológico adotado para condução da pesquisa e análise dos dados buscou assegurar a coerência e o rigor metódico indispensável no campo de estudos, pesquisas e práticas em Educação Popular e Representações Sociais. Foi considerada a dimensão humana inerente à docência, o poder do simbólico na orientação e justificativa das condutas e a capacidade humana de criar e transformar o mundo, os outros e a si mesmo. Foi possível identificar a estrutura representacional, os significados e sentidos atribuídos às ações educativas com as classes populares e a influência dos aspectos sócio-históricos, bem como a força da organização capitalista no espaço escolar. Os dados indicaram uma relação conflituosa entre família e escola, revelaram uma representação ambígua em relação ao ensino e à aprendizagem. Os paradoxos destacam a complexidade da profissão docente, as raízes históricas da trajetória escolar das classes populares e da docência no Brasil. Consideramos que o contexto de escolarização das classes populares continua marcado pela marginalização, pela exclusão e pela opressão dos sujeitos que compõem esse grupo social. A função docente nessa encruzilhada apresenta fios de um desenvolvimento profissional condicionado às estruturas impostas pelo capital. Reconhecendo os elementos constitutivos da realidade educativa em que se encontram docentes e discentes e considerando nessa perspectiva, o profissional da Educação como sujeito histórico cuja bagagem de vida interfere em sua prática educativa; ponderamos sobre a necessidade urgente de reflexão e de proposição de ações concretas para o fortalecimento da escola pública e para a formação docente. Faz-se indispensável rever as Políticas Públicas Educacionais, especialmente aquelas direcionadas para a formação inicial e continuada de professores(as) e valorização docente. Para além disso, pontuamos a necessidade de democratizar a participação popular na discussão de tais ações: é fundamental envolver os sujeitos que participam da escola nas tomadas de decisão acerca da organização administrativa e pedagógica. A partir da pesquisa realizada, apreendemos os sentidos e significados das representações das professoras sobre os(as) alunos(as) das classes populares, compreendemos que foi possível reconhecer tais representações e sua força no desenvolvimento das ações educativas; também foi possível identificar a forte vinculação das representações com as histórias de vida das participantes e a marca humana impressa através do tempo na construção dos sentidos e dos significados que atribuímos aos outros, ao mundo e nós mesmos.
Abstract: This study aimed to apprehend the meanings concerning to popular class students enrolled in preschool by identifying and analyzing the social representations f teachers in Child Education in the city of Uberlândia, Minas Gerais, Brazil. We collected data using questionnaires and interviews and they were organized and categorized according to the content analysis (BARDIN, 2009) and using Iramuteq software. The analysis was based on the theoretical and methodological framework of Social Representations as well on theories and practices in Popular Education. Five child schools have participated, one of each sectorial pole, aiming to decentralize the data collection, to obtain a heterogeneous sample, expressing the pedagogical ideology of the various spaces and subjects. The theoretical and methodological framework used to conduct research and data analysis aimed to ensure the coherence and the methodological rigor indispensable in the research on Popular Education and Social Representations. We considered the human dimension inherent to teaching, the power of the symbolic in guiding and justifying conduct and the human capacity to create and transform the world, others and oneself. It was possible to identify the representational structure and the meanings attributed to the educational actions with the popular classes and the influence of the socio-historical aspects and the capitalist strength in the organization of school space. The results indicated a conflicting relationship between family and school as well an ambiguous representation concerning to teaching and learning. The paradox indicated the complexities of teaching profession, the historical roots of the school the popular classes and teaching trajectory in Brazil. We considered that the context of popular classes schooling of popular classes continues marked by the marginalization, exclusion and oppression of the subjects that make up this social group. The teaching function at this crossroads presents the threads of a professional development conditioned to the structures imposed by the capital. Recognizing the constitutive elements of the educational reality in which teachers and students are found and considering in this perspective, the professional of Education as a historical subject whose life baggage interferes with their educational practice, we considered the urgent need for reflection and proposition of concrete actions for the strengthening of the public school and for the teacher training. It is indispensable to review the public educational policies, especially those directed to the initial and continued formation of teachers their valorization. Besides we pointed out the need of democratizing the popular participation in discussing such actions: it is fundamental to involve the subjects who participate in the school in the decision making about the administrative and pedagogical organization. From the research, we apprehended the meanings of the teachers’ representations on their students of popular classes; we understood that it was possible to identify these representations and their force in developing educative actions. We also identified the strong binding of these representations to the subjects’ life stories and the human mark through time in building meanings that we attribute to the others, to the world and to ourselves.
Keywords: Educação
Educação de crianças
Governo representativo e representação
Educação - Aspectos sociais
Classes Populares
Representação
Educação Infantil
Popular classes
Representation
Child Education
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Educação
Quote: RIBEIRO, Andrea Porto. Representações sociais de professoras da educação infantil sobre alunos(as) das classes populares. 2017. 163 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19789
Date of defense: 7-Apr-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RepresentacoesSociaisProfessoras.pdfDissertação14.18 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.