Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19719
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Doenças inflamatórias intestinais na região Sudeste do Brasil: um estudo retrospectivo
metadata.dc.creator: Martins, Kamila Rosa
metadata.dc.contributor.advisor1: Ferreira, Anderson Luiz
metadata.dc.contributor.referee1: Martinez, Carlos Augusto Real
metadata.dc.contributor.referee2: Manzo, Luis Paulo Bognoni
metadata.dc.description.resumo: Introdução: A doença inflamatória intestinal (DII) vem sendo cada vez mais diagnosticada na América do Sul. Apesar de serem extensivamente investigadas nos últimos anos, são raros os dados epidemiológicos da doença no Brasil. Objetivo: Traçar o perfil clínico e epidemiológico dos pacientes portadores de DII atendidos no Hospital de Clínicas de Uberlândia durante o período de 1999 a 2014. Material e métodos: Foi realizado um estudo retrospectivo, descritivo e quantitativo realizado nos prontuários dos pacientes com DII a partir da confirmação diagnóstica por exame endoscópico, sendo analisadas as variáveis faixa etária, sexo, raça, hábito tabágico, diagnóstico principal, bem como a localização das doenças, principais manifestações clínicas, tratamento instituído, complicações relacionadas às DII, manifestações extraintestinais e tratamento medicamentoso e/ou cirúrgico utilizado. Resultados: Foram avaliados 183 casos de DII, sendo 91 pacientes diagnosticados com Retocolite Ulcerativa (RCU) e 92 com Doença de Crohn (DC). As proporções da incidência da DII no sexo feminino e masculino foram de 1,7 para RCU e 1,8 para DC. A média de idade dos pacientes com DII foi de 35 anos. A etnia caucasiana foi predominante para ambas. Os principais sintomas foram diarreia, dor abdominal e cólica intestinal. As complicações mais vistas foram fístulas, enterorragias e obstruções intestinais, e a principal manifestação extraintestinal foram as articulares. A terapêutica mais usada foi a medicamentosa, sendo mais frequente os aminosalicilatos e os imunomoduladores. Conclusão: Encontramos um perfil bem próximo daqueles constatados pela literatura. A pesquisa permitiu concluir a baixa prevalência de DII na população estudada quando comparado à América do Norte, mas alta em relação a outras regiões consideradas com baixa incidência como a Ásia.
Abstract: Introduction: Inflammatory bowel disease (IBD) has been increasingly diagnosed in South America. Although it has been extensively investigated in recent years, epidemiological data on the disease in Brazil are rare. Objective: To describe the clinical and epidemiological profile of patients with IBD treated at Hospital of Uberlândia clinics during the period from 1999 to 2014. Material and methods: A retrospective, descriptive and quantitative study was performed in the medical records of patients with IBD from confirmation Diagnosis, endoscopic examination and the variables age, sex, race, smoking habit, main diagnosis, as well as the location of diseases, main clinical manifestations, treatment instituted, complications related to IBD, extra-intestinal manifestations and drug treatment and / or Used. Results: 183 cases of IBD were evaluated, of which 91 patients were diagnosed with ulcerative colitis (RCU) and 92 with Crohn's disease (CD). The proportions of the incidence of IBD in females and males were 1.7 for RCU and 1.8 for DC. The mean age of patients with IBD was 35 years. The Caucasian ethnicity was predominant for both. The main symptoms were diarrhea, abdominal pain and intestinal colic. The most frequent complications were fistulas, enterorrhages and intestinal obstructions, and the main extraintestinal manifestations were the articular ones. The most commonly used therapy was medication, with aminosalicylates and immunomodulators being the most frequent. Conclusion: We found a profile very close to those found in the literature. The research allowed to conclude the low prevalence of IBD in the studied population when compared to North America, but high in relation to other regions considered with low incidence like Asia.
Keywords: Ciências médicas
Proctocolite
Doença de Crohn
Intestinos - Doenças inflamatorias
Perfil epidemiológico
Doença inflamatória intestinal
Retocolite ulcerativa
Epidemiological profile
Inflammatory bowel disease
Crohn's disease
Ulcerative colitis
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde
Citation: MARTINS, Kamila Rosa. Doenças inflamatórias intestinais na região Sudeste do Brasil: um estudo retrospectivo. 2017. 70 f. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19719
Issue Date: 24-May-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DoencasInflamatoriasIntestinais.pdfTese17.96 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.