Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19642
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Avaliação da atividade anti-inflamatória da BmooMP-alfa-l, uma metaloprotease isolada da peçonha da serpente Bothrops moojeni, em modelo de ileite induzida por Toxoplasma gondii
metadata.dc.creator: Silva, Tamires Lopes
metadata.dc.contributor.advisor1: Mineo, José Roberto
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Lopes, Carolina Salomão
metadata.dc.contributor.referee1: Carvalho, Fernando dos Reis de
metadata.dc.contributor.referee2: Franco, Priscila Silva
metadata.dc.description.resumo: Doenças inflamatórias intestinais (DIIs) são doenças crônicas mediadas pela ativação da resposta imune. As DIIs são divididas em dois grupos principais, a colite ulcerativa e a doença de Crohn. Além disso, as DIIs são extremamente debilitantes para os pacientes. A produção exacerbada do fator de necrose tumoral (TNF) está relacionada ao dano intestinal durante a doença de Crohn e a diminuição de seus efeitos é uma importante intervenção terapêutica. Sabe-se que a infecção oral por Toxoplasma gondii induz inflamação intestinal, que envolve uma produção aumentada de TNF e isso mimetiza a resposta inflamatória que ocorre na doença de Crohn. BmooP-a-I é uma metaloprotease de peçonha de serpente isolada de Brothrops moojeni capaz de hidrolisar o TNF. Considerando estas evidências, o objetivo do presente trabalho foi avaliar se o tratamento com BmooP-a-I seria capaz de reduzir o efeito deletério da ileíte induzida em modelo murino de infecção oral por T. gondii. Para este propósito, induziu-se ileíte em camundongos C57BL/6 por meio da infecção oral com 50 cistos de T. gondii cepa Pru- GFP. Em seguida, os animais foram tratados com BmooPM-a-I ou inoculados com PBS como um grupo controle e amostras de baço, linfonodos mesentéricos e íleo foram coletadas no dia 7 pós-infecção para avaliação dos efeitos da metaloprotease nos animais infectados. Os índices de morbidade e mortalidade também foram determinados. Dentre os resultados obtidos, foi observado que o tratamento com BmooMP-a-I prolongou a sobrevida e diminuiu os sinais clínicos da doença, especialmente em relação à perda de peso. Além disso, o tratamento foi capaz de melhorar os aspectos macroscópico e microscópico das amostras de tecido intestinal. O tratamento também reduziu a produção de citocinas pró-inflamatórias, bem como a expressão de mediadores inflamatórios no linfonodo mesentérico. Em relação aos experimentos ex-vivo, observou-se uma redução da resposta dos esplenócitos das células dos linfonodos mesentéricos nos animais tratados. Em síntese, os resultados obtidos no presente trabalho evidenciam que o tratamento com a metaloprotease BmooP-a-I é capaz de reduzir a inflamação ileal induzida pela infecção oral por T. gondii, podendo-se hipotetizar que este tipo de tratamento pode também ser útil em outras doenças inflamatórias intestinais, como a doença de Crohn.
Abstract: Inflammatory bowel diseases (DIIs) are chronic immune mediated diseases. DIIs are divided into ulcerative colitis and Crohn’s disease. Also, DIIs are extremely debilitating for patients. The exacerbated production of TNF cytokine is related to the intestinal damage during Crohn’s disease and the neutralization of this cytokine has been suggested as a therapeutic intervention. Oral infection by Toxoplasma gondii induces intestinal inflammation through the overproduction of TNF, which is quite similar to the response during Crohn’s disease. BmooMP-a-I is a snake venom metalloprotease isolated from Brothrops moojeni, which is able to cleave TNF. Considering these pieces of information, we aimed to evaluate whether the treatment with BmooMP-a-I can reduce the deleterious effect of the T. gondii-induced ileitis. For this purpose, we induced ileitis in C57BL/6 mice by oral infection with 50 cysts of T. gondii. The animals were treated with BmooMP- a-I or inoculated with PBS as control and tissue samples were collected on day 7 postinfection to evaluate the metalloprotease effects on treated animals. Indices of morbidity and mortality were determined in addition to the cytokine profile production. It was observed that BmooMP-a-I treatment increased the survival rates of the infected animals, as well as reduced clinical signs of the survivals, particularly weight loss. Moreover, the metalloprotease treatment ameliorates the macroscopic and microscopic aspect of intestine. The treatment also reduced proinflammatory cytokine production and expression of inflammatory mediators by mesenteric lymph node cells. Additionally, occurred a reduction of ex vivo response of spleen and mesenteric lymph node cells. Overall, these findings constitute strong evidence that the BmooMP-a-I treatment is able to reduce ileal inflammation, making possible to hypothetize that this type of approach could be also helpful for treating of other inflammatory bowel diseases, such as Crohn’s disease.
Keywords: Imunologia
Toxoplasma gondii
Crohn, Doença de- Tratamento
Intestinos - Doenças inflamatórias
BmooMP-a-I
Metaloproteases
SVMPs
Ileíte
Metalloproteases
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::IMUNOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Imunologia e Parasitologia Aplicadas
Citation: SILVA, Tamires Lopes. Avaliação da atividade anti-inflamatória da BmooMP-alfa-l. uma metaloprotease isolada da peçonha da serpente Bothrops moojeni. em modelo de ileite induzida por Toxoplasma gondii. 2017. 76 f.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19642
Issue Date: 4-Aug-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Imunologia e Parasitologia Aplicadas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AvaliacaoAtividadeAntiInflamatoria.pdfDissertação13.66 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.