Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19637
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Perspectivas estéticas e políticas em Dentro da Noite Veloz (1975) de Ferreira Gullar
metadata.dc.creator: Vieira, Thaís Leão
metadata.dc.contributor.advisor1: Ramos, Rosangela Patriota
metadata.dc.description.resumo: A intenção desta monografia é discutir a instrumentalização da arte na década de 1960 por meio da obra Dentro da Noite Veloz (1975) de Ferreira Gullar. Nesse sentido, no primeiro capítulo pretendemos entender, no interior de uma configuração histórica, como se deu a trajetória de Ferreira Gullar. Buscamos distinguir, a partir daí, arte engajada e outras práticas culturais, numa tentativa de mapear historicamente este debate e, mais especificamente em relação à poesia de Ferreira Gullar, analisar práticas e representações de determinados movimentos culturais que ora foram situados como engajados, ora como alienados. No segundo capítulo, a obra dentro da Noite Veloz passa a ser objeto de análise. Escrito entre 1962 e 1975, período no qual o poeta Ferreira Gullar experimentou uma gama de acontecimentos, dentre eles o golpe militar de 1964, o fim do CPC da UNE, a clandestinidade e o exílio, Dentro da Noite Veloz é, também, título de um dos poemas do livro em memória a Che Guevara, e carrega as marcas da trajetória de engajamento político de Ferreira Gullar. Neste capítulo, analisamos a primeira parte - os poemas entre 1962-1968. No terceiro capítulo o período privilegiado é 1968-1975. As temáticas presentes nesse momento da obra giram em torno da prisão política, da clandestinidade e do exílio, experiências pelas quais Gullar vê amigos passando e ele mesmo vivencia. Considerado subversivo por suas poesias e seu engajamento junto ao Partido Comunista Brasileiro (PCB), Gullar é preso por 20 dias em janeiro de 1969 no batalhão da Policia Militar do Rio de Janeiro e exila-se, com destino à URSS, em agosto de 1971 , depois de passar 10 meses na clandestinidade. O poeta só retornará ao Brasil em 1977, vivendo nesse período em vários países. Os poemas marcam também a tomada de posição de Gullar frente às duas grandes opções de enfrentamento do regime militar que delineia-se na esquerda do período: resistência democrática ou luta armada. Ferreira Gullar opta pela resistência democrática e por fazer de seus versos sua arma. Assim, a opção em dividir Dentro da Noite Veloz temporalmente foi por notar uma mudança clara nos poemas de Gullar do período anterior a 1964, onde o poeta tinha o tema da revolução como centro de suas discussões. Após o golpe, Gullar opta pela resistência democrática.
Notes: Palavras-chave criadas pelo pesquisador do Projeto PROGRAD/DIREN/UFU 2016-2017 Historiografia e pesquisa discente: as monografias dos graduandos em História da UFU.
Keywords: Dentro da Noite Veloz (1975)
Ferreira Gullar
Arte engajada
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Citation: VIEIRA, Thaís Leão. Perspectivas estéticas e políticas em Dentro da Noite Veloz (1975) de Ferreira Gullar. 2003. 104 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2003.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19637
Issue Date: 2003
Appears in Collections:TCC - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PerspectivasEsteticasPoliticas.pdfTCC20.96 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.