Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19417
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: “Desaparecer nas pontas dos pés”: história da eutanásia
metadata.dc.creator: Dias, Rodrigo Fernandes Moraes
metadata.dc.contributor.advisor1: Seixas, Jacy Alves de
metadata.dc.contributor.referee1: Araújo, Hermetes Reis de
metadata.dc.contributor.referee2: Lemes, Ivonilda
metadata.dc.description.resumo: Problematizar, no campo das sensibilidades políticas, a formulação de uma “questão” em torno da ideia e prática da eutanásia no Brasil, ou seja, como a morte e a eutanásia são construídas ao mesmo tempo como “questões” médicas, sociais e políticas. Compreender, assim, como a eutanásia e a interpretação do corpo (individual e social) aparecem como uma questão (que extrapola as estritas fronteiras médicas) e como é formulada uma legitimidade da (não) intervenção da instituição médica. Nesse sentido, compreender, dentro de um contexto histórico preciso (década de 1910 a 1930), quais os fatores que possibilitaram a construção dos primeiros discursos médicos brasileiros em torno da eutanásia e seu(s) conteúdos dominantes, buscando entender as relações existentes entre médicos, estudantes de medicina e faculdades inseridos no interior de uma estratégia de poder em constituição. As fontes documentais privilegiadas nesta pesquisa são alguns artigos da Gazeta Médica da Bahia e as teses redigidas pelos estudantes da Faculdade de Medicina da Bahia. Destas teses serão abordadas especificamente duas: Da eutanásia nos incuráveis dolorosos (1928) do médico Ruy Santos e Da resistência dos estados mórbidos a terapêutica e da incurabilidade perante a eutanásia (1928) do bacharel em medicina Benjamim Carvalho. Rastrear, sobretudo, a genealogia de um imaginário social sobre a eutanásia, sua dimensão ético-política, suas principais linhas-de-força. A literatura constitui um campo rico em elementos (representações, símbolos, signos) que possibilitará mapear como a eutanásia era sentida e refletida como questão problematizadora. Para isso, será analisada a peça teatral intitulada Eutanásia (1928) do uruguaio Francisco Imhof.
Keywords: Eutanásia
Medicina
Morte
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Citation: DIAS, Rodrigo Fernandes Moraes. “Desaparecer nas pontas dos pés”: história da eutanásia. 2004. 102 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Curso de História, Instituto de História, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2004.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19417
Issue Date: 2004
Appears in Collections:TCC - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DesaparecerPontasPes.pdfTCC846.25 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.