Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19305
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorSantos, Lara Affonso dos-
dc.date.accessioned2017-08-04T12:36:22Z-
dc.date.available2017-08-04T12:36:22Z-
dc.date.issued2017-08-01-
dc.identifier.citationSANTOS, Lara Affonso dos. Susceptibilidade de vilos placentários humanos infectados pelas cepas atípicas TgChBrUD1 ou TgChBrUD2 comparadas com cepas clonais RH ou ME-49 de Toxoplasma gondii. 2017. 48 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19305-
dc.description.sponsorshipUFU - Universidade Federal de Uberlândiapt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Uberlândiapt_BR
dc.rightsAcesso Embargadopt_BR
dc.subjectToxoplasma gondiipt_BR
dc.subjectCepas atípicaspt_BR
dc.subjectAzitromicinapt_BR
dc.titleSusceptibilidade de vilos placentários humanos infectados pelas cepas atípicas TgChBrUD1 ou TgChBrUD2 comparadas com cepas clonais RH ou ME-49 de Toxoplasma gondiipt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.contributor.advisor-co1Franco, Priscila Silva-
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0157694705215752pt_BR
dc.contributor.advisor1Ferro, Eloisa Amália Vieira-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5649894978271313pt_BR
dc.contributor.referee1Silva, Rafaela José da-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1183163438002431pt_BR
dc.contributor.referee2Guirelli, Pâmela Mendonça-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/9224177137734373pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/2819290886800526pt_BR
dc.description.degreenameTrabalho de Conclusão de Curso (Graduação)pt_BR
dc.description.resumoToxoplasma gondii é um parasito intracelular obrigatório cuja infecção pode ser grave em pacientes imunocomprometidos e em gestantes. O tratamento clássico da toxoplasmose congênita apresenta algumas limitações por provocar efeitos teratogênicos, sendo necessário estudo de drogas alternativas. As cepas de T. gondii possuem alta diversidade genotípica estando associado à gravidade da doença. Em Uberlândia foram descritas as cepas TgChBrUD1 e TgChBrUD2, consideradas virulentas em células e modelos animais. O objetivo desse trabalho foi avaliar a virulência das cepas TgChBrUD1 e TgChBrUD2 em vilos placentários e a eficácia da azitromicina no controle da infecção. Os vilos placentários foram infectados com as cepas RH, ME-46, TgChBrUD1 ou TgChBrUD2 e tratados com azitromicina, espiramicina ou associação de sulfadiazina e pirimetamina. A viabilidade dos vilos placentários foi analisada pelo ensaio LDH e por análise morfológica. A carga parasitária foi determinada por qRT-PCR. Observamos maior carga parasitária nos vilos infectados com a cepa TgChBrUD1 comparados com a cepa TgChBrUD2. A viabilidade dos vilos placentários não foi alterada pelas drogas e o tratamento com azitromicina foi tão eficaz quanto o tratamento clássico da toxoplasmose congênita.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.courseCiências Biológicaspt_BR
dc.sizeorduration48pt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS BIOLOGICASpt_BR
Appears in Collections:TCC - Ciências Biológicas (Uberlândia)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SusceptibilidadeVilosPlacentarios.pdf
  Until 2019-08-30
TCC718.57 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.