Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19244
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Avaliação da função pulmonar e da capacidade funcional de um grupo de idosos da cidade de Uberlândia - MG
metadata.dc.creator: Carneiro, Jéssica Cristina Borges
metadata.dc.contributor.advisor1: Ronchi, Carlos Fernando
metadata.dc.contributor.referee1: Pulici, Erica Carolina Campos
metadata.dc.contributor.referee2: Biagini, Angelo Piva
metadata.dc.description.resumo: Introdução: O envelhecimento é um acontecimento dinâmico, progressivo, natural e irreversível marcado pela transição demográfica com decréscimo das taxas de fecundidade e aumento na expectativa de vida. Estima-se que em 2025 o Brasil ocupe a sexta posição de países com maior número de idosos no mundo. Apesar de ser considerada biológica, a senilidade reflete em alterações gerais na saúde do indivíduo o que contribui para diminuição da capacidade funcional do mesmo. Objetivo: Avaliar a função pulmonar e a capacidade funcional de um grupo de idosos que frequentam uma organização social na cidade de Uberlândia-MG. Metodologia: A amostra inicial foi composta por 43 idosos. Estes responderam o questionário International Physical Activity Questionnaire - (IPAQ) para avaliar o nível de atividade física, realizaram a avaliação da força muscular respiratória através da manovacuometria, foi realizada a coleta do pico de fluxo expiratório pelo peak flow meter, mensuração da força de preensão palmar pelo dinamômetro manual, e o teste time up and go para avaliação da capacidade funcional. Resultados e Discussão: Todos os participantes da amostra foram classificados como ativos, ou seja, todos incluídos no estudo praticam algum tipo de atividade física, seja ela de baixa, moderada ou alta intensidade de acordo com os resultados obtidos no questionário IPAQ. Os resultados obtidos correlacionando pico de fluxo expiratório e dinamometria demonstraram que quanto maior o Pico de Fluxo Expiratório do indivíduo, maior sua força de preensão palmar. Com relação a dinamometria e a manovacuometria podemos afirmar que quanto maior a Força de Preensão Palmar, maior a Pressão Expiratória Máxima. A força da musculatura que proporciona tanto a inspiração (Pressão Inspiratória Máxima) quanto a expiração (Pressão Expiratória Máxima) dos idosos estudados foi considerada equilibrada, não sendo considerada uma superior a outra. A avaliação da capacidade funcional mostrou que mulheres tabagistas apresentaram capacidade funcional reduzida em comparação a mulheres não tabagistas. O resultado não foi significativo no sexo masculino, o que pode ter ocorrido devido ao número amostral. Conclusão: Podemos concluir que os resultados encontrados demonstram que a prática de atividade física é capaz de influenciar a função pulmonar e a capacidade funcional de idosos.
Abstract: Introduction: Aging is a dynamic, progressive, natural and irreversible event marked by the demographic transition with decreasing fertility rates and an increase in life expectancy. It is estimated that , in 2025 Brazil occupy the sixth position of countries with greater number of elderly in the world. Despite being considered biological, senility reflects in general alterations in health of the individual which contributes to decrease of the functional capacity. Objective: To evaluate the pulmonary function and functional capacity of elderly group who attended a social organization in Uberlândia-MG. Methods: The initial sample consisted of 43 elderly individuals, who answered the International Physical Activity Questionnaire (IPAQ) to assess the level of physical activity, have evaluated respiratory muscle strength using manovacuometry, expiratory peak flow torque, and palmar hand grip strength measure by manual dynamometer, and the time up and go test for functional capacity was assessed. Results and Discussion: All participants in the sample were classified as physically active, that is, all included in the study practice some type of physical activity, being low, moderate or high intensity according to the results. Results obtained regarding expiratory peak flow and dynamometry demonstrated that higher individual's Expiratory peak flow, was associated to greater palmar hand grip strength. Evaluating dynamometry and manovacuometry the results showed that higher Palmar Hold Force, was associated to, higher Maximum Expiratory Pressure. Strength of the musculature that provides both inspiration (Maximum Inspiratory Pressure) and expiration (Maximum Expiratory Pressure) of the studied group was considered balanced, not being considered one superior to another. Functional capacity assessment have shown that smokers had reduced functional capacity compared to non smokers in female group. Results were not significant in males, which may have occurred due to the small number of participants. Conclusion: Based in our results, we can conclude that practice of physical activity improved pulmonary function, as well functional capacity in this group of elderly.
Keywords: Função pulmonar
Força muscular respiratória
Exercício Físico
Capacidade funcional
Tabagismo
Pulmonary function
Respiratory muscle strength
Physical activity
Functional capacity
Smoking
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Citation: Carneiro, Jéssica Cristina Borges. Avaliação da função pulmonar e da capacidade funcional de um grupo de idosos da cidade de Uberlândia - MG. 2017. 32 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fisioterapia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19244
Issue Date: 30-Jun-2017
Appears in Collections:TCC - Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AvaliacaoFuncaoPulmonar.pdfTCC3.86 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.