Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19169
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Violência e jiu-jitsu na sociedade contemporânea
metadata.dc.creator: Rocha, Tiago Coelho Porto
metadata.dc.contributor.advisor1: Cerasoli, Josianne Francia
metadata.dc.contributor.referee1: Paula, Dilma Andrade de
metadata.dc.contributor.referee2: Araújo, Hermetes Reis de
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho focaliza a questão da violência urbana e sua relação com o jiu-jitsu na sociedade contemporânea. Esta associação do jiu-jitsu com a violência é um problema enfrentado pelos verdadeiros atletas, praticantes e principalmente professores da arte marcial, pois é uma barreira a ser vencida para o processo de implantação do jiu-jitsu e profissionalização dos atletas que vivem para o esporte. Uma das questões do trabalho é entender a violência dos “pit boys” – denominação também associada a praticantes de jiu-jitsu, como veremos –, contribuindo para um melhor entendimento sobre as práticas destes novos agentes na sociedade contemporânea, mais especificamente na cidade do Rio de Janeiro. Após minhas pesquisas sobre a história do jiu-jitsu e sua divulgação no mundo e Brasil, percebi que os divulgadores do esporte utilizaram de desafios clandestinos para divulgar a “arte suave” (significado da palavra japonesa: jiu-jitsu). Buscando desconstruir os estereótipos, construídos pela mídia, de que as práticas de violência na cidade do Rio de Janeiro são frutos somente da pobreza. Quando iniciei minha pesquisa percebi que não há uma historiografia sobre o jiu-jitsu e fui encontrar na literatura sobre o judô a origem e história do jiu-jitsu. Os primeiros registros da origem do jiu-jitsu são do Japão e foram escritos pelos judocas que se preocuparam em registrar a história da arte mãe do judô, o jiu-jitsu. No primeiro capítulo será realizada uma análise das interpretações dos judocas e dos praticantes de jiu-jitsu acerca da história e origem do jiu-jitsu e judô, como foi a divulgação e implantação das respectivas artes no mundo, antes de chegar ao Brasil, trazido pelo japonês Mitsuyo Maeda. No segundo capítulo uma análise do jiu-jitsu no Brasil (divulgação e implantação realizada pela Família Gracie), relação do Jiu-Jitsu e Vale-tudo e dilemas do jiu-jitsu no Brasil. No terceiro capítulo faço uma análise crítica das práticas esportivas na sociedade, análise histórica de construção dos pit boys, uma comparação da imagem do jiu-jitsu e judô na empresa escrita (Folha de São Paulo).
Keywords: Violência
Jiu-jitsu
Judô
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Citation: ROCHA, Tiago Coelho Porto. Violência e jiu-jitsu na sociedade contemporânea. 2006. 50 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2006.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19169
Issue Date: 2006
Appears in Collections:TCC - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ViolenciaJiuJitsu.pdfTCC498.88 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.