Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19135
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Relações de poder e políticas educacionais: MEI Maria Pacheco Rezende
metadata.dc.creator: Lúcia, Alessandra Aparecida
metadata.dc.contributor.advisor1: Cardoso, Heloisa Helena Pacheco
metadata.dc.contributor.referee1: Almeida, Maria de Fátima Ramos de
metadata.dc.contributor.referee2: Gonçalves Neto, Wenceslau
metadata.dc.description.resumo: Esta monografia pretende analisar as políticas educacionais em Uberlândia, na década de 90, especificamente entre os anos de 1996 e 1999 e as relações sociais de poder que se desenvolvem dentro da instituição escola. Para tal análise foi escolhida a creche Módulo Educacional Infantil Maria Pacheco Rezende, da rede municipal de ensino. Por se tratar de uma instituição inserida no sistema capitalista, a sua compreensão exige uma reflexão mais ampla sobre os mecanismos que estão presentes no sistema e que se fazem presentes em qualquer instituição, seja filantrópica, assistencial ou educacional. A partir dessa perspectiva geral é que uma instituição em particular poderá ser avaliada, uma vez que ela, sendo componente da sociedade em que vivemos, reproduz no seu interior as relações sociais. Na busca desse objetivo mais geral, essa monografia voltar-se-á, também para os estudos das práticas pedagógicas adotadas na creche e da Proposta Curricular do Município de Uberlândia, estabelecendo um paralelo entre as duas. Ao destacar estas políticas educacionais, a creche, na visão de seus idealizadores, deixa de ser apenas uma entidade assistencial para então ser um processador do conhecimento, permitindo à criança obter uma formação educacional alicerçada em um projeto capaz de lhe proporcionar um crescimento qualitativo e se tornar um sujeito ativo na sociedade. Este trabalho se propõe a ser um estudo de caso, que requer abordagem em dois níveis: um mais geral, que inclui a problemática da creche na sua relação com as instituições que caracterizam a sociedade capitalista, entendida como o locus onde as relações diferenciadas proliferam; outro de caráter específico, que busca entender as relações de poder que acontecem dentro da instituição, refletindo sobre o papel da disciplina na formação dos futuros "cidadãos". Portanto, o primeiro capítulo deste trabalho aborda a questão da escola enquanto instituição e, como tal, compreende em seu interior um conjunto de relações sociais e de poder. O segundo capítulo abrange as políticas educacionais em Uberlândia, dando enfoque para a proposta curricular desenvolvida em 1996, pela Secretaria Municipal de Educação em conjunto com uma equipe de professores da rede municipal de ensino. A finalidade do terceiro capítulo é desenvolver um estudo de caso sobre a Creche Maria Pacheco Rezende.
Notes: Palavras-chave e resumo criados pelo pesquisador do Projeto PROGRAD/DIREN/UFU 2016-2017 Historiografia e pesquisa discente: as monografias dos graduandos em História da UFU.
Keywords: Relações de poder
Educação
Uberlândia
MEI Maria Pacheco Rezende
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Citation: LÚCIA, Alessandra Aparecida. Relações de poder e políticas educacionais: MEI Maria Pacheco Rezende. 2000. 104 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2000.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19135
Issue Date: 2000
Appears in Collections:TCC - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RelacoesPoderPoliticas.pdfTCC8.04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.