Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19006
Document type: Trabalho de Conclusão de Curso
Access type: Acesso Aberto
Title: Lodo de esgoto higienizado na adubação da cultura do sorgo (Sorghum bicolor L.)
Author: Martins, Gabriella Cardoso
First Advisor: Camargo, Reginaldo de
First coorientator: Lana, Regina Maria Quintão
First member of the Committee: Lana, Regina Maria Quintão
Second member of the Committee: Magela, Mara Lucia Martins
Summary: O lodo de esgoto é um resíduo proveniente das estações de tratamentos de esgoto, rico em matéria orgânica e nutrientes. Neste contexto, a prática de reciclagem na agricultura se destaca como a opção mais adequada tanto por reduzir a pressão sobre a exploração dos recursos naturais, como por evitar opções menos adequadas e mais impactantes sobre a população e o meio ambiente, além de proporcionar os melhores resultados econômicos. A cultura do sorgo é da família Poaceae, com boa tolerância a seca e alta adaptabilidade a condições adversas. A produção de sorgo é impactada pelo custo com adubações, por ser uma cultura que se tem pouco investimento. O lodo de esgoto é uma boa alternativa para fornecimento de nutrientes com menor custo de produção. Dessa forma, o presente trabalho teve por objetivo a avaliar a utilização do lodo de esgoto higienizado pela combinação entre os tratamentos com cal hidratada e solarização, na cultura do sorgo (Sorghum bicolor L.) com doses variadas de fósforo. A pesquisa foi conduzida na casa de vegetação da Universidade Federal de Uberlândia, no município de Uberlândia, Minas Gerais, Brasil. Foram utilizadas sementes de sorgo granífero, cultivar 1G100. O delineamento experimental de blocos casualizados, possuía esquema fatorial 4 x 4, sendo os fatores quatro níveis de P2O5 (0, 50, 100 e 150% da dose recomendada para a cultura) e quatro doses de lodo de esgoto (0, 10, 20 e 30 Mg ha -1). Cada parcela do experimento foi composta por dois vasos com duas plantas de sorgo. Foram feitas analises aos 30 e 60 dias após a semeadura, sendo altura de plantas, diâmetro de caule, clorofila a, clorofila b e área foliar. Ao final desse período as plantas foram retiradas do solo, separou-se a parte área e essa foi seca em estufa, após seca foi aferido o peso. Na avaliação realizada aos 30 dias após a semeadura não observou diferenças significativas entre os tratamentos para todas as variáveis. Aos 60 dias as variações das doses de lodo de esgoto influenciaram significativamente as variáveis área foliar, altura, clorofila a, massa seca e diâmetro, observando-se que melhores resultados nas doses entre 20 e 30 Mg ha -1 de lodo de esgoto.
Keywords: Biossólido
Resíduos orgânicos
Fertilizante organomineral
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Quote: MARTINS, Gabriella Cardoso. Lodo de esgoto higienizado na adubação da cultura do sorgo (Sorghum bicolor L.). 2016. 23 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19006
Date of defense: 7-Dec-2016
Appears in Collections:TCC - Agronomia (Uberlândia)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LodoEsgotoHigienizado.pdfTCC842.37 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.