Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18948
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Embargado
Title: Ingestão de proteína de acordo com as novas propostas não aumenta o ganho de massa magra quando comparado com as recomendações propostas pela RDA em mulheres pós-menopausadas após protocolo de exercício de força: um ensaio clínico randomizado
metadata.dc.creator: Rossato, Luana Thomazetto
metadata.dc.contributor.advisor1: Oliveira, Erick Prado de
metadata.dc.contributor.referee1: Pimentel, Gustavo Duarte
metadata.dc.contributor.referee2: Kanitz, Ana Carolina
metadata.dc.description.resumo: Introdução: Estudos recentes têm sugerido que a ingestão de proteína de acordo com a Recommended Dietary Allowance (RDA) (0,8 g/kg/dia) parece ser insuficiente para indivíduos mais velhos. Objetivo: Avaliar o efeito de uma nova proposta de ingestão de proteína em relação à recomendação da RDA sobre a massa magra (MM) de mulheres pós-menopausadas (PM) durante protocolo de exercício de força. Material e métodos: Vinte e três PM (63,2 ± 7,8 anos) foram randomizadas em dois grupos. O grupo com ingestão semelhante a nova proposta (n=11) (hiperproteico - HP) recebeu um plano dietético com ~1,2 g/kg/dia de proteína, enquanto que o grupo com recomendação da RDA (n=12) (normo proteico - NP) foi instruído a ingerir ~0,8 g/kg/dia de proteína. Ambos os grupos realizaram o mesmo protocolo de treinamento de força, que consistiu de três vezes por semana, com progressão do número de séries (de 1 para 6 séries) e 8-12 repetições. A intervenção ocorreu durante 10 semanas. A avaliação da composição corporal foi realizada por densitometria com emissão de raios-X de dupla energia. A dieta foi avaliada por nove recordatório alimentar de 24 horas. Resultados: Durante o protocolo, o grupo HP apresentou maior ingestão de proteína (1,18±0,3 vs 0,87±0,2 g/kg/dia, p=0,008) e leucina (6,0±1,4 vs 4,3±0,9 g/dia, p<0,001) do que o grupo NP, respectivamente. No final da intervenção, houve aumento de MM tanto no HP (37,1±6,2 vs 38,4±6,5 kg, p=0,004) como no grupo NP (37,6±6,2 vs 38,8±6,4 kg, p<0,001), sem diferenças entre os grupos (p=0,572). Conclusão: O consumo de proteína próximo à nova proposta não resultou em maior ganho de MM quando comparado à recomendação da RDA em mulheres PM realizando exercícios de força durante 10 semanas. Este ensaio clínico foi registado no clinicaltrials.gov, com o protocolo NCT03024125.
Abstract: Introduction: Recent studies have been suggested that protein intake according to Recommended Dietary Allowance (RDA) (0.8 gkg-1d-1) seems to be insufficient for older individuals. Objective: The aim of this study was to evaluate the effect of a new proposal of protein intake compared to RDA recommendation on lean body mass (LBM) gain in postmenopausal women (PMW) practicing resistance exercise. Material and methods: Twenty-three PMW (63.2±7.8y) were randomised into two groups. The group with new proposal (n=11) (high protein - HP) received a dietary plan with ~1.2 gkg-1d-1 of protein, while the group with RDA recommendation (n=12) (normal protein - NP) was instructed to ingest ~0.8 gkg-1d-1 of protein. Both groups performed the same resistance training protocol, which consisted of three times a week, with progression of the number of series (from 1 to 6 sets) and 8-12 repetitions. The intervention occurred during 10- weeks. Body composition evaluation was performed by dual-energy X-ray absorptiometry. The diet was evaluated by nine 24-hour food recall. Results: During the protocol, HP group presented higher intake of protein (1.18±0.3 vs. 0.87±0.2 gkg-1d-1, p=0.008) and leucine (6.0±1.4 vs 4.3±0.9 g/day, p<0.001) than the NP group, respectively. At the end, there were an increase in LBM both in HP (37.1±6.2 vs 38.4±6.5 kg, p=0.004) and in NP (37.6±6.2 vs 38.8±6.4 kg, p<0.001), with no differences between groups (p=0.572). Conclusion: Therefore, we concluded that a protein intake close to new proposals did not lead to higher LBM gain, when compared to RDA recommendation in PMW performing resistance exercise during 10-weeks. This trial was registered at clinicaltrials.gov as NCT03024125.
Keywords: Ciências medicas
Proteínas - Metabolismo
Proteínas na nutrição humana
Leucina
Massa magra
Recomendações da RDA
Ingestão de leucina
Mulheres pós-menopausadas
Lean body mass
Protein
RDA eecommendations
Leucine intake
Postmenopausal women
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde
Citation: ROSSATO, Luana Thomazetto. Ingestã de proteína de acordo com as novas propostas não aumenta o ganho de massa magra quando comparado com as recomendações propostas pela RDA cm mulheres pós-menopausadas após protocolo de exercício de força: um ensaio clínico randomizado. 2017. 52 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18948
Issue Date: 22-Feb-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
IngestaoProteinaAcordo.pdfDissertação18.14 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.