Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18875
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Centro de Documentação Popular: memórias e histórias, sonhos e utopias (Uberlândia, 1985-1995)
metadata.dc.creator: Rosa, Amanda Marques
metadata.dc.contributor.advisor1: Vasconcelos, Regina Ilka Vieira
metadata.dc.contributor.referee1: Barbosa, Marta Emísia Jacinto
metadata.dc.contributor.referee2: Almeida, Paulo Roberto de
metadata.dc.description.resumo: Esta pesquisa discute a formação do Centro de Documentação Popular (CDP) na década de 1980, na cidade de Uberlândia. Esta ação surgiu de um grupo de professores e alunos da Universidade Federal de Uberlândia, que sentiram, dentre outras necessidades, a de constituir um acervo que referenciasse a memória "dos de baixo", que trouxesse voz "aos silenciados". Realizada a fundação do CDP, o desafio do grupo foi se estabelecer. Nesse intuito, se aproximaram dos sindicatos e logo expandiram as ações do Centro, agregando à função da "preservação", as funções da "formação" e da "informação". Transformou-se em centro de apoio e documentação. Da necessidade em constituir um acervo "popular", a ação transformou-se em projeto. Constituiu-se um grande acervo diversificado em seus materiais e nas experiências ali contidas pela conservação dos suportes das suas memórias. Envolveu grande número de pessoas, entidades sindicais, movimentos populares, em suma, sujeitos históricos que encamparam essa necessidade enquanto projeto de intervenção na sociedade capitalista, a fim de romper com as desigualdades e fundar uma sociedade socialista. A partir da leitura e entrecruzamento das fontes produzidas pela secretaria do Centro, dos trabalhos produzidos sobre o CDP e das entrevistas orais feitas com dois ex-membros do Centro, explorei as contradições existentes no grupo e em sua proposta de mudança da sociedade, nas articulações estabelecidas para generalização de seu projeto, de seus sonhos e utopias. Alio a essa discussão, minha experiência com este acervo, hoje uma coleção que está sob a guarda do Centro de Documentação e Pesquisa em História - CDHIS/UFU. Nesse sentido, trouxe as inquietações que iam surgindo durante meu contato com a referida documentação: por que constituir um acervo popular? Quem era esse "popular", no caso, os agentes de diálogo? Quem financiava? Quem se envolveu e por que se envolveu? Quais os interesses gestados naquela sociedade que impeliam os envolvidos a tal ação? Qual memória queriam forjar? Norteiam a pesquisa as discussões historiográficas que abordam as categorias: memória enquanto campo de embates; história como experiência coletiva e múltipla; passado enquanto processo aberto e não cristalizado; e sujeitos entendidos como seres dotados de potência.
Notes: Palavras-chave criadas pelo pesquisador do Projeto PROGRAD/DIREN/UFU 2016-2017 Historiografia e pesquisa discente: as monografias dos graduandos em História da UFU.
Keywords: Centro de Documentação Popular
Memórias
Preservação
Uberlândia
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Citation: ROSA, Amanda Marques. Centro de Documentação Popular: memórias e histórias, sonhos e utopias (Uberlândia, 1985-1995). 2008. 119 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2008.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18875
Issue Date: 2008
Appears in Collections:TCC - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CentroDocumentacaoPopular.pdfTCC24.97 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.