Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18739
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Corrupção no Brasil: comportamento do mercado acionário à divulgação de notícias de práticas corruptivas
metadata.dc.creator: Teruel, Roberta Leal Hias
metadata.dc.contributor.advisor1: Ribeiro, Kárem Cristina de Sousa
metadata.dc.contributor.referee1: Carvalho, Luciano Ferreira
metadata.dc.contributor.referee2: Cruz, Aletheia Ferreira da
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho teve como objetivo compreender como notícias envolvendo práticas corruptivas podem afetar o mercado financeiro, em termos de volatilidade, retorno das ações e volumes negociados, comparando as empresas que aderiram às melhores práticas de governança corporativa em relação aquelas que não aderiram. A metodologia adotada foi estudos de eventos e para tanto, foi analisado o período de 01 de janeiro de 2011 a 31 de março de 2016. A amostra foi composta de setenta e três empresas, sendo trinta e cinco classificadas como melhores práticas de governança, trinta e cinco classificadas como piores práticas e três empresas envolvidas nos eventos de corrupção analisados. Os dados foram coletados na Economática, em frequência diária, e a para o cálculo da volatilidade das ações foi utilizado o modelo generalizado autoregressivo com heteroscedasticidade condicional (GARCH). Ao definir os eventos de corrupção participantes da pesquisa, os mesmos foram divididos em notícias que afetaram de forma positiva o mercado e aquelas que afetaram de forma negativa. Ao constituir tanto a amostra de empresas, quanto de eventos, foram realizados os testes de hipóteses através do estudo de eventos considerando uma janela de eventos de 11 dias (-5 a +5). A significância das variações anormais foi verificada por meio dos testes T de Student e teste de Wilcoxon. Os resultados encontrados para volatilidade sugerem que as empresas com piores práticas são mais afetadas que as empresas com melhores práticas, indicando que o conteúdo informacional referente a divulgação de notícias de corrupção é assimétrico. Ao passo que os resultados referentes a retornos e volumes indicam que o comportamento das empresas com melhores práticas se comporta de forma similar ao grupo de piores práticas e não apresenta diferenças estatisticamente significativas. Outro achado do estudo, refere aos volumes negociados, haja vista que todas os grupos analisados reagiram instantaneamente, todavia somente no cenário em que o mercado reagiu de forma negativa ao evento.
Abstract: This paper aimed to understand how news involving corruptive practices can affect the financial market in terms of volatility, stock returns and traded volumes, comparing companies that adhered to the best practices of corporate governance in relation to those that did not adhere. The methodology adopted was evet studies and for that, the period from January 1, 2011 to March 31, 2016 was analyzed. The sample consisted of seventy-three companies, thirty-five were classified as best governance practices, thirty-five classified as worst practices and three companies involved in the corruption events analyzed. The data were collected in Economática, at daily frequency, and the generalized autoregressive model with conditional heteroscedasticity (GARCH) was used to calculate stock volatility. In defining the corruption events participating in the survey, they were divided into news items that positively affected the market and those that affected negatively. The hypothesis tests were performed through the event studies, considering an event window of 11 days (-5 to +5). The significance of the abnormal variations was verified by means of Student's t test and Wilcoxon test. The results found for volatility suggest that companies with worse practices are more affected than companies with best practices, indicating that the informational content regarding the dissemination of corruption news is asymmetrical. While results referring to returns and volumes indicate that the behavior of companies with best practices behaves similarly to the group of worst practices and does not present statistically significant differences. Another finding of the study refers to the volumes traded, since all groups analyzed reacted instantly, however only in the scenario where the market reacted negatively to the event.
Keywords: Administração
Corrupção administrativa
Mercado financeiro - Corrupção
Corrupção na política
Corrupção
Volatilidade
Retorno
Volumes Negociados
Estudo de eventos
Corruption
Volatility
Return
Trading Volume
Event Studies
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Administração
Citation: TEREL, Roberta Leal Hias. Corrupção no Brasil: comportamento do mercado acionário à divulgação de notícias de práticas corruptivas. 2017. 80 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18739
Issue Date: 24-Feb-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CorrupcaoBrasilComportamento.pdfDissertação1.34 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.