Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18705
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Imagens do movimento comunista na obra literária Os Subterrâneos da Liberdade, do autor Jorge Amado
metadata.dc.creator: Silva, Jaqueline Peixoto Vieira da
metadata.dc.contributor.advisor1: Voigt, André Fabiano
metadata.dc.contributor.referee1: Almeida, Antônio de
metadata.dc.contributor.referee2: Avelar, Alexandre de Sá
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho visa ao estudo do movimento comunista no Brasil, a partir da obra literária Os Subterrâneos da Liberdade, do autor Jorge Amado. A obra foi publicada pela primeira vez em 1954 e apresenta na narrativa uma construção memorial de fatos ocorridos, aproximadamente, entre os anos de 1930 a 1945, utilizando a literatura, história, ficção e realidade para construir um trabalho artístico de cunho político. Vários elementos foram analisados para desenvolver o texto historiográfico, como os acontecimentos ligados ao movimento comunista nacional e internacional, entre os anos de 1922 a 1954 (período que abrange a vivência do autor, o resgate de suas memórias e a publicação dessa obra). A monografia se divide em três partes. Primeiro é apresentado um breve histórico sobre o PCB – Partido Comunista do Brasil. Na segunda parte é introduzido o autor Jorge Amado e sua obra Os Subterrâneos da Liberdade, prosseguindo com análises dos personagens Mariana, Saquila, Gonçalo, Negro Doroteu e Negra Inácia que são militantes comunistas inseridos no movimento, com sentimentos e atitudes comportamentais que o pesquisador questiona. E ainda, são personagens que se movimentam no contexto da história comunista nacional e internacional, juntamente com a exposição dos líderes envolvidos e ideologias difundidas para o favorecimento do alcance dos objetivos políticos que pretendiam transformar a sociedade mundial. Já na terceira parte, é apresentada a problemática sobre a sedução ideológica que envolveu diversos militantes. A paixão revolucionária, juntamente com a esperança de transformação do mundo para um estado de igualdade, produziu pessoas que podem ter sido reféns de um autoritarismo violento, durante o período stalinista. Para essa reflexão, foram estabelecidos diálogos e debates com o autor Furet, no texto, A Paixão Revolucionária.
Notes: Nota: Resumo criado pelo pesquisador do Projeto PROGRAD/DIREN/UFU 2016-2017 Historiografia e pesquisa discente: as monografias dos graduandos em História da UFU.
Keywords: Movimento Comunista
Jorge Amado
Brasil
1922-1954
Literatura
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Citation: SILVA, Jaqueline Peixoto Vieira da. Imagens do movimento comunista na obra literária Os Subterrâneos da Liberdade, do autor Jorge Amado. 2010. 142 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2010.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18705
Issue Date: 2010
Appears in Collections:TCC - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ImagensMovimentoComunista.pdfTCC1.02 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.