Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18692
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Espaços, práticas e valores de sociabilidade: hierarquias e resistências em Uberlândia-MG (1920-1940)
metadata.dc.creator: Moraes, Mário
metadata.dc.contributor.advisor1: Vasconcelos, Regina Ilka Vieira
metadata.dc.contributor.referee1: Barbosa, Marta Emísia Jacinto
metadata.dc.contributor.referee2: Santos, Carlos Meneses de Sousa
metadata.dc.description.resumo: Esta pesquisa teve como objetivo perceber como os projetos para o desenvolvimento da cidade de Uberlândia estavam sendo disputado pelos diversos grupos e como o projeto das classes hegemônicas prevaleceu sobre os demais. Estes grupos buscaram construir a imagem do progresso para todos, onde latifundiários, comerciantes, políticos, juízes de direito e delegados teriam a função de guiar o povo para o progresso, onde a cidade passaria a ter características européias. Para manter a prevalência deste projeto, foi necessário construir valores, costumes, sentimentos, modos de se comportar e trajar, próprios desta elite, que justificariam sua posição dentro de uma hierarquia social, superior as demais, os legitimando como detentores do caminho para o progresso. Uma construção hierárquica que se construía em todo o cotidiano das pessoas, nos bares, clubes, casas noturnas, ruas e cinemas, com uma disciplina social que tinha como função engendrar o poder das classes dominantes. No entanto, naquele projeto de progresso, nem todas as pessoas estavam sendo contempladas com o desenvolvimento da cidade. Grupos de pobres e negros iriam, num processo de resistência, se colocar em oposição a estes grupos hegemônicos, buscando a criação de valores e locais de sociabilidade próprios, de modo a se identificarem como explorados pelo modo de produção em vigor. Desta forma, procuro também perceber como esses grupos se mobilizavam para garantir uma vida digna, tendo a participação no projeto de desenvolvimento da cidade, lutando pelo o direito a saúde, educação, moradias dignas, melhores salários, em oposição ao projeto imposto pelas elites que estava colocando estes grupos em plena miséria.
Notes: Palavras-chave criadas pelo pesquisador do Projeto PROGRAD/DIREN/UFU 2016-2017 Historiografia e pesquisa discente: as monografias dos graduandos em História da UFU.
Keywords: Valores
Projetos de desenvolvimento
Uberlândia
Praia Clube
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Citation: MORAES, Mário. Espaços, práticas e valores de sociabilidade: hierarquias e resistências em Uberlândia-MG (1920-1940). 2010. 101 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2010.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18692
Issue Date: 2010
Appears in Collections:TCC - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EspaçosPráticasValores.pdfTCC1.93 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.