Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18642
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Estrutura de habitat e tamanho da presa modulam a ecologia da predação de um pseudoescorpião social neotropical
metadata.dc.creator: Moura, Renan Fernandes
metadata.dc.contributor.advisor1: Claro, Kleber Del
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Pedroso, Everton Tizo
metadata.dc.contributor.referee1: Ramires, Eduardo Novaes
metadata.dc.contributor.referee2: Moreira, Vanessa Stefani Sul
metadata.dc.description.resumo: Estratégias de predação são influenciadas pelas características da presa, como seu valor nutricional ou estrutura de habitat. Fatores intrínsecos como hábito de vida, plasticidade comportamental e adaptações moduladas pelo estágio de desenvolvimento também interferem na ecologia da predação. Hábitos sociais e interações comportamentais entre indivíduos coloniais favorecem o surgimento de dinâmicas de predação e alimentação complexos. Aqui, avaliamos os hábitos alimentares do pseudoescorpião social Paratemnoides nidificator (Atemnidae) em duas áreas de Cerrado. Esses pseudoescorpiões vivem sob as cascas de árvores que variam em tamanho, profundidade e forma. Potencialmente, a estrutura do habitat é capaz de interferir no comportamento alimentar e no acesso às presas desses animais. Portanto, nós testamos as hipóteses de que: (i) colônias maiores são capazes de capturar presas maiores e de tamanhos mais variados; (ii) a estrutura do habitat limita o tamanho da presa capturada; (iii) a escolha das presas é mediada pelo estágio de desenvolvimento do pseudoescorpião, onde os adultos apresentam preferência por presas maiores. Avaliamos os itens alimentares, a composição das colônias e a estrutura do habitat dos pseudoescorpiões nas duas áreas. Em condições laboratoriais, determinamos se P. nidificator apresenta preferência por presas de acordo com o estágio de desenvolvimento oferecendo presas de diferentes tamanhos. O comprimento e abundância das presas variaram de acordo com os locais de estudo, e as colônias de pseudoescorpiões foram mais numerosas no ambiente mais urbanizado. Além disso, colônias maiores capturaram uma maior variedade de tamanho de presas. As colônias são capazes de capturar grandes presas utilizando a abertura das cascas de árvores como uma armadilha; todavia, observamos este efeito apenas em colônias que viviam sob cascas de tamanho intermediário. Provavelmente, a abertura das cascas funciona como um tipo de fenótipo estendido, fornecendo condições ou limitações quanto ao acesso às presas, gerando um beneficio diferencial entre as colônias. Em laboratório, ninfas não demonstraram preferência pelo tamanho das presas, enquanto que os adultos se alimentaram, principalmente, das formigas maiores. Presas pequenas podem representar um complemento energético paras as ninfas, reduzindo a competição intraespecífica e a exposição às grandes e perigosas presas.
Abstract: Predation strategies are driven by prey characteristics, such as nutritional value, or by habitat structure. Intrinsic factors such as living habits, behavioral plasticity and age-dependent nutritional requirements also shape predator ecology. Social living and behavioral interactions among nestmates favor more complex prey capture behaviors and group feeding dynamics. Here, we evaluated the feeding habits of the social pseudoscorpion Paratemnoides nidificator in two areas of Brazilian Cerrado savanna. These pseudoscorpions live under the bark of tree trunks that varies in size, depth and shape. Potentially, habitat structure could interfere with pseudoscorpion ambushing behavior and prey accessibility. We therefore assessed the hypotheses that: (i) larger colonies can capture larger and more variable prey sizes; (ii) habitat structure limits the size of captured prey; (iii) there is an age-dependent prey choice in which adult pseudoscorpions prefer larger prey. We evaluated prey items, colony composition and habitat structure of pseudoscorpions at two sites. Under laboratory conditions, we determined whether P. nidificator presents age-dependent feeding preferences by offering prey items of different sizes. Prey length and abundance varied between study sites and pseudoscorpion colonies were more numerous within a more urban. Additionally, larger colonies captured a wider variety of prey sizes. Colonies are able to capture large prey by using openings in tree bark as a trap; however, we observed this effect only in colonies situated under bark of intermediate width. Tree bark may play a role as a phenotype extension, providing conditions for or limitations to prey access and generating a heterogeneous benefit for colonies. In the laboratory, nymphs showed no preference for prey size, while adults mainly fed on larger ants. Small prey might represent an energetic complement for nymphs, reducing intraspecific competition and their exposure to larger, dangerous prey.
Keywords: Ecologia
Comportamento animal
Pseudo- escorpião
Habitat (Ecologia)
Captura de presa
Comportamento social
Escolha do predador
Fenótipo estendido
Forrageio
Heterogeneidade de habitat
Paratemnoides nidificator
Extended phenotype
Foraging
Habitat heterogeneity
Predator choice
Prey capture
Social behavior
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais
Citation: MOURA, Renan Fernandes. Estrutura de habitat e tamanho da presa modulam a ecologia da predação de um pseudoescorpião social neotropical. 2017. 51 f. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18642
Issue Date: 21-Feb-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ecologia e Conservação de Recursos Naturais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EstruturaHabitatMoura.pdf2.61 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.