Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18565
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: ONG’s e assistencialismo religioso em Uberlândia – 1980/2004
metadata.dc.creator: Meira, Júlio César
metadata.dc.contributor.advisor1: Almeida, Antônio de
metadata.dc.contributor.referee1: Almeida, Paulo Roberto de
metadata.dc.contributor.referee2: Luz, Guilherme Amaral
metadata.dc.description.resumo: A presente pesquisa tem como tema as Organizações Não Governamentais e a sua atuação no Município de Uberlândia, bem como a relação das mesmas com o poder público municipal, no sentido de adequar-se à Legislação que regulamenta a distribuição de subvenções. Partindo do princípio de que o Estado brasileiro, em sua reformulação a partir dos anos 80 – acompanhando tendência mundial – diminuiu os investimentos em políticas públicas e de geração e distribuição de renda, desenvolvendo uma política de atendimentos emergenciais e focalizados, delegando para a iniciativa privada a tarefa de implementação de fato desses atendimentos, as Ong’s despontam como parceiras preferenciais. O Estado funcionando como financiador e as Ong’s como operadoras in loco das ações destinadas a situações específicas, assistencialistas, funcionando como paliativos de curto ou médio prazo, mas não mudando a estrutura da sociedade, exclusivista e concentradora de renda. A ação dessas entidades, muitas das quais ligadas a grupos religiosos, políticos e empresariais, devido a sua característica pontual e isolada, contribuiu para a diminuição da atuação dos movimentos sociais tradicionais a partir dos anos 80, numa estratégia de esvaziamento político que pode muito bem ser analisada a partir do ponto de vista da ordem social, da disciplina e controle da sociedade liberal burguesa. No município de Uberlândia, as Ong’s beneficiadas com subsídios, tanto da Prefeitura quanto das dotações orçamentárias da Câmara municipal, atuam em sua maioria com projetos assistencialistas, englobando desde a distribuição de cestas básicas, atendimento médico e odontológico, até o tratamento de dependência química ou alcoólica, sendo que grande parte delas são confessionais, ou seja, estão ligadas a igrejas ou grupos religiosos. Esta pesquisa pretende analisar algumas dessas entidades, buscando entender, além da relação das mesmas com o poder público, o papel que desempenham dentro dos projetos evangelísticos de suas mantenedoras.
Keywords: Neoliberalismo
Assistencialismo
Religião
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Citation: MEIRA, Júlio César. ONG’s e assistencialismo religioso em Uberlândia – 1980/2004. 2005. 77 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2005.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18565
Issue Date: 2005
Appears in Collections:TCC - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AssistencialismoReligiosoUberlandia.pdfTCC1.05 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.