Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18395
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Vazão máxima em pequena bacia hidrográfica parcialmente urbanizada em Uberlândia – MG
metadata.dc.creator: Martins, Lorraine Campos
metadata.dc.contributor.advisor1: Carvalho, Hudson de Paula
metadata.dc.contributor.referee1: Camargo, Reginaldo de
metadata.dc.contributor.referee2: Santos, Julio Cesar Neves dos
metadata.dc.description.resumo: A vazão máxima ou vazão de pico é definida como a maior vazão atingida em um evento no qual a precipitação gera de escoamento, que excede os valores habituais de vazão em determinado curso d’água. O conceito de vazão máxima é associado a algum risco a ser igualado ou superado. A vazão máxima é um parâmetro muito utilizado nos cálculos de obras hidráulicas. Sendo assim, este trabalho tem por objetivo estimar a vazão máxima na Bacia Hidrográfica Experimental do Córrego Glória, localizada no município de Uberlândia – MG, através de métodos de estimativa citados na literatura, e gerar um modelo matemático capaz de estimar com relativa precisão a vazão máxima a partir de alguns parâmetros observados. Além disso, o trabalho objetivou a comparação dos resultados obtidos por meio destes métodos aos valores observados diretamente na bacia hidrográfica, a fim de verificar a efetividade de tais métodos. Todos os dados necessários à realização desta pesquisa, como as medidas de vazão, de chuva, de uso e tipo de solo foram monitorados na Bacia Hidrográfica Experimental do Córrego Glória, sub-bacia do Rio Araguari, em Uberlândia - Minas Gerais, Brasil. Para a estimativa da vazão máxima foram utilizados os métodos racional e da hidrógrafa unitária triangular. Neste trabalho, o cálculo do tempo de concentração foi feito a partir de três metodologia diferentes e consagradas na literatura técnica. Os resultados obtidos por meio destes métodos foram comparados com os valores de vazão máxima observados em 14 hidrogramas obtidos na seção de controle da bacia experimental. Os dados de precipitação foram igualmente obtidos diretamente na bacia, e basearam o cálculo de variáveis importantes nesta pesquisa, como a precipitação efetiva e o escoamento superficial direto. A partir dos dados de precipitação, foi gerada uma equação capaz de estimar a vazão máxima na bacia experimental. Os resultados obtidos indicam que os métodos citados na literatura tendem a superestimar a vazão máxima, principalmente o método Racional. Observou-se também, que os valores de vazão máxima obtidos pela aplicação do método da hidrógrafa unitária apresentaram-se mais coerentes com os valores observados. A equação obtida para estimar a vazão máxima na bacia experimental foi gerada a partir de escoamento superficial direto, obtido por meio da regra dos trapézios. Os valores de vazão máxima obtidos por esta equação aproximaram-se consideravelmente dos valores observados, obtendo 0,95 para o coeficiente de Nash-Sutcliffe, o que indica bom ajuste do modelo.
Abstract: The maximum flow is defined as the flow reached when the entire watershed contributes to the increase in flow, which exceeds the usual flow values in a certain watercourse. The concept of maximum flow is associated with some risk to be matched or exceeded. The maximum flow rate is a parameter widely used in hydraulic works calculations. Therefore, the objective of this work is to estimate the maximum flow rate in the Glória Stream Experimental Watershed located in the city of Uberlândia - MG, through estimation methods mentioned in the literature, and to generate a mathematical model capable of estimating with relative accuracy the flow Maximum from some observed parameters. In addition, the work aimed at comparing the results obtained through these methods to the values observed directly in the river watershed, in order to verify the effectiveness of such methods. All the data necessary to carry out this research, such as the flow, rainfall, use and soil type measurements were made in the Glória Stream Experimental Watershed, in the Araguari River sub-watershed, in Minas Gerais, Brazil. For the estimation of the maximum flow, the rational and triangular unit hydrograph were used. In this work, the calculation of the concentration time was made from three different methodology and consecrated in the technical literature. The results obtained by these methods were compared with the maximum flow values observed in 14 hydrograms obtained in the control section of the experimental watershed. Precipitation data were also obtained directly in the watershed, and based the calculation of important variables in this research, such as effective precipitation and direct surface runoff. From the precipitation data, an equation was generated able to estimate the maximum flow in the experimental watershed. The results obtained showed that the methods mentioned in the literature tend to overestimate the maximum flow, mainly the Rational method. It was also observed that the maximum flow values obtained by applying the unit hydrograph method were more consistent with the observed values. The equation obtained to estimate the maximum flow in the experimental basin was generated from direct surface flow, obtained by means of the trapezoid rule. The maximum flow values obtained by this equation approximated considerably the observed values, obtaining 0.95 for the Nash-Sutcliffe coefficient, which indicates a good fit of the model.
Keywords: Qualidade Ambiental
Escoamento superficial
Bacias hidrográficas
Uberlândia (MG)
Escoamento superficial
Modelagem hidrológica
Precipitação efetiva
Hidrógrafa unitária
Método Racional
Surface runoff
Hydrological modeling
Effective precipitation
Unit hydrograph
Rational method
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Qualidade Ambiental
Citation: MARTINS, Lorraine Campos. Vazão máxima em pequena bacia hidrográfica parcialmente urbanizada em Uberlândia – MG. 2017. 81 f. Dissertação (Mestrado em Meio Ambiente e Qualidade Ambiental) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18395
Issue Date: 27-Jan-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Qualidade Ambiental

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VazaoMaximaPequena.pdfDissertação5.52 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.