Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18377
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Xenoenxerto ósseo trabecular bovino desmineralizado associado ao plasma rico em plaquetas, em falhas ósseas no rádio de coelhos
metadata.dc.creator: Faria, Laura Melgaço
metadata.dc.contributor.advisor1: Mota, Francisco Cláudio Dantas
metadata.dc.contributor.referee1: Nogueira, Geison Morel
metadata.dc.contributor.referee2: Souza, Luiz Augusto de
metadata.dc.description.resumo: Na clínica de pequenos animais é comum o aparecimento de pacientes apresentando fraturas com perdas ósseas significantes ou casos patológicos como união retardada e não união óssea. Muitos são os relatos científicos a respeito das técnicas de preparação de enxertos, mas há necessidade de avaliação de novas técnicas que sejam mais facilmente empregadas, de fácil obtenção e que possibilitem uma consolidação óssea mais rápida e efetiva. Desta maneira, justificou-se a realização de um modelo animal experimental que testou a associação do xenoenxerto com plasma rico em plaquetas (PRP), além da possibilidade de formação de mais uma opção de banco de ossos para enxertia. Os fragmentos foram coletados da epífise distal de fêmures de bovinos, e, em seguida, fragmentados, desmineralizados e processados quimicamente. Foi criada uma falha óssea de um cm no terço médio no rádio de coelhos, os quais foram divididos em três grupos. O grupo um foi o grupo controle (GI), o segundo grupo tratado com xenoenxerto desmineralizado processado quimicamente (GII), e o terceiro preenchido com o mesmo enxerto e acrescido de plasma rico em plaquetas (GIII). O local do enxerto foi avaliado radiograficamente e histologicamente com 30 e 60 dias de pós-operatório. A área ostectomizada preenchida com o xenoenxerto foi substituída com grande quantidade de tecido ósseo, de forma organizada e precoce quando comparada ao grupo controle, com nenhuma rejeição. Já a associação de xenoenxerto com PRP não resultou em um processo de consolidação satisfatória.
Abstract: In the clinics of small animals is common the appearance of patients with fractures with significant bone loss or pathological cases as delayed union and non-union bone. There are many scientific papers about preparation techniques grafts, but still a need to evaluate new techniques that are more easily used, easy to obtain and which enable a faster and more effective bone consolidation. Thus it has been justified conducting an experimental animal model that tested the association of xenograft with platelet-rich plasma (PRP), as well a possibility of forming another option of a bone bank for grafting. The fragments were collected from the distal femur epiphysis of bovines, then they were fragmented, demineralized and processed chemically. A bone failure of one cm was created in the middle third in rabbit radio, which were divided into three groups. The first was the control group (GI), the second one was treated with chemically processed demineralized xenograft (GII), and the third was filled with the same graft and added with platelet-rich plasma (GIII). The graft site was evaluated radiographically and histologically at 30 and 60 postoperative days. The ostectomy area filled with the xenograft was replaced with large amount of bone tissue, in an organized and precocious way when compared to the control group, with no rejection. However the association of xenograft with PRP did not result in a satisfactory consolidation process.
Keywords: Veterinária
Ossos - Enxerto
Cirurgia veterinária
Ossos - Crescimento
Ácido Clorídrico
Consolidação óssea
Enxerto ósseo
Fatores de crescimento
Hydrochloric acid
Bone consolidation
Bone graft
Growth factors
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ciências Veterinárias
Citation: FARIA, Laura Melgaço. Xenoenxerto ósseo trabecular bovino desmineralizado associado ao plasma rico em plaquetas, em falhas ósseas no rádio de coelhos. 2016. 63 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18377
Issue Date: 28-Nov-2016
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ciências Veterinárias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
XenoenxertoOsseoTrabecular.pdfDissertação11.03 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.