Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18350
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Formação docente em Minas Gerais: Escola Normal Oficial de Uberaba, 1948 a 1959
metadata.dc.creator: Sousa, Gabriela Marques de
metadata.dc.contributor.advisor1: Santos, Sônia Maria dos
metadata.dc.contributor.referee1: Borges, Vilmar José
metadata.dc.contributor.referee2: Ribeiro, Betânia de Oliveira Laterza
metadata.dc.description.resumo: Esse trabalho está inserido no campo da História e Historiografia da Educação e teve como objetivo compreender a formação de professores na Escola Normal Oficial de Uberaba, entre os anos de 1948 a 1959. O período delimitado dessa pesquisa abrange a trajetória da instituição, demarcado por sua reabertura, através da Lei n°. 284, de 23 de novembro de 1948, até a mudança de denominação da escola, por meio da Lei n° 5.586, de 23 de maio de 1959. A partir da metodologia da micro-história e da História Oral, entendemos o cenário político, social e econômico do Estado de Minas Gerais e da cidade de Uberaba, bem como a trajetória de vida das professoras que se formaram na Escola Normal Oficial do município e sua representação nas práticas e modos de vida das mesmas. Por meio de uma sobreposição de escalas, constatamos que o período das décadas de 1940 e 1950 foi tempo de transformações conjunturais no que diz respeito à organização e sistematização do ensino brasileiro, e, apesar das décadas anteriores terem desenhado um sistema único de educação nacional, os anos, após a saída de Getúlio Vargas da presidência da República, criaram o clima necessário para as discussões em torno dos rumos da educação brasileira. Dessa forma, as mudanças instauradas após o processo de redemocratização política iniciado em meados de 1946, além de transformar o ensino de modo geral, modificaram especificamente o ensino primário, secundário e normal, o que significou um novo momento para a formação de professores e para as Escolas Normais no Brasil, consolidando essas instituições como espaço privilegiado para a formação docente e a feminização do magistério. Constatamos que, para Uberaba, considerada uma das principais regiões que influenciaram o desenvolvimento do Triângulo Mineiro, as transformações no cenário político-econômico do Estado brasileiro e mineiro reverberaram de forma significativa o ensino uberabense, com a abertura de diversas escolas primárias e a reabertura da Escola Normal do município, inaugurando um novo momento para a educação uberabense. Os objetivos desta pesquisa foram: analisar o cenário educacional brasileiro, mineiro e uberabense; identificar e analisar a trajetória da Escola Normal Oficial de Uberaba, bem como a do curso normal, a partir do seu reestabelecimento, em 1948, até a alteração do nome em 1959; e, por fim, analisar o ensino oferecido pela escola e a formação de professores. Acreditando na potencialidade da utilização da História Oral para a reconstrução do passado, a partir das narrativas de seis professoras que se formaram na Escola Normal Oficial de Uberaba, compreendemos a representação dessas instituições na vida pessoal e profissional das docentes, considerando esses estabelecimentos de ensino como fundamentais para a formação de professores mineiros. Igualmente, por meio da busca e catalogação das fontes localizadas na Superintendência de Arquivo Público de Uberaba e da Escola Normal Oficial de Uberaba, bem como nos documentos oficiais de Minas Gerais, foi-nos possível o entendimento da dimensão social e cultural do ensino normal mineiro e a repercussão de legislações e normativas que regulamentavam a formação e a profissionalização docente. Assim, os resultados obtidos por meio desta pesquisa estão na compreensão de que a formação de professores esteve atrelada ao desenvolvimento do ensino primário, sendo essa função entendida pelo Estado como a ferramenta fundamental para a formação do homem e da sociedade, ao mesmo tempo que considerava o professor fator chave para o fracasso e/ou sucesso da educação brasileira. Igualmente, constatamos que a formação docente estava inserida no movimento maior da educação nacional, sendo sua trajetória associada à existência das Escolas Normais e à necessidade de professores, nas décadas de 1940 a 1950.
Abstract: The present study is inserted in the fields of History and Historiography Education and has as objective to understand the formation of teachers at Official Normal School of Uberaba in between the years of 1948 to 1959. The delimited period of this research covers the institution's trajectory, demarcated by its reopening through Law N°. 284 of November 23th, 1948, up until the change of denomination of the school by means of the Law n° 5.586 of may 23th, 1959. From the methodology of micro-history and Oral History, we were able to understand the political, social and economic scenario of the State of Minas Gerais and the city of Uberaba, as well as the life trajectory of the teachers who graduated at the city’s Official Normal School, its representation in the practices and in their ways of life. Through an overlapping of scales, we verified that the period of the 1940s and 1950s were times of conjunctural transformations regarding the organization and systematization of Brazilian education, and although previous decades had designed a unique system of national education, the years that followed, after the departure of Getúlio Vargas from the presidency of the Republic, created the necessary climate for the discussions about the directions of Brazilian education. In this way, the changes introduced after the political redemocratization process begun in mid-1946, in addition to transforming education in general, specifically modified primary, secondary and normal education, which meant a new moment for teacher’s formation and to the “Normal Schools of Brazil”, consolidating these institutions as a privileged space for teacher training and the feminization of teaching. We verified that for Uberaba, considered one of the main regions that influenced the development of the “Triângulo Mineiro”, the transformations in the political- economic scenario of the Brazilian and Minas Gerais State reverberated significantly the uberabense teaching with the opening of several primary schools and with the reopening of the Normal School of the city, inaugurating a new moment for the uberabense education. Therefore, the objectives of this research were to analyze the Brazilian, Minas Gerais and Uberaba educational scenario; to identify and analyze the “Official Normal School of Uberaba” trajectory as well as the normal class from the reestablishment in 1948 until the name change in 1959 and, at last, to analyze the teaching offered by the school and the teacher’s formation. Believing in the potential of the use of Oral History for the reconstruction of the past, from the narratives of six teachers who graduated from the Official Normal School of Uberaba, we were able to understand the representation of these institutions in the personal and professional life of the teachers, considering these educational establishments of teaching as fundamentals for the Minas Gerais teacher’s formation. Likewise, through the search and cataloging of the sources located in the Superintendence of Public Archive of Uberaba and the Official Normal School of Uberaba, as well as the official documents of Minas Gerais, it made possible the understanding of the social and cultural dimension of Minas Gerais teaching and the repercussion of the legislations and laws which regulated the formation and teacher’s training. Thereby, the results obtained through this research are in the understanding that teacher formation were linked to the development of the primary education, being understood by the State as the fundamental tool for man’s formation and of the society while considering the teacher as a key factor for the failure and/or success of Brazilian education. Likewise, we verified that teacher training was inserted in the larger national education movement, being its trajectory associated to the existence of Normal Schools and the need of teachers in the decades of 1940 to 1950.
Keywords: Educação
Escolas normais - Brasil - Historia
Professores - Formação - Uberaba (MG) - História
Escola Normal Oficial de Uberaba - História - 1928-1970
Formação de Professores
Escolas normais
Teacher Training
Normal Schools
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Educação
Citation: SOUSA, Gabriela Marques de. Formação docente em Minas Gerais: Escola Normal Oficial de Uberaba, 1948 a 1959. 2017. 203 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18350
Issue Date: 13-Feb-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FormacaoDocenteMinas.pdfDissertação26.15 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.