Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18339
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Influência dos vieses cognitivos no julgamento dos contadores diante de eventos contábeis que afetam as informações apresentadas nas demonstrações financeiras
metadata.dc.creator: Barbosa, Ismael
metadata.dc.contributor.advisor1: Rech, Ilírio José
metadata.dc.contributor.referee1: Malaquias, Rodrigo Fernandes
metadata.dc.contributor.referee2: Pimenta, Daiana Paula
metadata.dc.description.resumo: Nos últimos anos, ocorreu um aumento nas investigações que buscam compreender de que modo os indivíduos processam as informações, fazem os julgamentos e tomam as decisões no campo das finanças e da contabilidade. A partir de 2007, as normas contábeis tornaram possível melhor julgamento na preparação das demonstrações financeiras, visto que a legislação contábil passou a permitir a discricionariedade por parte dos contadores em diversas situações envolvendo ativos, passivos, receitas e despesas. Sabe-se que a tomada de decisão na área contábil sempre foi marcada pela busca da racionalidade total, ou seja, pressupõe-se que os agentes decisores de posse de dados, fariam suas escolhas de forma mais racional possível, visando a aumentar a utilidade esperada. Entretanto, a contabilidade comportamental, por meio da Teoria dos Prospectos, vem questionar essa racionalidade, apontando que, mesmo diante de dados concretos, o processo de tomada de decisão pode ser influenciado por vieses comportamentais e, com isso, as escolhas feitas poderiam ser diferentes daquelas esperadas. Dessa forma, o objetivo desta pesquisa foi analisar a influência dos vieses cognitivos (efeitos certeza, reflexão e isolamento) no julgamento dos contadores diante de eventos contábeis que afetam as informações apresentadas nas demonstrações financeiras. Para tanto, realizou-se uma pesquisa do tipo descritiva, por meio de uma survey aplicada a profissionais da área contábil que estavam inseridos em algum curso de pós- graduação na área. O questionário foi composto por 12 questões envolvendo escolhas contábeis e julgamentos relacionados aos vieses cognitivos que resultavam em lucro ou prejuízo, buscando captar a influência dos aspectos cognitivos nos respondentes. Assim, foi aplicado o teste Qui-quadrado de aderência para encontrar os resultados, que indicaram que os contadores são influenciados pelos vieses cognitivos oriundos da Teoria dos Prospectos. O teste indicou também que eles fazem seus julgamentos e escolhas com a racionalidade limitada, divergindo do que era preconizado pela teoria da utilidade esperada e em consonância os pressupostos fundamentados pela Teoria dos Prospectos, corroborando com os achados da pesquisa de Kahneman e Tversky (1979).
Abstract: For some years now there has been an increase in the investigations seeking to understand how individuals process information, make judgments and take decisions in the field of finance and accounting. Since 2007, accounting standards allowed for greater judgment in the financial statements preparation, as accounting legislation now allows discretion by the accountants in innumerous situations involving assets, liabilities, revenues and expenses. It is common knowledge that decision making in the accounting area has always been marked by the total rationality, which is to say that the decision makers, knowing all the facts, would make choices in the most rational possible way. However, behavioral accounting, through the Theory of Prospects, questions this rationality, stating that even in face of concrete data, the decision-making process may be influenced by behavioral biases, and therefore the choices made could be different from those expected. Thus, the purpose of this research was to analyze the cognitive biases influence (effects of certainty, reflection and isolation) on the accountants’ judgment in the face of accounting events that affect the information presented in the financial statements. With that in mind, a descriptive survey was performed, aimed at accounting area professionals who were studying in any accounting postgraduate course. The survey was composed by 12 questions related to accounting choices and judgment, involving cognitive biases resulting in profit or loss, trying to capture the influence of cognitive aspects in the respondents. Thus, the Chi-square test of adherence was applied to find the results, indicating that accountants are influenced by cognitive biases derived from the prospect theory. The test also showed that they make their judgments and choices with limited rationality, diverging from what was advocated by the theory of expected utility and consistent with what was predicated on the assumptions of prospect theory, and all this corroborates with the findings of Kahneman and Tversky's (1979) research.
Keywords: Contabilidade
Contabilidade - Processo decisório
Contabilidade analitica
Contabilidade financeira
Teoria dos prospectos
Contabilidade comportamental
Julgamentos
Tomada de decisão
Theory of prospects
Behavioral accounting
Judgments
Decision making
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::CIENCIAS CONTABEIS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ciências Contábeis
Citation: BARBOSA, Ismael. Influência dos vieses cognitivos no julgamento dos contadores diante de eventos contábeis que afetam as informações apresentadas nas demonstrações financeiras. 2016. 102 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18339
Issue Date: 20-Feb-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ciências Contábeis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
InfluenciaViesesCognitivos.pdfDissertação9.23 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.