Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18301
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Identidade e migração: as experiências dos maranhenses em São Gotardo-MG entre os anos de 1995 a 2016
metadata.dc.creator: Silva, Daniel Antônio Coelho
metadata.dc.contributor.advisor1: Abdala, Mônica Chaves
metadata.dc.contributor.referee1: Melo Júnior, João Alfredo Costa de Campos
metadata.dc.contributor.referee2: Junqueira, Marili Peres
metadata.dc.description.resumo: Esta dissertação procurou refletir sobre o deslocamento de pessoas oriundas do Estado do Maranhão para São Gotardo-MG. Esse é um dos frutos gerados pelo desenvolvimento agrícola ocorrido nos últimos 40 anos que alterou de forma significativa as relações econômicas, políticas e culturais no interior dessa cidade. Do ponto de vista cultural, o assentamento de migrantes de diversas regiões do Brasil em uma cidade do interior de Minas Gerais gerou impactos importantes nas formas de sociabilidade e nas identidades dos sujeitos, sejam eles moradores locais, sejam eles migrantes. O deslocamento de pessoas em busca de trabalho, o que a literatura denomina de migração laboral, produz efeitos importantes tanto nas sociedades que recebem esses migrantes, quanto nas localidades que os “exportam”. As transformações ocorridas nesses espaços foram e são estudadas com olhares variados nas Ciências Sociais, como, por exemplo, do ponto de vista das alterações econômicas em um sentido macro, ou do ponto de vista das motivações individuais no sentido micro, que utilizam referências da Economia, da Sociologia e também da Demografia. O viés de análise caminha no sentido de compreender o processo de reconfiguração da identidade maranhense na cidade de São Gotardo e das estratégias de continuidade cultural com a comunidade de origem a partir do pressuposto de que esses migrantes estabelecem e reestabelecem suas formas de convívio social em um ambiente de migração. A entrevista semidiretiva foi a técnica de coleta de dados escolhida para este trabalho, pois tem a vantagem de possibilitar maior liberdade para o entrevistado falar sobre suas experiências, o que, teoricamente, evitaria a imposição da problemática pelo pesquisador. As entrevistas foram gravadas, o áudio foi analisado e as questões pertinentes aos objetivos propostos foram incorporadas nas discussões da pesquisa.
Abstract: This thesis aimed to reflect on the population dislocation from the State of Maranhão to the city of São Gotardo, in the State of Minas Gerais, both in Brazil. This dislocation is one of the results of the agricultural development of the last 40 years, which have been changing significantly the economic, political and cultural relations within the interior of this community. From the cultural point of view, the settlement of migrants from different regions of Brazil in an country town of Minas Gerais State caused important impacts in the sociability forms and in the identities of these subjects, whether they are the locals or the migrants themselves. The dislocation of people pursuing work, which literature calls labor migration, produces important effects both in the societies that welcome these migrants, and in the places that "export" them. The transformations that occurred in these spaces have been studied with assorted looks for the social sciences, for instance, from the perspective of the economic changes in a macro sense, or from the point of view of the individual motivations in the micro sense, that resort references from the Economic, the Sociological as well as the Demographic studies. The direction of the analysis is built in the sense to comprehend the reconfiguration process of the identity of the people from Maranhão in São Gotardo and the strategies of cultural continuity with their home community, based on the assumption that these migrants establish and reestablish their social manners in a migration environment. The semi-structured interview was the chosen data collection technique for this work, as it has the advantage of allowing greater freedom to the interviewed to talk about their experiences, what would avoid, theoretically, the imposition of the issue by the researcher. The interviews were recorded with a cellphone and afterwards the audio was analyzed and the relevant issues to the proposed goals were embedded in the discussions of the research.
Keywords: Ciências sociais
Maranhão - Migração
São Gotardo (MG) - Migração
Desenvolvimento rural - Alto Paranaíba
Desenvolvimento rural - Aspectos sociais
Maranhenses
Reconfiguração cultural
Identidade
Migrante
PADAP
Cultural reconfiguration
Identity
Migrant
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais
Citation: SILVA, Daniel Antônio Coelho. Identidade e migração: as experiências dos maranhenses em São Gotardo-MG entre os anos de 1995 a 2016. 2016. 134 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18301
Issue Date: 11-Jul-2016
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
IdentidadeMigracaoExperiencias.pdfDissertação8.34 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.