Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18293
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Estruturas de governança no complexo agroindustrial sucroalcooleiro goiano
metadata.dc.creator: Queiroz, Antonio Marcos de
metadata.dc.contributor.advisor1: Ortega, Antonio César
metadata.dc.contributor.referee1: Fernandes Filho, José Flores
metadata.dc.contributor.referee2: Perosa, Bruno Benzaquen
metadata.dc.contributor.referee3: Vian, Carlos Eduardo de Freitas
metadata.dc.contributor.referee4: Lima, Divina Aparecida Leonel Lunas
metadata.dc.description.resumo: No início deste milênio, houve forte estímulo à expansão do complexo sucroalcooleiro no Brasil, que levou ao ressurgimento de debates e análises acerca da construção de novas políticas de incentivo e de articulação dos agentes do complexo. O objetivo geral desta tese é identificar e caracterizar as principais estruturas de governança (modelos tradicional e novo) no complexo agroindustrial sucroalcooleiro goiano. Para isso, foi realizada uma revisão histórica do processo de criação de políticas desde o Instituto do Álcool e do Açúcar, que mostra a expansão, a reestruturação, até a desregulamentação nesse complexo com a consequente extinção desse órgão na década de 1990 e a emergência de novas institucionalidades de representação de interesses. O novo boom de crescimento do complexo nos anos 2000 revela uma reconfiguração da expansão da agroindústria canavieira nos estados de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Paraná. A migração de agroindústrias sucroalcooleiras paulistas e nordestinas é explicada pela busca de maiores ganhos de escala com terra abundante, menores custos de produção e de transação e, sobretudo, a maior competitividade, o que irá alterar o padrão da produção agrícola nesses estados. Consequentemente, esse processo tornou o estado de Goiás o segundo maior produtor de cana-de-açúcar e de etanol nacional, impulsionado por políticas de incentivos fiscais e creditícios oriundos das agências de fomento estaduais e federais. Ademais, nessa perspectiva, são considerados também os aspectos institucionais, tecnológicos e, principalmente, as estruturas de governança que abrangem a forma de organização e de articulação dos agentes no setor. Desse modo, a metodologia de trabalho baseou-se na pesquisa qualiquantitativa. A primeira trata de dados secundários a partir da revisão histórica e de dados primários com a aplicação de questões semiestruturadas (entrevistas). A segunda utiliza dados secundários para a identificação de clusters espaciais na estatística espacial e também mostrar a relação de causalidade entre variáveis, considerando o modelo de painel dinâmico espacial na econometria espacial. Nossa análise permitiu concluir que, em Goiás, existem clusters espaciais que podem ser considerados territórios canavieiros, com padrões de associação espacial nos municípios produtores de cana-de-açúcar. Os clusters espaciais estão localizados nas áreas de alta produtividade, o que eleva a concorrência por terra com as culturas da soja e do milho existentes. Observa-se que os municípios canavieiros também são aqueles que têm apresentado bons indicadores socioeconômicos. As estruturas de governança são oriundas do processo de organização da produção. Elas podem ser resumidas em: integração vertical para trás (área própria e/ou arrendamento de terras) e integração das usinas e destilarias com os fornecedores de cana-de-açúcar. O estudo revela que tem prevalecido em Goiás o primeiro tipo de estrutura de governança. São os municípios de menor organização social e cooperativa. Já a integração com fornecedores de cana-de-açúcar tem sido observada nos municípios onde existem as associações de fornecedores (de caráter econômico), o que reduz as ações oportunistas, as assimetrias de informações e de poder das usinas e destilarias e torna o aporte neocorportivismo interessante para análise dessa realidade. Uma realidade que viu nascer o Consecana, um importante mecanismo de autogovernança no complexo sucroalcooleiro, à medida que dirime os conflitos existentes entre os agentes. Portanto, as instituições de representação de interesses no complexo sucroalcooleiro goiano têm influenciado a conformação de estruturas de governança no estado.
Abstract: At the beginning of this millennium, there was a strong stimulus to the expansion of Brazilian sugar and ethanol sectors, which led to the resurgence of debate and analysis on the construction of new incentive policies and articulation of the agents of this complex. This thesis aims to identify and characterize the main governance structures (traditional and new models) in sugarcane agroindustry complex in Goiás. So, we carried out a historical revision on the process of establishing policies, since the Alcohol and Sugar Institute. We show the expansion and restructuring, even to deregulation in this complex with the consequent extinction of this organ in the nineties as well the emergence of new organs to represent interests. The new complex's growth boom in the 2000s reveals an expansion configuration in sugarcane agribusiness in the Brazilian states of Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso and Paraná. The migration of sugarcane agribusiness from São Paulo and the northeastern regions can be explained by the search of greater scale profits with abundant land, low costs of production and transaction and, above all, greater competitiveness which will modify the pattern of agricultural production in these state. Consequently, this process made the state of Goiás the second largest producer of Brazilian sugarcane and ethanol, improved by tax and credit incentive policies coming from the state and from federal funding agencies. Furthermore, we considered also the institutional, technological and main governance structures which covers the form to organize and articulate the agents in the complex. Therefore, the study methodology was based on qualitative and quantitative research. The quantitative search treats data obtained from the historical revision as well those got from the semistructured interviews. The qualitative search used secondary data to identify space clusters in space statistics as well to show the cause relation among variables, considering the dynamic panel model in space econometry. Our analysis allowed us to conclude that in Goiás there are space clusters that can be considered as sugarcane territories, with space association patterns in the sugarcane producing municipalities located in areas of high productivity which improves competition for land with existing soybean and corn crops. We observed that the sugarcane municipalities are also those who have shown good socioeconomic indicators. The governance structures come from the production organization process. One can summarize them as follows: vertical backward integration (own area and/or land lease) and integration between mills/distilleries and sugarcane suppliers. The study shows that the first governance structure has prevailed in Goias State. The municipalities are those who have the minor social and cooperative organization. In contrast, the integration with sugarcane suppliers has been observed in the cities where there are supplier association (with economical character) which reduces opportunistic actions, asymmetries of information and power in the mills and distilleries and makes corporatism an interesting contribution to analysis of this reality. This is a reality that saw the birth of Consecana, an important mechanism of self-governance in sugar and alcohol complex as to settle the conflicts between agents. Therefore, the institutions which represent the interests of the Goias’ sugar and alcohol complex have influenced the conformation of structures of the state governance.
Keywords: Economia
Agroindústria - Goiás (Estado)
Álcool - Aspectos econômicos
Indústria açucareira
Governança
Estruturas de governança
Complexo sucroalcooleiro
Clusters espaciais
Neocorporativismo
Representação de interesses
Goiás
Governance structures
Sugarcane and alcohol complex
Space clusters
Newcorporatism
Interest representation
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Economia
Citation: QUEIROZ, Antonio Marcos de. Estruturas de governança no complexo agroindustrial sucroalcooleiro goiano. 2016. 313 f. Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18293
Issue Date: 15-Dec-2016
Appears in Collections:TESE - Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EstruturasGovernancaComplexo.pdfTese89.77 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.