Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18276
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Teste da hipótese da curva de Kuznets ambiental para os países do BRICS
metadata.dc.creator: Flores, Rousbell Jusselff Gamez
metadata.dc.contributor.advisor1: Andrade, Daniel Caixeta
metadata.dc.contributor.referee1: Saiani, Carlos Cesar Santejo
metadata.dc.contributor.referee2: Pereira, Andréia Mara
metadata.dc.description.resumo: Na presente dissertação se fez um resgate histórico do debate sobre a relação entre crescimento econômico e sustentabilidade ecológica; é complementado com uma análise empírica usando a hipótese da Curva de Kuznets Ambiental (CKA) para desvelar a relação entre crescimento econômico (o renda per capita) como indicadores de sustentabilidade: Emissões de CO2 (modelos tipo A), Pegada Ecológica em termos per capita (modelos tipo B), a Extração Total de Materiais (Modelos tipo C) e Poupança Liquida Ajustada (Modelos Tipo D) além da influência de outros fatores como a densidade populacional o uso de energia per capita, a abertura comercial, área de terra usada em agricultura, as emissões de metano e emissões de outros gases de efeito estufa como os subprodutos de hidroflurocarbonetos (HFC), perfluorocarbonetos (PFC) e hexafluoreto de enxofre (SF6). A análise se fez mediante séries temporais em Mínimos Quadrados Ordinários para os Países BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) com dados anuais no período de 1980 até 2011 exceto a Rússia, que pela disponibilidade dos dados a análise foi feita apenas para o período de 1992-2011.Segundo os resultados, se testou a hipótese da CAK em forma de “U invertido” apenas para Rússia e Índia nos Modelos tipo A e para Índia nos modelos tipo C. a CKA em formato de N apenas se tem evidencias para Índia nos modelos tipo B e para África do Sul nos modelos tipo D. Em todos os casos resultou que existe uma relação entre crescimento econômico e os indicadores de sustentabilidade usados nessa pesquisa; tal relação estabelece que os países estão num estágio de expansão econômica que causa pioras no meio ambiente e que acordos como o protocolo de Quito e leis ambientais não tem sido suficientes para regular o crescimento econômico orientado a um desempenho ecologicamente sustentável dos países BRICS.
Abstract: In the present dissertation a historical rescue of the debate on the relation between economic growth and ecological sustainability was made; it´s Complemented with an empirical analysis using the Environmental Kuznets Curve (EKC) to unveil the relationship between economic growth (GDP per capita) and indicators of sustainability: CO2 emissions (type A models), the per capita ecological footprint (type B models), the total extraction of materials (Type C models) and the adjusted savings (Type D models), in addition, the influence of other factors such as population density, per capita energy use, trade liberalization, land area used in agriculture, methane emissions and emissions of other greenhouse gases such as byproducts of hydrofurocarbon (HFCs), perfluorocarbons (PFCs) and sulfur hexafluoride (SF6). The analysis was done using time series in Ordinary Least Squares for the BRICS Countries (Brazil, Russia, India, China and South Africa) with annual data in the period from 1980 to 2011 except for Russia which for the availability of the data the analysis was made only for the period 1992-2011. According to the results we tested the inverted U-shaped EKC only for Russia and India in Models A and for India in models type C. The N-shaped EKC only has evidence for India in type B models and for South Africa in type D models. In all cases it is concluded that there is a relationship between economic growth and the sustainability indicators used in this research; This relationship establishes that countries are in a stage of economic expansion that causes worsening in the environment and that agreements such as the Quito protocol and environmental laws have not been enough to regulate economic growth oriented to an ecologically sustainable performance of BRICS countries.
Keywords: Economia
Desenvolvimento sustentável
Ecologia - Aspectos econômicos
Países do BRICS
Desenvolvimento sustentável
Curva Kuznets Ambiental
BRICS
Economia ecológica
Sustainable development
Environmental Kuznets Curve
Ecological economy
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Economia
Citation: FLORES, Rousbell Jusselff Gamez. Teste da hipótese da curva de Kuznets ambiental para os países do BRICS. 2017. 143 f. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18276
Issue Date: 10-Mar-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TesteHipoteseCurva.pdfDissertação4.95 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.