Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18272
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Transparência da gestão executiva municipal: um estudo dos Portais eletrônicos como promotores da accountability
metadata.dc.creator: Cruz, Vania Luiza Pagliari
metadata.dc.contributor.advisor1: Lima, Nilton César
metadata.dc.contributor.referee1: Tavares, Marcelo
metadata.dc.contributor.referee2: Queiroz, Jamerson Viegas
metadata.dc.description.resumo: O presente estudo tem como objetivo geral identificar quais indicadores socioeconômicos estão relacionados ao nível de transparência fiscal nos municípios. Utilizou-se uma amostra nãointencional e probabilística de 360 municípios, estratificados de acordo com o estado brasileiro. Através da técnica de regressão linear múltipla, verificou-se quais variáveis estariam relacionadas à transparência pública. Utilizando um modelo internacionalmente reconhecido como um mecanismo para aprimorar a transparência das contas públicas, determinou-se o índice de transparência, variável esta utilizada como variável dependente. Admitiu-se para aplicação da técnica de regressão linear as variáveis explicativas: receita total, receita corrente líquida, ativo real, população total, população alfabetizada, IDH-M, PIB per capita e renda per capita. Através da observação dos portais eletrônicos dos municípios, a média de transparência foi de 3,76, índice inferior à média estadual. O baixo índice de transparência corrobora os pressupostos da Teoria das Escolhas Públicas: para o gestor, eleitores pouco ou mal informados “facilitam” a aceitação de um gestor pela população, permitindo que o gestor possa obter a confiança destes eleitores desavisados. O modelo de regressão explica 11,9% da variação no IT. Quando seccionado por intervalo quartílico com base na população, o modelo explica de regressão explica 16%, 18,1%, 15,5% e 15,9% da variação no índice de transparência, respectivamente. Com base nos resultados discutidos, pode-se supor que o pressuposto inicial desta pesquisa de que existe uma relação entre o índice de transparência e as variáveis explicativas está correto, quando considerada toda a amostra. Ao analisar os intervalos, a hipótese geral é rejeitada nos municípios com população igual ou inferior a 5.419 (quartil 1) habitantes ou com população igual ou superior a 10.550 habitantes (quartis 3 e 4). Para os municípios com população entre 5.475 e 10.514 habitantes (quartil 2), a hipótese inicial foi aceita. Nessa situação, o índice de transparência é relacionado com todas as variáveis, quando analisadas em conjunto. Entretanto, a influência de cada variável de maneira isolada não é significativa.
Abstract: This study aims to identify which socioeconomic indicators are related to the level of fiscal transparency in municipalities. A non-intentional and probabilistic sample of 360 municipalities was stratified according to the Brazilian state. Through the multiple linear regression technique, it was verified which variables would be related to public transparency. Using an internationally recognized model as a mechanism to improve the transparency of public accounts, the transparency index was determined, the variable being used as the dependent one. The explanatory variables were used to apply the linear regression technique: total income, net current income, real assets, total population, literate population, IDH-M, per capita GDP and per capita income. Through the observation of the electronic portals of the municipalities, the average transparency was 3.76, a lower index than the state average. The low transparency index corroborates the assumptions of the public choice theory: to the manager, poor or poorly informed voters "facilitate" the acceptance of a manager by the population, allowing the manager to obtain the trust of these unsuspecting voters. The regression model explains 11.9% of the variation in transparency index. When sectioned by quartz interval based on the population, the regression model explains 16%, 18.1%, 15.5% and 15.9% of the variation in the transparency index, respectively. Based on the results discussed, it can be assumed that the initial assumption of this research that there is a relationship between the transparency index and explanatory variables is correct when considering the entire sample. When analyzing the intervals, the general hypothesis is rejected in municipalities with a population equal to or less than 5,419 (quartile 1) inhabitants or with a population equal to or greater than 10,550 inhabitants (quartiles 3 and 4). For the municipalities with population between 5,475 and 10,514 inhabitants (quartile 2), the initial hypothesis was accepted. In this situation, the transparency index is related to all variables, when analyzed together. However, the influence of each variable in isolation is not significant.
Keywords: Ciências contábeis
Contabilidade pública
Prestação de contas
Transparência na administração pública
Transparência
Accountability
Public accountancy
Transparency
Accountability
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::CIENCIAS CONTABEIS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ciências Contábeis
Citation: CRUZ, Vania Luiza Pagliari. Transparência da gestão executiva municipal: um estudo dos portais eletrônicos como promotores da accountability. 2017. 86 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18272
Issue Date: 30-Jan-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ciências Contábeis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TransparenciaGestaoExecutiva.pdfDissertação827.9 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.