Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18265
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: O pensamento evolutivo como invariante universal em biologia estruturando o ensino de citologia em nível médio
Other Titles: The evolutionary thought as a universal invariant in biology structuring the cytology teaching in secondary school
metadata.dc.creator: Silva Júnior, Carlos André
metadata.dc.contributor.advisor1: Coimbra, Débora
metadata.dc.contributor.referee1: Pansera, Maria Cristina
metadata.dc.contributor.referee2: Oliveira, Renata Carmo de
metadata.dc.description.resumo: O pensamento evolutivo, principalmente o darwinismo e suas extensões, tem importância maior dentro da biologia por fundamentar a compreensão de todos os eventos biológicos. Em qualquer nível, seja molecular ou populacional, em última instância, são os postulados em evolução que dão sentido aos eventos no mundo vivo. Concordam com isto os Parâmetros Curriculares Nacionais – PCN; de forma que definem “origem e evolução da vida” como tema estruturador do currículo de biologia para o ensino médio, orientando que conceitos evolutivos devem constituir uma linha condutora de discussões de todos os outros temas. O livro didático, tido como fonte principal da informação científica para os alunos e, muitas vezes, seus professores, influencia no planejamento e execução das aulas; vislumbra mais esgotar o conteúdo de biologia do que propor perspectivas para o ensino. Este trabalho consiste na elaboração, execução e análise de uma sequência didática para o ensino de citologia para o 1º ano do ensino médio. Fundamenta-se esta construção na teoria dos campos conceituais de Vergnaud por considerar ser por meio de situações que se dá a conceitualização. Por entender que, mentalmente, o saber não se organiza em tópicos, como ocorre em livros e planos de ensino, construiu-se uma sequência didática de nove situações para o ensino de citologia de modo que este esteja articulado à compreensão da teoria evolutiva (darwinismo/teoria sintética). As reflexões que permearam toda a discussão do estudo piloto tanto tornaram evidentes elementos de uma prática descritiva – que considerava o uso de vídeos, desenhos ou simuladores, complementares à transmissão do conhecimento centrada na fala do professor – quanto permitiram a instauração de um processo gradativo de apropriação de uma pedagogia relacional. Sendo uma proposta de ensino, o professor que a adote, tem autonomia para fazer escolhas sobre o quê e quando usar. O cerne do trabalho é o pensamento evolutivo como invariante universal, e esta perspectiva conduziu o ensino de citologia por articulação dos conceitos. Essa possibilidade pode (e deve) ser expandida à toda a biologia.
Abstract: The evolutionary thought, especially Darwinism and its extensions, has greater importance in Biology because it bases the understanding of all the biological events. In every level, molecular or populational, ultimately, it is the assumptions of evolution that give sense to the events in the living world. The National Curriculum Parameters agrees to that; in a way that they define “origin and evolution of life” as a structuring subject of the Biology curriculum in secondary school. They suggest that the evolutionary concepts must constitute a guiding line for discussion of all the other subjects. The textbook, which is the main source of scientific information for the students and, often for the teachers, influences on the planning and execution of the classes; it aims more at exhausting the biology content than at suggesting teaching perspectives. This work consists of preparation, execution and analysis of a pedagogic sequence for the cytology teaching on the first year of secondary school. Such construction is based on the theory of conceptual fields of Vergnaud, because it considers that the conceptualization happens through situations. By understanding that, mentally, the knowledge is not organized in topics, like in textbooks and teaching plans, a pedagogic sequence was built from nine situations for the cytology teaching in such a way that it is linked to the understanding of the evolutionary theory (Darwinism/synthetic theory). The reflections that permeated the whole discussion of the pilot study not only made evident elements of a descriptive practice – which considered the use of videos, drawings or simulators, complementary to the transfer of knowledge focused on the teacher’s speech – but also allowed the establishment of a gradual appropriation process of relational pedagogy. As a teaching proposal, the teacher who adopts it has the autonomy to make choices of what and when to use it. The heart of the study is the evolutionary thought as a universal invariant, and this perspective conducted the cytology teaching through concepts articulation. This possibility can (and must) be extended to the whole Biology.
Keywords: Ciência - Estudo e ensino
Biologia (Ensino médio)- Estudo e ensino
Evolução (Biologia)
Prática de ensino
Ecologia
Proposta didática
Sequência didática
Citologia
Evolução
Campos conceituais
Pedagogic proposal
Pedagogic sequence
Cytology
Evolution
Conceptual fields
Teaching
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::MATEMATICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências e Matemática (Mestrado Profissional)
Citation: SILVA JÚNIOR, Carlos André. O pensamento evolutivo como invariante universal em biologia estruturando o ensino de citologia em nível médio. 2016. 74 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18265
Issue Date: 4-Mar-2016
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ensino de Ciências e Matemática (Mestrado Profissional)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PensamentoEvolutivoEnsino.pdfDissertação10.56 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.