Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18226
Document type: Tese
Access type: Acesso Aberto
Title: Ecologia comportamental de Tyrannidae (aves: passeriformes): mudanças nos padrões de forrageamento em resposta a variações ambientais e sazonais em ambiente urbano
Author: Oliveira, Liliane Martins de
First Advisor: Marçal Junior, Oswaldo
First member of the Committee: França, Leonardo Fernandes
Second member of the Committee: Azevedo, Cristiano Schetini de
Third member of the Committee: Melo, Celine de
Fourth member of the Committee: Paula, Cecília Lomônaco de
Summary: Nas próximas décadas, mais de metade da população humana estará concentrada em ambientes urbanos e o impacto da urbanização sobre as espécies naturais certamente não será pequeno. Nesse contexto, investigar os ajustes comportamentais de animais, em resposta às pressões urbanas, poderá oferecer subsídios essenciais para a conservação da biodiversidade. Devido à ubiquidade, dominância numérica e ocorrência nos mais diversos ambientes, aves da família Tyrannidae se constituem em um excelente modelo para compreensão das respostas comportamentais às diferenças estruturais de habitat e variações sazonais. A tese defendida é a de que Aves da família Tyrannidae na área urbana apresentam variações em seu usual comportamento de forrageamento associadas ao tipo de ambiente urbano e às estações. Aves com micro-habitat de forrageamento distinto irão variar suas respostas às estações e aos diferentes ambientes urbanos. Além disso, hipotetiza-se que habitat de origem e o modo de forrageamento do tiranídeo serão decisivos nos padrões de respostas comportamentais às variações estacionais no ambiente urbano. O trabalho foi realizado na zona urbana do município de Uberlândia, estado de Minas Gerais, Brasil, no período 2012-2014. Foram estabelecidas 30 parcelas em cada tipo de ambiente pesquisado (praça e parque). Para o registro de comportamentos cada parcela foi amostrada por no mínimo 50 min. O método de amostragem foi sequencial com intervalos de tempo Foram realizados testes de Qui-quadrado e de Mann-Whitney para verificar possíveis diferenças sazonais e ambientais nas estratégias de forrageamento e uso das espécies vegetais. Foram construídas redes de interações tiranídeos-plantas para substratos vegetais utilizados na procura e no ataque. Tiranídeos gleaners e hawkers variaram um número maior de comportamentos em resposta às estações. Tiranídeos considerados essencialmente campestres variaram aspectos comportamentais mais relacionados à seleção do micro-habitat de forrageamento enquanto as espécies essencialmente florestais variaram tempo, distância de ataque e mudança de poleiro como mecanismo para compensar a estabilidade de seu micro-habitat de forrageamento. Tiranídeos essencialmente campestres apresentaram preferência por plantas nativas na estação seca. As três espécies de tiranídeos que utilizam diferentes micro-habitats de forrageamento apresentaram mais modificações comportamentais, em função das diferenças ambientais, e maior variabilidade no comportamento em resposta a sazonalidade. A espécie que forrageia no espaço aéreo parece ficar exposta a impactos maiores no meio urbano, em função da disponibilidade e diversidade de presas ou da estação. Os tiranídeos que utilizam micro-habitats com poleiros elevados aumentaram a altura de forrageamento em locais de maior perturbação humana. Os tiranídeos dificilmente variaram as táticas de forrageamento relacionadas à procura e ao ataque que são mais restritas a sua morfologia. Em relação às plantas utilizadas no ataque, a análise da rede de interações tiranídeos-planta estação seca apresentou modularidade provavelmente como mecanismos para evitar a competição. O tipo de micro-habitat de forrageamento utilizado pelos tiranídeos foi mais restritivo para definir os padrões de respostas a mudanças ambientais do que sazonais. Padrões de respostas às variações sazonais no comportamento de forrageamento sugerem que sua história evolutiva (habitat natural de origem) seja mais importante do que o modo de forrageamento para as respostas comportamentais à estação no ambiente urbano.
Abstract: The next few decades, more than half of the world's population will be concentrated in urban environments and the impact of urbanization on native species is certainly not small. In this context, investigate the behavioral adjustments of animals in response to urban pressures, can provide essential subsidies for the biodiversity conservation. Because of the ubiquity, numerical dominance and occupation of many different environments, Tyrannidae family bird constitute an excellent model for understanding the behavioral responses to structural differences in habitat and seasonal variations. This thesis presented is that Tyrannidae family birds in urban areas change their foraging behavior in response to the type of urban environment and different seasons. Birds with distinct foraging micro-habitat will vary their responses to the seasons and the different urban environments. And the original native habitat and flycatcher foraging mode will be decisive in the patterns of behavioral responses to seasonal variations in the urban environment. The study was conducted in the urban area of Uberlândia, Minas Gerais, Brazil, from 2012 to 2014.We established 30 plots in each type of urban environment (square and park). For the record of flycatcher behaviors each plot was sampled for at least 50 min. We used a sequential sampling method with time intervals. To check for possible seasonal and environmental differences in foraging strategies and use of plant we performed the Chi-square and the Mann-Whitney tests. Tyrant flycatchers-plant interaction networks were built to plant substrates used during the search and attack behaviors. Tyrant flycatchers, gleaners and hawkers, varied more behaviors in response to the seasons. Tyrant flycatchers considered essentially grassland varied behavioral aspects more related to the selection of foraging micro-habitat, while essentially forest species varied time attack, distance and perch as a mechanism to compensate the stability of its micro-habitat foraging. Essentially grassland tyrant flycatchers showed preference for native plants in the dry season. The three species of tyrant flycatchers using different foraging microhabitats had more behavioral changes, due to environmental differences, and higher variability of behavior in response to seasonality. The aerial foraging species appears to be more exposed to the urban impacts, depending on the prey availability and diversity on the seasons. The tyrant flycatchers foraging on micro-habitats with elevated perches increased the foraging height at places with higher human disturbance. The tyrant flycatchers almost never varied the foraging tactics related to search and attack behavior, these are more restricted by their morphology. Considering the plant used in the attack, the analysis of network tyrant flycatchers-plant interactions on dry season presented modularity probably as mechanisms to minimize competition. The micro-habitat foraging type used by the tyrant flycatchers was more restrictive to define patterns of responses to environmental changes that seasonal. Response Patterns to seasonal variations in foraging behavior suggest that their evolutionary history (natural habitat of origin) is more important than foraging mode for behavioral changes to respond to the seasons at the urban environment.
Keywords: Ecologia
Ecologia urbana (Biologia)
Plasticidade
Biodiversidade - Conservação
Estações
Plasticidade comportamental
Tiranídeos
Comportamento alimentar
Seasons
Urban ecology
Behavioral plasticity
Tyrant flycatchers
Feeding behavior
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais
Quote: OLIVEIRA, Liliane Martins de. Ecologia comportamental de Tyrannidae (aves: passeriformes): mudanças nos padrões de forrageamento em resposta a variações ambientais e sazonais em ambiente urbano. 2015. 175 f. Tese (Doutorado em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18226
Date of defense: 19-Oct-2015
Appears in Collections:TESE - Ecologia e Conservação de Recursos Naturais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EcologiaComportamentalTyrannidae.pdfTese42.83 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.