Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18121
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Confronto com a finitude: reformulações do sentido da vida em mulheres com câncer de mama
metadata.dc.creator: Almeida, Gabriela Franco de
metadata.dc.contributor.advisor1: Bonella, Alcino Eduardo
metadata.dc.contributor.referee1: Elias, Marisa Aparecida
metadata.dc.contributor.referee2: Lopes, Renata Ferrarez Fernandes
metadata.dc.description.resumo: De acordo com Frankl, assim como o homem é constituído por dimensão biológica e psicológica, é formado pela dimensão espiritual. Define-se espiritualidade neste trabalho como a dimensão humana relacionada à busca de sentido da vida, e que vai além dos limites das crenças e rituais religiosos, envolvendo também a transcendência de aspectos materiais. A pergunta sobre o sentido da vida parece estar intimamente associada à finitude humana e a morte aparece como uma balizadora da existência, sendo uma das pré-condições para a vida ter significado. Este estudo, de caráter qualitativo, objetivou descrever alterações sobre o sentido da vida a partir do diagnóstico de câncer de mama em mulheres, tomado, inicialmente, como ameaça à vida. Um roteiro de sete perguntas foi pré-elaborado e entrevistas semiestruturadas foram realizadas com quatro mulheres, entre 53 e 64 anos em tratamento de manutenção. Os dados foram apreciados por meio da Análise de Conteúdo e discutidos com contribuições da Logoterapia. As categorias foram formadas a partir da repetição de temas e por relevância implícita. Duas categorias finais são destacadas: o adoecimento como oportunidade de cuidado consigo e a experiência de enfrentamento ao câncer como transformadora da relação com o tempo presente. O adoecimento oportunizou o cuidado de si, colocando as pacientes diante da escolha de condução de suas vidas e enfrentamento da luta contra o câncer. Dentro da perspectiva da Logoterapia, o paciente é instado a se posicionar ressignificando situações de sofrimento em desenvolvimento pessoal. O confronto com a finitude trouxe mudanças na relação com o tempo, tornando o presente mais importante. Como conclusão apontase que a partir experiências das pacientes com o câncer de mama e o confronto com a finitude, reformulações de sentido foram oportunizadas. Como questionamento para futuras propostas de trabalho, insta-se a pensar sobre a condição de saúde emocional destas mulheres no estado anterior ao câncer, bem como a religiosidade antes e depois da aparente ressignificação.
Abstract: According to Frankl, in the same way that man is formed by biological and psychological dimensions, he is also formed by a spiritual dimension. Spirituality is determined in this study as a human aspect related to the pursuit of the purpose of life, which goes beyond beliefs and religious rituals, also involving the transcendence of material aspects. The question about the purpose of life seems to be closely related to human finitude and death appears as a catalyst for existence, being one of the prior conditions to having meaning in life. This study, of qualitative character, aimed to describe modifications of the purpose of life from the diagnosis of breast cancer in women, considered, initially, as a threat to life. A seven-question script was preelaborated and semi-structured interviews were carried out with four women, between 53 and 64 years old, during maintenance treatment. The data were considered through Content Analysis and discussed with contributions from Logotherapy. Categories were formed based on the repetition of themes and from implicit relevance. Two final categories are highlighted: sickness as an opportunity to take care of oneself and the experience of confronting cancer as being transformative in connection with the present time. Sickness allowed for taking better care of oneself, giving patients the choice of leading their lives and confronting their fight against cancer. From a Logotherapy perspective, the patient is requested to take a stand in giving new meaning to situations of suffering in personal development. The confrontation with finitude brought about changes related to time, making the present time more important. In conclusion, it is pointed out that through the patients’ experiences with breast cancer and confrontation with finitude, the opportunity was given for reformulations of meaning. As a question for future work propositions, one is urged to think about the emotional health condition of these women in their prior state to cancer, as well as religiosity before and after the apparent new meanings found.
Keywords: Ciências médicas
Mamas - Câncer
Logoterapia
Finito
Câncer de mama
Cuidado de si
Finitude
Tempo presente
Breast cancer
Logotherapy
Taking care of oneself
Finitude
Present time
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde
Citation: ALMEIDA, Gabriela Franco de. Confronto com a finitude: reformulações do sentido da vida em mulheres com câncer de mama. 2016. 86 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18121
Issue Date: 19-Feb-2016
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ConfrontoFinitudeReformulacoes.pdfDissertação516.2 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.