Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18052
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Erros de prescrição de antimicrobianos em pacientes com infecção de corrente sanguínea e avaliação do seu impacto na mortalidade em uma UTI adulto
metadata.dc.creator: Guimarães, Rosana de Oliveira Santos
metadata.dc.contributor.advisor1: Röder, Denise Von Dolinger de Brito
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Cunha, Thúlio Marquez
metadata.dc.contributor.referee1: Leal, Geraldo Sadoyama
metadata.dc.contributor.referee2: Borges, Lizandra Ferreira de Almeida e
metadata.dc.description.resumo: A terapia antimicrobiana inicial inadequada leva a maior mortalidade em pacientes com infecção de corrente sanguínea. Este estudo teve como objetivo avaliar a relação entre antibioticoterapia inadequada em pacientes com infecção da corrente sanguínea e a mortalidade hospitalar de pacientes críticos. Métodos: Estudo retrospectivo, coleta de dados entre janeiro a dezembro de 2015, 167 pacientes com infecção da corrente sanguínea foram avaliados retrospectivamente de acordo com a presença ou ausencia de antibioticoterapia inadequada. A mortalidade hospitalar foi a variável principal resultado foi comparado entre os dois grupos de estudo. Resultados: pacientes que receberam antibióticoterapia inadequada apresentaram mais diabetes mellitus, doença pulmonar obstrutiva crônica, doença renal crônica que pacientes infectados que inicialmente receberam terapia antibiótica adequada. Erro de dose e atraso no início da administração de antibiótico, foram mais frequentemente detectadas neste estudo e ambos foram fator determinantes relacionadas com aumento da mortalidade. Antibioticoterapia inicial foi mantida, escalonada e descalonada em 67,6%, 22,7% e 9,6% dos casos, respectivemente. Foi estatisticamente significativa correlação entre a morte e casos em que o antimicrobiando foi descalonado (p = 0,001), metade dos quais foram consideradas erros de prescrição. Estafilococos coagulase negativa representou o maioria atingindo 40,7% e microrganismos multi-resistentes foram detectados em 27,3% das infecções. Não houve diferença observada nas taxas de mortalidade entre as infecções causadas por microrganismos resistentes ou susceptíveis. Conclusao: O erro de dose e erro no início da administração de antibiótico, estava entre os erros mais frequentemente detectadas em nosso estudo e ambos foram fatores determinantes relacionadas para aumento da mortalidade.
Abstract: Introduction: Inappropriate initial antimicrobial therapy leads to higher mortality in patients with bloodstream infection. This study aimed to evaluate the relationship between inappropriate antibiotic therapy of bloodstream infection and hospital mortality for critically ill patients. Methods: Between January 2015 to December 2015, 167 patients with bloodstream infection were prospectively evaluated according to the presence or absence of inappropriate antibiotic therapy of infection. Hospital mortality was the main outcome variable compared between the two study groups. Results: Infected patients who received inappropriate antibiotic therapy had statistically more diabetes mellitus, chronic obstructive pulmonary disease, chronic renal disease and death than infected patients who initially received appropriate antibiotic therapy. Loading dose error and error in starting antibiotic administration were the most frequently detected error in our study and both were determinant factors related to increased mortality. Initial antibiotic therapy was maintained, escalation and deescalation 67.6%, 22.7% and 9.6% of cases, respectively. There was statistically significant correlation between death and cases in which treatment was de-escalation (p=0.001), half of these were considered prescription errors. Coagulase negative staphylococci represented the majority reaching 40.7% and multi-drug resistant microorganisms were detected in 27.3% of infections. There was no observed difference in mortality rates among infections caused by resistant or susceptible microorganisms. Conclusion: Loading dose error and error in starting antibiotic administration, were the most frequently detected error in our study and both were determinant factors related to increased mortality.
Keywords: Ciências médicas
Unidade de terapia intensiva
Antibióticos
Sangue - Doenças
Antimicrobiano
Infecção de corrente sanguínea
Mortalidade
Unidade de Terapia Intensiva
Tratamento Inadequado
Antimicrobial
Bloodstream infection
Mortality
Intensive Care Unit
Inappropriate treatment
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde
Citation: GUIMARÃES, Rosana de Oliveira Santos. Erros de prescrição de antimicrobianos em pacientes com infecção de corrente sanguínea e avaliação do seu impacto na mortalidade em uma UTI adulto. 2016. 77 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18052
Issue Date: 30-Aug-2016
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ErrosPrescricaoAntimicrobianos.pdfDissertação818.3 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.