Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17996
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Neopentecostalismo “Corporativo”? A Igreja Mundial do Poder de Deus e a mercantilização de milagres e bens simbólicos à luz da Teologia da Prosperidade (1998-2014)
metadata.dc.creator: Silva, José Carlos da
metadata.dc.contributor.advisor1: Nascimento, Mara Regina do
metadata.dc.contributor.referee1: Almeida, Antônio de
metadata.dc.contributor.referee2: Côrtes, Mariana Magalhães Pinto
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho objetiva buscar elementos para compreender as relações entre o crente e Deus, a partir da mediação através de rituais e práticas apregoados pelo neopentecostalismo, em especial, da Igreja Mundial do Poder de Deus. Através da análise de fontes como vídeos, matérias de jornal, revistas, reportagens, documentários, livros do apóstolo Valdemiro Santiago, telejornais, site da Igreja Mundial, passagens bíblicas e participação nos cultos, pretende-se refletir sobre os valores, juízos, imaginários e representações sobre os quais se assenta parte da sociedade contemporânea com relação à questão da fé no Brasil do início do século XXI. No primeiro capítulo apresenta-se elementos para se pensar o neopentecostalismo, partindo da Reforma Protestante do século XVI. Em seguida, busca-se a compreensão do que é pentecostes e porque esta festa judaica, que posteriormente foi incorporada à religião cristã, deu origem ao termo pentecostalismo. Então se faz uma descrição das classificações do movimento pentecostal no Brasil e sua divisão por ondas. O segundo capítulo trata da expansão do pentecostalismo brasileiro, com ênfase no segmento neopentecostal e na Igreja Mundial do Poder de Deus. Neste item segue a abordagem da Teologia da Prosperidade, sua origem, suas variações e porque esta nova doutrina é amplamente utilizada por este novo segmento evangélico. O último tópico a ser apresentado, é a relação da religião com os elementos simbólicos que a permeiam. No último capítulo o enfoque recai sobre a Igreja Mundial do Poder de Deus e seu fundador, Valdemiro Santiago. Faz-se o resgate da fundação da igreja e seu desenvolvimento até então bem como da biografia do apóstolo Valdemiro, a construção de sua imagem e as práticas da igreja voltadas para o mercado de bens simbólicos. Outro tema a ser abordado são os supostos milagres da cura divina. Finalmente apresenta-se o relato da experiência vivenciada ao pelo autor ao frequentar, em Uberlândia, os cultos da Igreja Mundial. Após esse percurso conclui-se que a religião, através do segmento neopentecostal, se mostra atenta e se antecipa na busca por respostas para aplacar o sofrimento e o anseio dessa nova sociedade, através de práticas mercadológicas em que se prioriza a cura divina e a venda de bens de salvação.
Notes: Palavras-chave e Resumo criados pelo pesquisador do Projeto PROGRAD/DIREN/UFU 2016-2017: “Historiografia e pesquisa discente: as monografias dos graduandos em História da UFU.”
Keywords: Neopentecostalismo “Corporativo”
Igreja Mundial do Poder de Deus
Brasil
1998-2014
Teologia da Prosperidade
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Citation: SILVA, José Carlos da. Neopentecostalismo “Corporativo”? A Igreja Mundial do Poder de Deus e a mercantilização de milagres e bens simbólicos à luz da Teologia da Prosperidade (1998-2014). 2014. 73 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2014.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17996
Issue Date: 2014
Appears in Collections:TCC - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
NeopentecostalismoCorporativoIgreja.pdfTCC1.44 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.